Morreu Freitas do Amaral

José Sena Goulão / Lusa

Diogo Freitas do Amaral morreu nesta quinta-feira aos 78 anos de idade. O fundador do CDS estava internado nos cuidados intermédios do Hospital da CUF, em Cascais, desde meados de Setembro.

As causas da morte do antigo ministro dos Negócios Estrangeiros não foram ainda divulgadas, mas o Observador apurou que Freitas do Amaral morreu depois de uma paragem cardíaca.

O antigo presidente e fundador do CDS estava internado desde o dia 14 de Setembro, conforme transmitiu à agência Lusa fonte da sua família. O internamento terá sido motivado por hemorragias fortes em consequência de um cancro nos ossos, segundo revelou o Correio da Manhã.

No final de Junho deste ano, Freitas do Amaral lançou o seu terceiro livro de memórias políticas, intitulado “Mais 35 anos de democracia – um percurso singular”, que abrange o período entre 1982 e 2017, editado pela Bertrand.

Nessa ocasião, em que contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o primeiro líder do CDS e candidato nas presidenciais de 1986 recordou o seu “percurso singular” de intervenção política, afirmando que acentuou valores ora de direita ora de esquerda, face às conjunturas, mas sempre “no quadro amplo” da democracia-cristã.

Freitas do Amaral fez parte de governos da Aliança Democrática (AD), entre 1979 e 1983, e mais tarde do PS, entre 2005 e 2006, após ter saído do CDS em 1992.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Um grande senhor da democracia portuguesa. Quase que diria o ultimo Senador da democracia.
    Estive do lado contrário nas presidenciais e durante seu percurso político, mas é um nome incontornável do pós-25 de Abril.

  2. Tal como diz o António, eu também estive do lado oposto nas Presidenciais, embora nem votasse ainda. Mas sem dúvida… Um grande pedagogo, excelente académico e uma figura histórica incontornavel da democracia. Poderá quiça não ter sido o melhor exemplo de bravura política, no final da AD mas, sem dúvida um grande intelectual e com bom senso de justiça política.

  3. O homem morreu, Deus o tenha, mas não é por isso que mudo a minha opinião em relação a este senhor. E por pouco positiva ser, fico com ela para mim, por respeito ao falecido.

  4. Quando se houve à boca cheia que vivemos em democracia, que estão a morrer os pais, causa-me muita estranheza que só os pensionistas dourados, os administradores, os professores, a azeitarada do costume é convidada a dar opinião. Então e os outros, o tal povão que lhe deu votos? desapareceu?. Aquela gente que só pariu filhos para morrer em África ou fugirem da fome para qualquer parte e, que com o dito 25 de 74, ainda acreditaram que sim, era possível; esses que votaram no Freitas do Amaral, não são convidados?. Os outros que também lutaram para que sim, vão ter direito a um dia de luto nacional?
    Pela parte que me toca desejo que esteja no lugar que merece e que se poupe na despedida.

RESPONDER

Governo disponível para retomar reuniões no Infarmed (mas nega falta de informação)

O Governo manifestou esta quinta-feira “abertura para retomar as reuniões” no Infarmed sobre o ponto de situação da epidemia de covid-19, mas rejeitou falhas na informação ao parlamento e aos partidos. Na conferência de imprensa do …

Israel e Emirados Árabes Unidos alcançam "acordo histórico" mediado pelos Estados Unidos

O Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou esta quinta-feira que Israel e os Emirados Árabes Unidos concordaram em estabelecer relações diplomáticas plenas, como parte de um acordo para impedir a anexação israelita de terras ocupadas pelos …

Em contingência, Câmaras de Lisboa passam a definir horários do comércio. O (pouco) que muda este sábado

A generalidade de Portugal continental continuará em situação de alerta e a Área Metropolitana de Lisboa em situação de contingência até ao final do mês devido à pandemia de covid-19, anunciou o Governo. Segundo explicou esta …

Três meses depois do anúncio, o apoio de emergência às Artes ainda não chegou

Cinquenta das 311 entidades abrangidas pela Linha de Apoio de Emergência às Artes, dotada de 1,7 milhões, ainda não tinham esta quinta-feira recebido o valor que lhes foi atribuído, três meses depois do anúncio dos …

Avaliação dos professores, "mock exams" e testes no outono. Britânicos podem "escolher" as próprias notas

O Governo britânico deu aos estudantes de liceu três alternativas diferentes para obterem o resultado das suas avaliações deste ano letivo, que foi atípico devido à pandemia de covid-19. De acordo com o jornal britânico The …

Governo reitera que não há exceções para a Festa do Avante. Críticas multiplicam-se

A ministra de Estado e da Presidência destacou que o Governo “não tem competências legais ou constitucionais” para proibir iniciativas políticas como a Festa do Avante!, mas salientou que não serão admitidas exceções às regras. Na …

Trabalhadores que estiveram em lay-off durante pelo menos 30 dias também vão ter bónus

O Conselho de Ministros aprovou um decreto-lei que clarifica que os trabalhadores que estiveram em lay-off por mais de 30 dias consecutivos, mesmo sem completar um mês civil, vão receber o complemento de estabilização. "Criado com …

Marcelo pede tolerância zero contra o racismo (e pede “sentido nacional” a Governo e oposição)

O Presidente da República recomendou esta quinta-feira aos democratas “tolerância zero” e “sensatez” para combater o racismo, ao comentar as ameaças de que foram alvo três deputadas e outros sete ativistas. “Os democratas devem ser muito …

43% das escolas no mundo sem condições de higiene para reabertura segura

Mais de 40% das escolas no mundo não têm acesso a condições básicas de higiene, como água para lavar as mãos e sabão, aumentando os riscos de reabertura no contexto da pandemia de covid-19, alertam …

Mais seis mortes, 325 novos casos e 237 recuperados

Portugal regista esta quinta-fira mais seis mortes por covid-19, 325 novos casos de infeção e mais 237 pessoas dadas como recuperadas em relação a quarta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo …