Ministro nega perdas nos fundos com derrapagem dos investimentos na Ferrovia 2020

Tiago Petinga / Lusa

O ministro do Planeamento, Nelson de Souza

O ministro do Planeamento, Nelson de Souza.

O ministro do Planeamento, Nelson de Souza, garantiu que “não se vai perder nenhum” dinheiro com a derrapagem dos investimentos na Ferrovia 2020.

Esta quarta-feira, Nelson de Souza explicou que “dois projetos marginais do Ferrovia 2020 que estavam previstos concluir” vão ser “substituídos por outros investimentos” para que o país não perca o dinheiro a que ainda tem direito vindo do Portugal 2020.

O ministro do Planeamento disse que tem “os cálculos” dos montantes que têm de ser reprogramados, mas recusou revelar o valor. Segundo o Expresso, o governante argumentou que não tem “nenhuma obrigação de comunicar isso à Comissão Europeia”, pelo menos nesta fase.

Não se vai perder dinheiro nenhum do Portugal 2020, vai ser totalmente aproveitado”, afirmou o ministro, no final de uma reunião de ministros europeus dedicada ao tema da Coesão. “O que não vai ser possível completar no Ferrovia 2020 vai ser transitado para o PT2030.

O semanário avança ainda que Portugal deverá assinar “nas próximas semanas” as Disposições Operacionais (Operational Arrangement) com a Comissão Europeia, um acordo que é uma etapa fundamental antes de enviar para Bruxelas o pedido de pagamento da primeira tranche da bazuca.

Para já, ainda não há ainda data para o pedido de pagamento do próximo cheque, que vale 1,3 mil milhões de euros em subsídios e empréstimos.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.