/

Morreu Ross Perot, o excêntrico multimilionário que tirou um Bush da Casa Branca

USASOC News Service / Wikimedia

O bilionário e antigo candidato presidencial independente Ross Perot (c)

O multimilionário americano Ross Perot, que na década de 1990 se candidatou por duas vezes à presidência dos Estados Unidos como independente, morreu esta terça-feira, aos 89 anos, em consequência da leucemia com que foi diagnosticado há alguns meses.

O multimilionário texano Ross Perot morreu durante a madrugada desta terça-feira, na cidade de Dallas, segundo adiantou à imprensa local o porta-voz da família, James Fuller. De acordo com o porta-voz, o empresário foi diagnosticado com leucemia em fevereiro, e uma infecção secundária em março quase lhe levou então a vida.

Perot, cujas biografias retratam como um multimilionário que se construiu sozinho, tornou-se um dos homens mais ricos do país depois de fundar em 1962 a empresa de serviços informáticos Electronic Data Systems Corp. Um dos pioneiros do setor, Perot  vendeu mais tarde a empresa à General Motors por 2.5 mil milhões de dólares.

O empresário viria a criar em 1988 outra empresa, a Perot Systems, que liderou até 2004, altura em que entregou a liderança da companhia ao filho, passando a ocupar a presidência honorária.

Em 1992, Perot saltou para o palco da política norte-americana, lançando-se como candidato independente à presidência do país, contra o então presidente republicano George H.W Bush e o candidato democrata Bill Clinton.

Nestas eleições, que deram a primeira vitória a Bill Clinton, o multimilionário texano teve cerca de 19% dos votos, a maior percentagem para um candidato independente em mais de 80 anos.

O amplo apoio recolhido por Ross Perot foi considerado pelos republicanos o grande responsável pela derrota de George Bush, um dos poucos presidentes norte-americanos que não conseguiu ser reeleito para um segundo mandato.

Quatro anos mais tarde, em 1996, Perot voltaria a candidatar-se às eleições presidenciais, à frente do Partido da Reforma dos EUA e com um programa ultraconservador. Recebeu então apenas 8,4% dos votos, numa vitória fácil de Clinton. O programa de Perot, diz o Observer, abriu as portas ao movimento Make America Great Again de Donald Trump.

Ross Perot e sua mulher, Margot, tiveram cinco filhos e 16 netos.

  ZAP // EFE

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.