Ministro da Saúde a favor do uso de canábis (mas contra a forma fumada)

Estela Silva / Lusa

Adalberto Campos Fernandes, ministro da Saúde

O ministro da Saúde manifestou-se, nesta sexta-feira, a favor do uso de canábis para fins terapêuticos, desde que de modo bem controlado e sem permitir a forma fumada.

Em entrevista à Antena 1, Adalberto Campos Fernandes entende que vai ser possível introduzir com rigor a canábis como opção terapêutica agora que os diplomas do Bloco de Esquerda (BE) e do PAN vão ser debatidos na comissão parlamentar de Saúde, depois de terem passado pelo plenário do Parlamento sem serem votados.

Adalberto Campos Fernandes diz que concorda com a utilização da canábis para fins terapêuticos, mas não com a sua forma fumada, indo assim ao encontro da posição da Ordem dos Médicos.

“Concordo em termos que seja regulada pela Autoridade Nacional do Medicamento, com enquadramento científico rigoroso e com sistemas de farmacovigilância muito potentes”, destaca o ministro da Saúde.

Directora-geral de Saúde sem preconceitos

A directora-geral da Saúde, Graça Freitas, também se manifesta favorável à utilização médica da canábis. “Não tenho nenhum preconceito ao uso da canábis. Antes pelo contrário. Se é efectiva, se faz bem às pessoas, se se pode regular como medicamento, estou de acordo”, diz Graça Freitas em entrevista à Rádio TSF.

“Muitos de nós ao longo da vida usam opiáceos, que à partida seriam uma droga, mas usam opiáceos de forma medicamente controlada com o objectivo de acalmar a dor, tirar sintomas incómodos, dar bem-estar às pessoas e dar qualidade de vida”, conclui.

Prescrição exclusivamente médica

A Ordem dos Médicos já reconheceu que existe forte evidência da eficácia da canábis nalguns usos terapêuticos, mas avisa que a sua prescrição deve ser exclusivamente médica, enquanto medicamento e não na forma fumada.

Um parecer do Conselho Nacional da Política do Medicamento da Ordem dos Médicos permite considerar a potencial utilização da canábis no alívio da dor crónica em adultos, como anti-vómito no tratamento do cancro, na esclerose múltipla ou no controlo da ansiedade.

A Ordem dos Médicos avisa que, pela sua potencial toxicidade, a prescrição da canábis deve ser exclusivamente médica e com regulamentação específica, como é feito com os derivados de morfina, por exemplo.

O parecer aponta para desafios concretos no uso de canábis para fins terapêuticos, sobretudo em relação ao consumo directo da planta, lembrando que “nenhum país europeu autoriza actualmente a canábis fumada para fins médicos”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Primeiro não flutuava. Agora o novo submarino espanhol não cabe nas docas

Primeiro não flutuava, por excesso de peso, e agora, não cabe nas docas. O novo submarino da Marinha Espanhola é um embaraço para a Defesa do país vizinho e um caso flagrante de derrapagem, com …

Quase um milhão de refeições escolares desperdiçadas

Quase um milhão de refeições escolares que tinham sido encomendadas foram desperdiçadas porque os alunos faltaram, revela o relatório anual do ministério da Educação sobre cantinas concessionadas a privados. Entre setembro do ano passado e 31 …

Arrojada no céu: Aston Martin apresenta carro voador de luxo

A Aston Martin apresentou recentemente o Volante Vision Concept, uma aeronave arrojada e futurista destinada a transportar passageiros em voos de médias e longas distâncias. A Aston Martin pôs em cima da mesa as suas soluções …

Marta Soares recusa candidatura de Bruno de Carvalho

Bruno de Carvalho tentou formalizar a sua candidatura à presidência do Sporting, esta quarta-feira, tendo sido prontamente recusada por Jaime Marta Soares. O advogado de Bruno de Carvalho, Pedro Proença, deslocou-se esta quarta-feira ao Estádio de …

Hungria retira-se de pacto mundial sobre as migrações aprovado na ONU

A Hungria, com um Governo abertamente hostil à imigração, declarou que se retira do pacto mundial sobre as migrações aprovado, na semana passada, nas Nações Unidas, por considerar que encoraja o fluxo de pessoas "perigosas". O …

Lisboa vai proibir copos de plástico a partir de 2020

Um dos objetivos da Câmara Municipal de Lisboa para o ano em que a cidade será a Capital Verde Europeia é banir os copos de plástico até 2020. Segundo o Diário de Notícias, esta é uma …

Prisão preventiva para 39 dos 58 arguidos dos Hells Angels

O Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa determinou prisão preventiva para 39 dos 58 arguidos como medidas de coação no âmbito do processo do grupo Hells Angels e apresentações periódicas às autoridades para os restantes. Segundo …

Bruxelas aplica multa recorde de 4,3 mil milhões de euros à Google

A Comissão Europeia aplicou, esta quarta-feira, uma multa com valor recorde de 4,3 mil milhões de euros ao gigante norte-americano Google por abuso de posição no mercado devido ao sistema Android. Esta sanção, destinada a punir …

Rapazes salvos na Tailândia saíram do hospital e recordam "milagre"

As 12 crianças e o treinador de futebol que ficaram presos numa gruta inundada na Tailândia e que estavam internados desde a semana passada receberam esta quarta-feira alta hospitalar e falaram pela primeira vez desde …

Hotel processa sobreviventes do massacre de Las Vegas

A empresa que detém o hotel Mandalay Bay, em Las Vegas –  onde Stephen Paddock disparou sobre uma multidão num festival de música country –, processou mil de vítimas do ataque, argumentando não ter "qualquer …