Morreu Charlie Watts, baterista dos Rolling Stones

Poiseon Bild & Text / Wikimedia

Charlie Watts, baterista dos Rolling Stones, morreu aos 80 anos.

Morreu Charlie Watts, baterista dos Rolling Stones, aos 80 anos de idade, anunciou o agente, esta terça-feira.

O músico morreu “em paz, num hospital de Londres, rodeado pela sua família”, disse o agente Bernard Doherty.

“O Charlie era um marido adorado, pai e avô e também, enquanto membro dos Rolling Stones, um dos grandes bateristas da sua geração”, acrescentou. “Pedimos que seja respeitada a privacidade da família, dos membros da banda e dos amigos próximos nestes tempos difíceis”.

O músico tinha sido submetido a uma cirurgia de emergência, no início deste mês. Não se conhece a razão que o levou a ser operado com urgência.

Na altura, a banda anunciou que o baterista iria ser substituído temporariamente por Steve Jordan.

“Com os ensaios a começar dentro de algumas semanas, isto é, no mínimo, dececionante, mas também é justo afirmar que ninguém previu. Pela primeira vez o meu ritmo tem estado um pouco estranho. Tenho trabalhado duro para estar completamente bem, mas hoje devo aceitar os conselhos especialistas de que isto vai demorar mais um pouco”, lamentou o próprio Charlie Watts após a operação.

“Depois de todo o sofrimento causado pela covid, eu realmente não quero desapontar os fãs dos Stones que já estão com os seus bilhetes com mais um anúncio de adiamento ou cancelamento. Por isso, pedi ao meu grande amigo Steve Jordan para me substituir”, acrescentou.

Em 2004, Watts foi diagnosticado com cancro da garganta e submeteu-se a vários tratamentos.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.