/

MP acusa Lula de ser o “grande general” nos crimes da Lava Jato

culturadered / Flickr

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

O procurador Deltan Dallagnol, que coordena o grupo de trabalho da Operação Lava Jato em Curitiba, disse hoje que o ex-Presidente brasileiro Lula da Silva era o “grande general” do esquema criminoso descoberto pelas autoridades.

Em conferência de imprensa em Curitiba, o procurador afirmou esta quarta-feira que o ex-chefe de Estado brasileiro era o “comandante” que “determinou a realização e a continuidade da prática dos crimes” num mega-esquema de corrupção, associado à petrolífera Petrobras.

O Ministério Público Federal denunciou  o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a sua mulher, Marisa Letícia, o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, o presidente da OAS, Léo Pinheiro, e mais outras quatro pessoas ligadas à mesma empreiteira.

Em causa estão crimes de corrupção activa e passiva e lavagem de dinheiro.

O procurador referiu que o núcleo político está no topo da “pirâmide criminosa” do Petrolão – e no centro do esquema aparece Lula da Silva.

A Operação Lava Jato, da Polícia Federal brasileira, investiga diversos casos de corrupção em empresas públicas, nomeadamente a Petrobras, que envolve políticos e empresários, entre outros.

Começou em março de 2014 e é vista como uma das maiores investigações a corrupção e branqueamento de capitais no Brasil.

Lula nega no Facebook

O ex-presidente, entretanto, usou o seu perfil no Facebook para voltar a negar as denúncias relacionadas com o caso Lava Jato, nomeadamente que tenha beneficiado de vantagens da empreiteira OAS em obras de um triplex em Guarujá, no estado de São Paulo.

Lula alega que tornou públicos a 30 de janeiro documentos que provam que não é o dono do triplex citado nas investigações da Operação Lava Jato.

“Lula esteve apenas uma vez no edifício, quando a sua família estava a pensar comprar o imóvel. Jamais foi seu proprietário, ou sequer dormiu uma noite no suposto apartamento que a Lava-Jato desesperadamente tenta atribuir ao ex-presidente”, diz o post de Lula no Facebook.

ZAP / Lusa / Sputnik News

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.