Movimento de Rui Moreira confronta António Costa sobre Infarmed

Rui Moreira / Facebook

O presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira

A Associação Cívica Porto, o Nosso Movimento pediu, este domingo, ao primeiro-ministro que esclareça se apoiou o ministro da Saúde na decisão de reavaliar a eventual transferência do Infarmed para o Porto.

A associação Porto, o Nosso Movimento, sucessora do movimento de apoio à candidatura independente de Rui Moreira à Câmara do Porto, questiona António Costa sobre “se esta cambalhota do ministro da Saúde tem a sua cobertura e concordância e se o assunto foi ou não discutido em Conselho de Ministros, já que não se conhece a publicação de qualquer resolução desse órgão contrária à publicada em Diário da República”.

Em comunicado, esta associação cívica lembra que a transferência do Infarmed de Lisboa para o Porto foi uma decisão do Governo. “Foi anunciada pelo ministro da Saúde, sem que alguma vez tal tivesse sido reclamado pelo presidente da Câmara do Porto e, tanto quanto se sabe, por ninguém”, salienta.

“A decisão foi, pois, da exclusiva responsabilidade do Governo que pediu à Câmara do Porto colaboração no sentido de encontrar local e identificar as oportunidades existentes na cidade, com base no trabalho que existia com vista à instalação da Agência Europeia do Medicamento”, sublinha.

Após a decisão política, acrescenta o movimento, “o Governo nomeou uma comissão, onde a Câmara do Porto não tinha assento, para estudar as condições em que a transferência podia ocorrer. O resultado dos trabalhos foi conclusivo: o Infarmed ficaria melhor no Porto, ganharia eficiência e até era mais barato ao país“.

A associação ecorda que o Governo, já depois de receber o relatório da sua comissão, prometeu uma decisão para setembro de 2018. A 8 de dezembro de 2017, o Ministro da Saúde disse em Bruxelas que “a decisão política tomada pelo Governo será suportada pela avaliação técnica e científica rigorosa de um grupo de trabalho muito qualificado”, grupo esse que “veio a manifestar-se, claramente, a favor da transferência“.

“O Governo deveria, pois, estar hoje a anunciar que o Infarmed mudaria para o Porto, único anúncio coerente com os anteriores e com as suas decisões, e única forma de não desperdiçar e desautorizar uma comissão independente por si criada e que trabalhou durante meses, sendo constituída por 27 sábios, entre os quais a maioria dos ex-diretores do Infarmed”, considera a associação.

Contudo, acrescenta, “o inopinado anúncio de sexta-feira do Ministro da Saúde, no Parlamento, empurrando para outra comissão uma decisão que ele próprio já tinha tomado, vem tornar anedótico todo o processo“.

Para a associação Porto, o Nosso Movimento, “o anúncio do ministro da Saúde é um desrespeito, em primeiro lugar, por si próprio e pelo cargo que ocupa, ao deixar-se manietar por assumidos interesses corporativos. Mas é também um enorme desrespeito pelo Conselho de Ministros, que através de uma resolução publicada em Diário da República, entregou o assunto a uma comissão por si criada”.

Esta associação lamenta ainda “a falta de coragem do Governo em assumir as suas próprias decisões, empurrando para terceiros e para as calendas a concretização daquilo que é da sua exclusiva responsabilidade, capeando a sua estratégia com um suposto processo de descentralização quando, na verdade, nem esse processo existe de facto, como a transferência do Infarmed nada tem a ver com descentralização”.

Adalberto Campos Fernandes disse aos deputados, na comissão parlamentar de Saúde, que “o contexto político mudou significativamente” em relação há um ano, quando a decisão de mudar o Infarmed para o Porto foi tomada pelo Governo.

O ministro considera que a discussão sobre a deslocalização do Infarmed teve o mérito de “abrir um diálogo nacional sobre a descentralização dos serviços públicos”.

Contudo, uma vez que o Parlamento terá uma comissão para acompanhar processos de descentralização, o ministro disse que “não faria sentido extrair o Infarmed desse processo”.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vacina da Johnson & Johnson chega esta semana. Portugal recebe 30 mil vacinas na quarta-feira

As primeiras 30 mil vacinas da Janssen, do grupo Johnson & Johnson, vão chegar a Portugal na próxima quarta-feira. Portugal vai receber, já na próxima quarta-feira, o primeiro lote de 30 mil vacinas da Janssen. No …

Reembolsos do IRS já começaram a ser processados (e chegam “a meio desta semana”)

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) já começou a processar os primeiros reembolsos do IRS e o valor deverá chegar à conta dos contribuintes a meio desta semana, avançou à Lusa o secretário de Estado …

Todos os anos, caem mais de 5 mil toneladas de poeira extraterrestre na Terra

A Terra está constantemente sob uma chuva de poeira espacial. Após duas décadas de recolha de material na Antártida, uma equipa de cientistas conseguiu quantificá-la: caem cerca de 5.200 toneladas de micrometeoritos a cada ano. Os …

Encontradas três "estrelas fracassadas" ultrarrápidas. Estão prestes a autodestruir-se

Uma equipa de cientistas identificou as três anãs castanhas de rotação mais rápida já encontradas. Estas estrelas, conhecidas como "estrelas fracassadas" estão a girar tão depressa que podem estar prestes a desfazer-se. Usando dados no Spitzer …

“É como ser queimado com ácido quente“. Planta venenosa australiana causa dores que podem durar anos

Os "cabelos" da planta gympie-gympie causam uma picada tão tóxica que a dor pode durar anos. Esta pode ser encontrada nas florestas australianas. A gympie-gympie, ou dendrocnide moroides, é um tipo de arbusto que recebe o …

Sporting 1-1 Famalicão | Leão volta a tremer e vê Porto a 6

Segundo empate consecutivo do Sporting na Liga NOS, e pelo mesmo resultado, 1-1. Na recepção ao Famalicão, o líder do campeonato começou bem, marcou, mas sofreu um golo de imediato e nunca mais se encontrou …

Arqueólogos descobrem túnel medieval na Polónia. Tinha restos mortais de 18 carmelitas

Uma equipa de arqueólogos descobriu um cemitério medieval onde estava sediado um mosteiro do século XIV. No local foi ainda encontrado um túnel com dezoito esqueletos de padres carmelitas. A descoberta ocorreu em Jaslo - uma …

Militantes apoiados pelo Al-Qaeda defendem uso de mel contra a covid-19

O Al-Shabaab, um grupo rebelde islâmico apoiado pela Al-Qaeda, apela ao boicote à vacina da AstraZeneca contra a covid-19. A alternativa é "cominho preto e mel". A vacina da AstraZeneca não está apenas a levantar preocupações …

Em menos de um ano, a polícia foi chamada a intervir pelo menos nove vezes na mansão dos Sussex

A vida nos Estados Unidos não tem sido fácil para os duques de Sussex. No último ano, a polícia da Califórnia foi chamada pelo menos nove menos à mansão onde o casal habita desde que …

Rivalidade entre China e Índia é obstáculo à maior aproximação entre os BRICS, diz especialista

Apesar de os BRICS representarem "o tipo de relações entre países que queremos no século XXI", a rivalidade entre a Índia e a China ainda é um obstáculo a uma maior integração, dizem os especialistas. Na …