Morreu o “Mata Sete”, o serial killer responsável pelo massacre do Osso da Baleia

(dr)

O bancário da Marinha Grande, conhecido por Mata Sete, por ter assassinado sete pessoas à facada, a tiro e à paulada, em março de 1987, foi encontrado morto em casa, em França, onde vivia há 16 anos, após ter cumprido 14 de pena.

Vítor Jorge tinha 69 anos e vai ficar sepultado na ilha francesa de Córsega e o funeral só deverá realizar-se durante esta semana.

O bancário matou cinco jovens na praia do Osso da Baleia, Pombal, numa espiral de violência que prosseguiu horas depois, quando assassinou a mulher e a filha mais velha com múltiplas facadas, num pinhal a 2,5 quilómetro de casa, na Amieira, Marinha Grande.

As circunstâncias da morte ainda não são conhecidas, mas, segundo o Correio da Manhã, que avançou a notícia, a prima do homicida que o acolheu em França quando saiu da prisão afirma que este morreu de uma doença da qual já padecia há algum tempo.

“Ele andava doente há muito tempo, tinha um cancro no estômago e sofria do coração”, contou Isabel Jorge. A familiar explicou que Vítor Jorge estava em casa, que ainda chamaram um médico para o assistir, mas acabou por morrer.

No entanto, “amigos atuais”, também citados pelo jornal, negam esta versão e garantem que se suicidou com medicamentos. O amigo Jean Michel Grimaldi, que diz ter “grande estima e consideração” por Vítor Jorge, recorreu às redes sociais para “recordar os bons tempos” que passaram juntos, sobretudo nos últimos dez anos.

Vítor Jorge morreu a 29 de dezembro, mas o corpo só foi encontrado entre dia 30 e 31 do mesmo mês.

O crime

Vítor Jorge foi o responsável por um dos crimes que mais chocou Portugal. Na noite de 1 para 2 de março de 1987, na praia do Osso da Baleia, assassinou a tiro e à pancada cinco jovens entre os 17 e os 24 anos.

O grupo de amigos tinha estado na festa de anos de uma das raparigas. Depois do fim das festividades, os jovens seguiram para a praia do Osso da Baleia à boleia de Vítor Jorge.

Pouco depois, dirigiu-se para casa, na Amieira, e atraiu a mulher e uma filha para um pinhal, onde as matou à facada. Ao massacre escaparam a filha de 14 anos, que suplicou ao pai que não a matasse, e um filho de Vítor Jorge.

A filha de 14 anos que escapou alertou a GNR, que descobriu pouco depois os corpos da mãe e da irmã. O outro irmão, o filho mais novo de apenas dez anos, foi encontrado na sua cama a dormir, com uma “elevada quantia de dinheiro a seu lado”.

Quando a GNR chegou à praia, Vítor Jorge tinha deixado pistas. Dentro do carro foram encontradas as armas e um papel onde se lia: “Mato a minha mulher porque não era virgem quando casou, mato as minhas filhas para não serem pasto para os prazeres do mundo, poupo o meu filho para perpetuar a semente do mal”.

Num diário que foi encontrado mais tarde, Vítor Jorge tinha detalhado um plano para matar outras 14 pessoas.

Vítor Jorge não se entregou às autoridades e andou fugido durante dois dias, mas foi detido a 5 de março deitado no chão numa casa em ruínas em Porto de Mós. Confessou ter sido o autor do múltiplo homicídio e foi levado poucos dias depois à praia do Osso da Baleia pelo juiz de instrução criminal de Leiria para uma reconstituição do crime. Tinha na altura 38 anos e seria condenado a 20 anos de prisão.

Recluso exemplar nos Estabelecimentos Prisionais de Leiria e, depois, em Coimbra, Vítor Jorge acabou por ser libertado após 14 anos de prisão, beneficiando das amnistias aprovadas durante o cativeiro. A sua libertação foi recebida com indignação, desta vez pela alegada brandura das leis penais portuguesas. Foi viver para Inglaterra quando foi libertado e, mais tarde, para a Córsega, onde faleceu.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Em Portugal o crime parece compensar, matou sete nem pela morte de um sequer chegou a pagar e depois foi de férias para a Córsega, que belo exemplo de justiça!

RESPONDER

Limitação dos apoios a sócios-gerentes não é "justa", diz Confederação das empresas

A Confederação das Micro, Pequenas e Médias Empresas não entende a razão para limitar a ajuda a sócios-gerentes ao valor de 1.905 euros, proposta que não consideram justa. Em entrevista à Rádio Observador na quinta-feira, o …

Devolução de manuais. Diretores acusam políticos de "brincar às escolinhas"

Os diretores escolares criticaram hoje o 'timing' da proposta de suspensão de devolução de manuais escolares, acusando os políticos de andar a “brincar às escolinhas” sem perceberem o trabalho que implica reutilizar milhões de livros. O …

Passageiros dos EUA e PALOP têm de apresentar teste negativo de covid-19

O Governo prorrogou várias medidas restritivas do tráfego aéreo com destino e a partir de Portugal, com novas orientações e exceções, num despacho publicado terça-feira em Diário da República. Segundo noticiou o Expresso, um comunicado do …

PGR angolana diz que Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal

Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal ou noutro país com acordos judiciários com Angola, no âmbito do processo-crime por alegada má gestão e desvio de fundos da Sonangol, disse à Lusa fonte da …

Autoridades descartam participação da milícia "Escritório do Crime" no caso Marielle Franco

O envolvimento da milícia conhecida como "Escritório do Crime" no homicídio da vereadora e ativista Marielle Franco chegou a ser investigado, mas foi descartado pela polícia brasileira. O delegado brasileiro Daniel Rosa, da cidade do Rio …

Desconfinamento não foi suficiente. Desemprego volta a subir em Espanha para valores de 2016

O número de desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego em Espanha voltou a aumentar em 5.107 pessoas em junho, uma desaceleração em relação a maio, atingindo um total de 3.862.883 espanhóis. De acordo com os …

Governo vai monitorizar discurso de ódio na Internet

O Governo vai monitorizar o discurso de ódio nas plataformas online, estando "em vias" de dar início à contratação pública de um projeto que deverá traduzir-se num barómetro mensal de acompanhamento e identificação de sites. Segundo …

Tribunal britânico decide que é Guaidó (e não Maduro) quem manda nas reservas de ouro da Venezuela

A justiça britânica decidiu esta quinta-feira que é o líder da oposição venezuelana Juan Guaidó e não o Presidente Nicolás Maduro quem tem autoridade sobre as reservas de ouro da Venezuela depositadas no Banco de …

Mistério resolvido. Cientistas descobriram como é que as cobras "voam"

Nem todas as cobras se movem arrastando-se discretamente pelo chão. Há uma cobra do género Chrysopelea que parece voar de árvore em árvore. Agora, os cientistas descobriram como é que estes animais se movem pelo …

Mais de 80 mil pessoas registaram-se na Segurança Social desde janeiro

O programa “Segurança Social na Hora”, criado em janeiro deste ano, abrangeu até ao momento 80.700 pessoas, de acordo com os dados divulgados pela ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS). Ana Mendes Godinho avançou …