“Uma vergonha para o país”. Morte de ucraniano leva a “mudanças profundas” no funcionamento do SEF

Tiago Petinga / Lusa

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, disse esta segunda-feira que vai haver “mudanças profundas no modelo de funcionamento do Centro de Instalação Temporária do SEF no aeroporto de Lisboa, na sequência do caso da morte de um cidadão ucraniano.

Sem concretizar, o ministro adiantou que haverá mudanças no plano da organização do modelo de funcionamento Centro de Instalação Temporária do Serviço Estrangeiros e Fronteiras (SEF) no aeroporto de Lisboa, onde o cidadão ucraniano morreu alegadamente após a agressão por inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

“As decisões administrativas foram tomadas de imediato e haverá mudanças profundas daquilo que é o funcionamento dessa estrutura para pessoas que são impedidas de entrar no país”, disse. “Este é um caso inaceitável e é uma vergonha para um país que é um exemplo de como bem tratar migrantes, bem acolher”, disse Eduardo Cabrita em entrevista à Rádio Renascença.

Também na entrevista à Rádio Renascença, Eduardo Cabrita adiantou que a partir desta segunda-feira vão estar nas estradas, em ações de fiscalização, 35 mil efetivos da PSP, GNR e SEF. “Vão funcionar em regras de espelho, com alteração do sistema de turnos, de modo a tentar garantir o mínimo de contacto e o máximo de operacionalidade”, disse.

O decreto de renovação do estado de emergência prevê um período em que a circulação em Portugal vai estar limitada, entre as 00:00 da quinta-feira e as 24:00 de segunda-feira, de forma a condicionar ao máximo deslocações durante o período pascal.

Eduardo Cabrita contou também que o número de casos positivos de covid-19 identificados em agentes da PSP não coloca em causa a operacionalidade das forças de segurança.

Há 100 agentes infetados, entre efetivos da PSP e da GNR. Temos um sistema de prioridade em testes que permite rapidamente despistar os contactos desses agentes. Tal determinava a colocação em inoperacionalidade de 630 militares e agentes”, disse.

Na mesma entrevista à Rádio Renascença, o ministro da Admnistração Interna abordou igualmente o repatriamento dos tripulantes do navio de cruzeiro MSC Fantasia, proveniente do Brasil, que acostou no Porto de Lisboa com 1.338 passageiros, maioritariamente da União Europeia, Reino Unido, Brasil e Austrália, a bordo.

Todos os passageiros do cruzeiro já foram repatriados, com exceção de alguns tripulantes. Segundo Eduardo Cabrita, alguns tripulantes foram repatriados no fim de semana e os que faltam deverão ser em breve a retirada ou para saber se o barco sai de onde está. O Governo está em conversações com a empresa para resolver o problema num curto prazo.

// Lusa

PARTILHAR

17 COMENTÁRIOS

  1. “Este é um caso inaceitável e é uma vergonha para um país”
    Infelizmente, a morte de alguém é indiscutivelmente algo que é apenas e sempre aceitável, por ser definitivo e irreparável. Portanto palavras ocas e certamente uma vergonha para Portugal, o país cujas nacionais acham que tem brandes costumes.

  2. O Fascismo está a corroer o controle politico democrático das forças policiais. A atitude branda do governo pode numa situação como a que vivemos levar á instauração de um estado policial. Atenção às milicias e forças zero. No Brasil começou assim.

    • Que “filme”!…
      A comparação de um pais dos mais pacíficos do mundo com um dos mais violentos do mundo, também faz todo o sentido!…

        • Sim, percebi e acho um completo exagero!
          Também não achei a atitude branda, já que a notícia fala em mudanças profundas e o director e subdirector do SEF de Lisboa foram demitidos… este ministro tótó também já devia ter ido de vela!….

        • Não. Não percebi. Eu sou um pouco mouco e lerdo pelo que nem sempre entendo o que me dizem. Demoro normalmente mais tempo a perceber do que as pessoas normais. E nem sempre consigo entender.

    • O fascismo, ou a falta de educação que é o que mais abunda por aí! Agora vem com a desculpa do fascismo, quando for mais longe possivelmente dirá que a culpa é do comunismo certamente.

  3. Se calhar, é de aproveitar e pôr um açaime também aos grandes operacionais do SEF que sistematicamente com recurso a métodos de coação, mentira e ameaça, impedem que cidadãos que transportam droga não cheguem aos respectivos destinos, prejudicando a esmagadora maioria das vezes, as investigações que se encontram a decorrer naqueles países.
    Ou seja, centenas de milhar de euros que todos os anos se perdem com reclusos estrangeiros cujo interesse investigatório é 0 já que nem para Portugal vinham, sendo sustentados durante 4 a 8 anos por dinheiro do Contribuinte, alimentando somente uma qualquer estatística ou basófia pessoal desses enormes operacionais daquela entidade!

