/

Mulher morre em Espanha após comer cogumelos em restaurante Michelin

As autoridades espanholas estão a investigar a morte de uma mulher de 46 anos, que almoçou no sábado passado com o seu marido e filho no RiFF, o mais antigo restaurante com uma estrela Michelin na cidade de Valência.

De acordo com o El País e a Russia Today, a mulher morreu na madrugada de domingo após apresentar sintomas de intoxicação alimentar. O relatório do Instituto Nacional de Toxicologia e os resultados da autópsia ainda não foram divulgados.

O marido e o filho de 12 anos da mulher foram também afetados pela aparente intoxicação, bem como outras 16 pessoas que visitaram o restaurante entre 13 e 16 de fevereiro. As restantes pessoas apresentaram sintomas mais leves, principalmente vómitos e diarreia, precisam os média espanhóis.

Segundo detalha o jornal espanhol Las Provincias, a mulher que acabou por morrer tinha comido arroz com cogumelos da família Morchella, frequentemente conhecidos como cogumelos morel ou morillas, que fazia parte do cardápio de degustação do restaurante.

Os cogumelos em causa distinguem-se pelo formato cónico e reticulado e não devem nunca ser ingeridos crus, pois são tóxicos. Mesmo depois de cozinhados por um longo período de tempo pode ser perigosos. Apesar de a mulher ter ingerido os cogumelos, não se sabem ainda se foi este alimento que causou a sua morte.

Bernd Knöller, o cozinheiro alemão responsável do restaurante Riff, anunciou que o estabelecimento ficará encerrado até ser identificada a causa da morte.

“Diante dos acontecimentos de que tive conhecimento pelas autoridades sanitárias da cidade, que relacionam este restaurante (…) com diferentes afeções gástricas em vários clientes, incluindo a que resultou na morte de um deles… Tomei a decisão de que o restaurante permanecerá encerrado até que as causas do sucedido sejam apuradas”.

Mas Knöller, que exprimiu o seu “profundo pesar” pelo sucedido, não deixou de frisar que “nas primeiras investigações e inspeções realizadas constatou-se que o restaurante cumpre todas as normas sanitárias”, pode ler-se na nota divulgada na sua conta de Twitter.

De acordo com o seu site, o Riff especializa-se em produtos do mar – peixe, marisco, moluscos, cefalópodes, algas e plantas marinhas -, mencionado como “segunda afición” as verduras e hortaliças sobretudo as de agricultura ecológica.

  ZAP //

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.