Ministra da Justiça só soube do caso na cadeia de Paços de Ferreira pela imprensa

Manuel de Almeida / Lusa

A ministra da Justiça, Francisca van Dunem

A ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, disse hoje no parlamento que o Governo só soube dos acontecimentos no Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira através da imprensa. O Governo abriu um inquérito para que se investigasse o caso.

Foi aberto um inquérito para saber por que só soubemos disso através da comunicação social”, revelou Francisca Van Dunem durante a sua audição na Comissão Parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias.

A prisão de Paços de Ferreira foi alvo de uma polémica no mês passado, após a festa de anos de um dos reclusos ter sido filmada e transmitida na rede social Facebook. O caso não foi comunicado ao Ministério da Justiça e Francisca Van Dunem diz só ter tido conhecimento através da imprensa.

A utilização de telemóveis é proibida dentro dos estabelecimentos prisionais. No entanto, apesar disso, o vídeo mostra vários reclusos a utilizarem um aparelho destes. Nenhum guarda prisional surge na filmagem divulgada.

As imagens mostram um grupo de reclusos a dançar e a comer bolo de aniversário. A Direção-Geral dos Serviços Prisionais instaurou “um inquérito interno, a cargo do Serviço de Auditoria e Inspeção, e coordenado por um procurador”.

De acordo com o Sapo24, Francisca Van Dunem salientou que, no seguimento do ocorrido, foram tomadas medidas, tendo havido rusgas sucessivas em que foram apreendidos telemóveis, drogas e outros produtos proibidos em meio prisional.

O deputado do CDS/PP Telmo Correia caracteriza o controlo de telemóveis nas cadeias como “uma questão crítica“. Atualmente estão a ser feitas diversas obras de requalificação e melhoramento das infraestruturas prisionais, para que a segurança seja inclusive aprimorada.

Além disso, a Ministra da Justiça portuguesa afirmou que, em breve, será aprovada a proposta de lei que altera as regras de acesso ao direito e que alarga a base de incidência de quem pode aceder ao apoio judiciário.

Não fui eleita para satisfazer as reivindicações das classes profissionais, mas para cumprir o programa do Governo” na área da justiça, chutou Francisca van Dunem. A ministra disse que o Governo não tem condições para satisfazer “todas as pretensões” e reivindicações dos profissionais do setor. Mesmo assim, garante que tem dialogado com os sindicatos para resolver os problemas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Entretenimento saudável". Santa Casa desvaloriza estudo sobre raspadinhas

O Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa desvalorizou a investigação da Universidade do Minho que aponta para o vício das raspadinhas. Esta sexta-feira, um artigo científico publicado na The Lancet alertou para …

"Diga-lhe para ligar ao FBI". Autocarro com a cara do príncipe André circula em Londres

Um autocarro escolar, com a cara do príncipe André, andou a circular por Londres, esta sexta-feira, numa campanha da advogada Gloria Allred para pressionar o filho da Rainha a falar com o FBI. Esta sexta-feira, um autocarro …

Suspeito de terrorismo ouvido em tribunal (com o juiz a recusar ver os seus vídeos por não ter Internet)

O arguido Rómulo Costa, um dos oito portugueses acusados por financiamento ao terrorismo e recrutamento, adesão e apoio ao Estado Islâmico, foi interrogado, esta sexta-feira, na fase de instrução do processo que vai decorrer no …

FC Porto recorre do castigo de um jogo à porta fechada

O FC Porto vai recorrer do castigo de um jogo à porta fechada, aplicado pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) por ofensa a um agente desportivo. "O FC Porto vai recorrer …

Moita Flores investigado por corrupção. Antigo PJ fala em "coincidência" com empréstimo aos filhos

Francisco Moita Flores, antigo inspector da Polícia Judiciária e ex-presidente da Câmara de Santarém, está a ser investigado por suspeitas de corrupção. Há transferências de dinheiro de uma construtora para empresas a que esteve ligado …

SOS Animal vai constituir-se assistente no processo contra João Moura

A SOS Animal anunciou, esta sexta-feira, que se vai constituir assistente no processo criminal contra o cavaleiro tauromáquico detido, na quarta-feira, por suspeitas de maus-tratos a cães em Monforte, no distrito de Portalegre. Em comunicado, a SOS …

SMS de Rangel revelam teia de corrupção na Relação de Lisboa. Juiz Vaz das Neves tem empresa contra a lei

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, Luís Vaz das Neves, que foi constituído arguido na Operação Lex, tem uma empresa que se dedica à arbitragem extrajudicial de conflitos, o que constitui uma violação …

Presidente da PwC esteve em Lisboa para controlar danos do Luanda Leaks

O presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC) esteve em Lisboa, há duas semanas, para controlar os danos provocados pelo caso Luanda Leaks. Bob Moritz, presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC), esteve em Lisboa, há duas semanas, para perceber até …

CM Lisboa vai negociar avenças em parques para moradores da envolvente da Baixa

O presidente da Câmara de Lisboa afirmou, esta sexta-feira, que a autarquia irá tentar acordar com os operadores dos parques de estacionamento da envolvente da Zona de Emissões Reduzidas da Baixa-Chiado a criação de "avenças …

Caso Marega. PGR tinha brigada anti-racismo no jogo de Guimarães

A equipa do Ministério Público estava de serviço, no jogo entre V. Guimarães e FC Porto, quando o jogador maliano decidiu abandonar o campo na sequência de cânticos racistas. De acordo com o semanário Expresso, a …