  4. Então acha que por trás daquele assassinato bárbaro não sobressaiem razões idelógicas, de ódio xenófobo, logo fascista? Foi por puro divertimento? Embora você não ache, o ódio e a violência estão mais disseminadas na sociedade do que pode imaginar. Não falo de cor. As claques de futebol são apenas uma das frentes onde isso se manifesta. E é hoje que temos que nos preocupar, porque amanhã pode ser tarde. Foi assim que as coisas começaram no passado. A democracia hoje mais que nunca não pode ser dada por adquirida. Na Hungria já foi suspensa.

    • Não faço ideia do que aconteceu, mas não acredito que tenha alguma coisa a ver com “razões idelógicas”, ainda para mais tendo sido com um ucraniano…

  5. A prepotência de certos senhores em certos cargos do Estado onde se imaginam senhores disto tudo, leva-os a usar e abusar do poder, recordo-me de em 1984 na fronteira de Vilar Formoso um senhor com os galões de tente – coronel se não estou em erro mal educado, acabou por me provocar e a todos que aguardavam a sua vez, valeu-me a mim a vinda do seu antecessor, (este sim educado) a quem eu tinha pago, para reaver o troco a que tinha direito. Hoje certamente as coisas não ficariam assim e no mínimo faria queixa de tal besta!

  6. quando se mata um tuga, por um preto ou outra etnia, não vejo tanta revolta, enfim país que se preocupa mais por quem não é do seu país, apesar que isso não deveria acontecer, quando o tuga é morto se devia expulsar de Portugal tão bem

    • Tuga, Ninguém vai te comentar não vales a pena, o racismo appartem aos da idade média como tu. Cultiva-te se gostar da vida vivida!

  7. a falta de inteligencia ta demonstrado na sua resposta, só quem tem dois dedos de cabeça verá que não foi racismo mas sim contestar o que se tem vindo haver no dia a dia, quando é um tuga nada e ninguém diz nada, mas quando é minurias todas os idiotas dão sua opinião, é nisso que me refiro, minuria não são mais que os outros seu pobre de cabeça

RESPONDER

Marcelo pede que não se passe do "8 para o 80" e alerta para imagem do país

O Presidente da República reiterou hoje o apelo à população para que não se passe “do 8 para o 80” nas medidas de prevenção da covid-19, alertando para os riscos da imagem do país “cá …

Só metade das crianças deverá voltar ao pré-escolar esta segunda-feira

As crianças em idade pré-escolar regressam esta segunda-feira aos jardins de infância, que voltam a funcionar com novas regras, depois de encerradas durante mais de dois meses, devido à pandemia da covid-19. Apesar do regresso, que …

Dois astronautas (e um dinossauro de peluche) chegaram à EEI à boleia da SpaceX

Para além dos astronautas Doug Hurley e Bob Behnken, seguia a bordo da Crew Dragon um dinossauro de peluche com lantejoulas. E há uma explicação para isso. Este sábado, o foguetão Falcon 9, da SpaceX, fez …

Pescadores já podem capturar sardinha, mas recuo no consumo é uma preocupação

Os pescadores voltam a poder capturar sardinha, a partir desta segunda-feira, e até 31 de julho, com limites diários e semanais, segundo um despacho publicado em Diário da República. De acordo com o diploma, assinado pelo …

Madeirense contesta quarentena obrigatória em Tribunal (e há uma sentença que lhe dá razão)

Uma cidadã madeirense que chegou no domingo à Madeira e recusa cumprir quarentena num hotel entregou um pedido de ‘habeas corpus’ no Juízo de Instrução Criminal do Tribunal do Funchal. A acompanhar o pedido está …

Idade é o maior factor de risco para se ser internado ou morrer de covid-19

As pessoas com idades entre os 70 e os 79 anos infetadas pelo novo coronavírus têm uma probabilidade de ser internadas em cuidados intensivos 10,4 vezes superior à de uma pessoa até aos 50 anos. Os …

Turismo de Portugal tem 10 milhões para apoiar campanhas de empresas que promovam o país

O Turismo de Portugal tem dez milhões de euros, que vão servir para financiar iniciativas “de valorização, inovação e promoção do destino Portugal” até 2025. A dotação de dez milhões de euros, aprovada por despacho de …

"Perdi quase tudo no casino." Daniel Kenedy explica adeus ao futebol com o vício

O ex-futebolista Daniel Kenedy, que passou por clubes como Benfica, FC Porto, Marítimo e Sporting de Braga, revela que perdeu "quase tudo" no casino por causa do vício do jogo, apontando este problema como uma …

Bolsonaro apela a "intervenção militar" e deixa ameaça de golpe de Estado

Jair Bolsonaro e o seu filho Eduardo atacam a separação de poderes em reação às investigações da Justiça. O Presidente brasileiro aludiu a uma "intervenção militar pontual". A cena política no Brasil está cada vez mais …

Uso de máscara obrigatório durante os exames nacionais, que podem durar mais de duas horas

Os alunos do ensino secundário que este ano realizem exames nacionais terão de estar durante toda a prova com a máscara de proteção pessoal. O uso de máscara, que se tornou obrigatório no regresso às …