Ministério Público pede condenação da ex-ministra Ana Jorge

EMCDDA / Wikimedia

Ana Jorge, ex-ministra da Saúde

Ana Jorge, ex-ministra da Saúde

A antiga ministra da Saúde está na lista de responsáveis da Administração Regional da Saúde de Lisboa e Vale do Tejo que o MP pretende condenar por um pagamento indevido de cerca de 21 milhões.

O Ministério Público pediu esta quinta-feira a condenação da ex-ministra Ana Jorge, juntamente com mais dezanove pessoas que faziam parte da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, avança a agência Lusa.

O caso remonta ao período entre 1998 e 2001, numa altura em que a antiga ministra da Saúde era ainda presidente dessa administração.

Em causa está um pagamento indevido de cerca de 21 milhões de euros à sociedade que geria o hospital Amadora-Sintra.

Ana Jorge ocupou esse cargo entre 1997 e 2000, tendo depois seguido para o anterior Governo socialista, no qual assumiu a pasta da Saúde.

Este processo já dura há mais de dez anos, algo que os advogados dos 20 acusados lamentam que se continue a arrastar, uma vez que não houve qualquer tipo de pagamento indevido.

A defesa alega que o pagamento feito à sociedade em questão está comprovado nos serviços e tratamentos que foram realmente efetuados.

A procuradora do MP, por outro lado, não pensa da mesma forma e pretende que os acusados assumam a responsabilidade desta situação.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Bom caros leitores, o que é certo é que não acontece neste país em degradação pela corrupção, se pensam que esta e muitos mais como esta vão pagar as favas ao povo e dormir na choça, tirem o cavalinho da chuva, roubou o suficiente para comprar a justiça e ir dormir na sua rica caminha, cumprimentos

RESPONDER

Astrónomos mapeiam grãos de poeira interestelar na Via Láctea

Entre as estrelas da Via Láctea, grandes quantidades de pequenos grãos de poeira flutuam sem rumo. Apesar de formarem os blocos de construção de novas estrelas e planetas, ainda não se sabe quais os elementos …

Inteligência Artificial aprendeu a pintar como Rembrandt

Investigadores ensinaram uma rede neural de Inteligência Artificial a recriar a magnum opus de Rembrandt, à qual lhe faltavam partes da obra original. O cientista Robert Erdmann trabalhou lado a lado com o Rijksmuseum, o museu …

Tempestade de areia "engoliu" cidade na China

Uma forte tempestade de areia "engoliu" a cidade de Dunhuang, no noroeste da China, no passado domingo. De acordo com o South China Morning Post, a forte tempestade de areia, que provocou nuvens de poeira com …

Raíssa faz bolachas com o lema "Fora Bolsonaro". Já se tornaram virais

Uma brasileira começou a fazer bolachas com o lema "Fora Bolsonaro" em jeito de brincadeira, mas agora já vende centenas todos os dias. Aquilo que começou como uma simples brincadeira, acabou por tornar-se viral. A ideia …

Zara, 19 anos, quer ser a mulher mais nova de sempre a voar sozinha à volta do mundo

Uma jovem, de 19 anos, pôs mãos à obra para levar a cabo um "gap year" (o chamado ano sabático) com um propósito muito fora do comum: tornar-se a mulher mais nova de sempre a …

Francês diz ter usado método matemático para ganhar o Euromilhões

O francês, que não quis revelar a sua fórmula à imprensa, ganhou, no dia 11 de junho, 30 milhões de euros com a combinação com a qual jogava há um mês. A história foi contada, esta …

Mais de metade da população portuguesa já tem a vacinação completa

Mais de metade da população residente em Portugal (52%) já tem a vacinação completa contra a covid-19, revela o relatório semanal de vacinação divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último relatório semanal …

Campeão olímpico criou problemas no seu país natal

Richard Carapaz, medalha de ouro no ciclismo, foi direto: "O país nunca acreditou em mim". Presidente do Equador, ministro e Comité Olímpico reagiram. Poucos dias depois de ter subido ao pódio final da Volta a França …

Jovens preocupados com fertilidade e efeitos secundários das vacinas contra a covid-19

Com o avanço das campanhas de vacinação, um grande número de pessoas das faixas etárias baixo dos 30 anos mostra-se relutante em tomar a vacina contra a covid-19. Os jovens falam de preocupações com fertilidade …

Dois gestos de Cla(ri)sse que ficam para a memória olímpica

Clarisse Agbégnénou foi campeã olímpica no judo, pela primeira vez - mas a atitude que demonstrou, mal venceu a final, ficará também nos registos. Campeã mundial cinco vezes, mais duas medalhas de prata. Cinco medalhas em …