/

Governo May sobrevive. Moção de censura trabalhista rejeitada

1

Stefan Wermuth / Reuters

A primeira-ministra britânica Theresa May

O Parlamento britânico rejeitou hoje uma moção de censura ao Governo conservador da primeira-ministra Theresa May, com 325 votos contra e 306 a favor.

A moção foi apresentada na terça-feira à noite pelo Partido Trabalhista, depois de a Câmara dos Comuns ter chumbado, por 432 votos contra e 202 a favor, o acordo negociado durante 17 meses pelo executivo de May com Bruxelas para a saída do Reino Unido da União Europeia (‘Brexit’).

Esta foi a pior derrota infligida a um governante britânico desde a década de 1920, quando faltam menos de três meses para a saída do Reino Unido da UE, marcada para 29 de março.

Submetida a votação pelas 19:00, a moção de censura, que o Governo venceu por uma margem de 19 votos, tinha poucas hipóteses de ser aprovada, já que o Partido Conservador de May e o pequeno partido unionista norte-irlandês DUP, seu aliado, e dispõem, juntos, de maioria absoluta.

Apesar de ter esta terça-feira abandonado a coligação e votado contra o acordo de ‘Brexit’, o DUP cerrou fileiras com os Conservadores na votação da moção de censura trabalhista, garantindo a sua rejeição.

  ZAP // Lusa

1 Comment

  1. …que palermice !! chumbam o plano e a Senhora que não tem vergonha, mantem-se no Governo… e Sua Magestade, tem alguma coisa a dizer sobre os assunto ?? já algum Jornalista, à semelhança do que fazem ao Presidente Trump, lhe foi enfiar um microfone no nariz e perguntar-lhe o que é que ela pensa sobre o Estado miseravel em que a Nação se encontra ?? e sobre o Brexit, sua Magestade tem alguma coisa a dizer ?? aquela Monarquia só serve para alimentar a revistas cor-de-rosa, sobre cores dos sapatos, cores das malas… e fatinhos saia-e-casaco !!!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE