Missas do Santuário de Fátima em 2013 com mais 160 mil fiéis do que em 2012

hugo.esteves / Flickr

-

Mais 160 mil fiéis participaram no ano passado nas missas oficiais celebradas no Santuário de Fátima, num total de 3,489 milhões de pessoas, quando em 2012 esse número foi de 3,328 milhões de peregrinos, anunciou hoje a instituição.

Dados disponibilizados no decurso de mais um encontro de hoteleiros e responsáveis de casas religiosas que acolhem peregrinos, no Santuário de Fátima, indicam, por outro lado, que se registou um decréscimo de fiéis noutro tipo de celebrações oficiais, como a procissão das velas ou a recitação do terço.

Nestas celebrações, num total de 1.641 em 2012, estiveram 2,696 milhões de pessoas, enquanto o ano passado o santuário registou 2,357 milhões de fiéis em 1.643 cerimónias, o que representa um decréscimo de cerca de 338 mil peregrinos.

Já as missas oficiais totalizaram 2.539 em 2013, menos dez do que no ano anterior.

Quanto às peregrinações organizadas – as que são comunicadas aos serviços da instituição -, em 2013 houve 4.309 grupos, nacionais e estrangeiros (em 2012 foram 4.254), num total de 567.964 peregrinos (mais 52.064 fiéis que no ano anterior, aumento que se deve aos nacionais).

Os espanhóis continuam a ser os estrangeiros que mais visitam o santuário em peregrinações organizadas, seguidos pelos italianos, polacos e brasileiros, confirmando-se a tendência verificada nos últimos anos no maior santuário mariano do país.

De Espanha, o templo contabilizou em 2013 – ano em que houve peregrinações de 86 países estrangeiros – cerca de 31 mil fiéis, o dobro, por exemplo, de Itália.

A informação hoje disponibilizada revela, também, que o número de pessoas que se confessa no santuário continua a decrescer desde 2009, registando o ano passado o valor mais baixo: 115.112 penitentes.

O reitor do Santuário de Fátima, padre Carlos Cabecinhas, reconheceu existir “uma diminuição dos peregrinos estrangeiros”, destacando os de Espanha e Itália, e referindo que se trata de países que estão a atravessar, como Portugal, dificuldades financeiras.

“Mas tivemos um aumento – que superou essa quebra – de peregrinos portugueses”, realçou.

À Lusa, o reitor considerou que a peregrinação está em “permanente mutação”, sendo que o acolhimento aos peregrinos obriga a instituição a estar sempre atenta “às alterações que se vão produzindo”, de forma a adequá-lo “às reais necessidades”.

A este propósito lembrou: “Durante muitos anos, a afluência de peregrinos a Fátima verificava-se nos dias 12 e 13 de maio a outubro, tendo como grande picos os meses de maio, agosto e outubro”.

“Maio continua a ser a grande peregrinação, mas atualmente o 10 de junho congrega habitualmente mais peregrinos que outubro ou agosto”, notou o sacerdote, admitindo que “durante muitos anos, o Santuário de Fátima vivia um tempo de seis meses de funcionamento pleno, a que se seguiam mais seis meses ‘a meio gás’.

Segundo o sacerdote, “hoje a situação mudou significativamente”.

“A afluência fica muito condicionada pelo facto de os dias 12 e 13 de maio e outubro ocorrerem ao fim de semana ou em dias laborais. Além disso, os domingos tornaram-se dias de grande ou moderada afluência, o que antes não acontecia”, declarou, salientando que esta situação levou o santuário de Fátima a rever o seu programa.

Nesse sentido, Carlos Cabecinhas informou que foi delineado “um programa base que se mantém durante todo o ano, porque durante todo o ano” há peregrinos que procuram o templo, justificou, garantindo: “Qualquer peregrino que venha ao Santuário neste período do ano não fica dececionado por não poder participar nas celebrações ou encontrar os serviços encerrados”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Paços de Ferreira 0-5 Benfica | Seferovic “parte tudo” na Capital do Móvel

Na noite deste sábado, o Benfica somou o sétimo triunfo consecutivo no campeonato, ao golear o Paços de Ferreira por 5-0, num embate relativo à 26.ª jornada do campeonato. A equipa de Jorge Jesus, que acabou …

Após terramotos e deslizamentos, a "cidade moribunda" de Itália ainda resiste no topo de uma montanha

Chamar-se a si mesmo de "Cidade Moribunda" pode não parecer a melhor forma de atrair turistas, mas Civita, em Itália, aprendeu a viver com o facto de estar a morrer. Há vários séculos, a cidade …

"Alexa, estou com calor." Já é possível controlar o ar condicionado de um Lamborghini apenas com a voz

A Amazon está a dar um grande passo na indústria automóvel ao integrar a Alexa no Huracán EVO da Lamborghini, não apenas para fazer perguntas, mas dando ao assistente virtual a capacidade de controlar as …

Nova tecnologia pode enviar luz solar para o subsolo

Investigadores da Universidade Tecnológica de Nanyang, na Singapura, inventaram um novo dispositivo que pode ajudar o país a iluminar a sua crescente infraestrutura subterrânea. A Singapura é um dos países que tem apostado cada vez mais …

Livro lança "caça ao tesouro" a urna de ouro oferecida por Inglaterra a França antes da Entente Cordiale

Um novo enigma literário está prestes a chegar às estantes de livros com uma recompensa incomum. Pistas em "The Golden Treasure of the Entente Cordiale" podem levar leitores no Reino Unido e França a um …

Para evitar casos de burnout, LinkedIn deu uma semana de férias aos quase 16 mil funcionários

O LinkedIn decidiu dar uma semana de férias (remunerada), que começou esta segunda-feira, a todos os seus funcionários espalhados pelo mundo. O objetivo? Desconectar, recarregar baterias e prevenir casos de burnout.  "Queríamos ter a certeza de …

Pequenos nadadores-robô curam-se a si próprios (e em movimento)

Uma equipa de investigadores da American Chemical Society desenvolveu pequenos robôs nadadores que conseguem curar-se a si mesmos magneticamente. O tecido vivo pode curar-se autonomamente de muitos ferimentos, mas fornecer habilidades semelhantes a sistemas artificiais, como …

Tondela 0-2 FC Porto | Missão cumprida com serviços mínimos

Missão cumprida. O FC Porto fez poupanças no jogo com o Tondela, mas levou os três pontos para casa, graças a um triunfo por 2-0. Os “dragões” foram claramente superiores no primeiro tempo, marcaram por Toni …

Portugal pode atingir linha vermelha dos 120 novos casos por 100 mil habitantes em dois meses

Portugal pode atingir uma taxa de incidência de de 120 casos por 100 mil habitantes daqui a dois ou mais meses se se mantiver o atual ritmo de crescimento deste indicador. Esta é a conclusão de …

Akon ainda não construiu a "Wakanda da vida real", mas o Uganda já lhe está a dar terrenos para a segunda

O artista de R&B Akon ainda não concretizou a sua visão ambiciosa de uma cidade “futurística” alimentada por uma criptomoeda chamada “Akoin” e construída num terreno que lhe foi dado pelo governo senegalês. Contudo, o …