Minas americanas continuam inseguras apesar de multas de mil milhões de dólares

O veredito é dado pela sistema federal que multa as empresas mineiras: nem os mais de mil milhões de dólares em multas se revelaram suficientes para desencorajar as práticas inseguras do setor.

Esta foi a conclusão do sistema federal após uma auditoria de quatro anos às empresas mineiras. Mais de mil milhões de dólares em multas, ao longo de 18 anos, e a situação pouco ou nada mudou. Os dados recolhidos mostram que “não há correlação entre as multas pagas e a segurança das operações mineiras”.

Aliás, as empresas que persistentemente ignoram as multas revelaram ter taxas de acidentes de trabalho 50% superiores às minas que pagavam as multas, revela uma investigação da rádio norte-americana NPR. Algumas das empresas falharam o pagamento de multas com vários anos a rondar os 70 milhões de dólares.

Wes Addington, diretor executivo da Appalachian Citizens Law Center, no estado do Kentucky, diz que isto só mostra que “as multas não são suficientemente altas para cessar com as más práticas”. Addington disse ainda que as empresas olham para as multas quase como “um custo do negócio“.

A Appalachian Citizens Law Center é uma firma de advocacia sem fins lucrativos que luta pela justiça nas minas de carvão, representando os mineiros e as suas famílias.

O advogado considera ainda que a auditoria feita é “superficial” e “mal projetada”, já que também inclui minas de metais e não metais.

“A mineração de carvão é uma das ocupações mais perigosas dos Estados Unidos”, disse, explicando que o facto de incluírem outras minas na auditoria distorce os resultados. “Eles não têm as lesões e violações que as minas de carvão têm”, acrescentou em declarações à NPR.

Ainda assim, o sistema federal sugere um par de medidas para ajudar no combate à insegurança nas minas. Por exemplo, empresas com multas pendentes não poderão operar em novas minas.

“Sem responsabilizar os operadores das minas pelo seu histórico de segurança ou pela inadimplência antes de iniciar as operações numa nova mina, os operadores das minas têm menos incentivos para evitar futuros riscos de segurança“, concluiu a auditoria.

O caminho para corrigir a situação ainda poderá ser longo, mas há já alguns progressos recentes. Em maio, a Mine Safety and Health Administration, juntamente com o Departamento da Justiça processou as empresas de mineração detidas pela família Justice — uma das maiores devedoras inadimplentes do país, com dívidas a rondar os 5 milhões de dólares.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Até as bactérias precisam de espaço. Células esmagadas desligam a fotossíntese

Quando as bactérias ficam esmagadas, podem entrar num modo de defesa e desligar a fotossíntese, concluiu uma investigação recente, levada a cabo por cientistas da University of Colorado Boulder, nos Estados Unidos. A equipa da universidade …

Siza Vieira admite aulas por canais "estilo youtube" ou TV por cabo

O Governo está a estudar soluções que garantam que todos os alunos têm acesso aos conteúdos educativos no terceiro período, adiantou o ministro da Economia. O Governo está a estudar soluções que garantam que todos os …

Retificação ao diploma do lay-off simplificado trava despedimentos

Uma retificação ao diploma inicial do ‘lay-off’ simplificado, hoje publicada, vem acautelar que nenhum trabalhador de empresas que recorra a este apoio pode ser alvo de despedimento coletivo ou extinção de posto de trabalho. O decreto-lei …

Rocha desafia teoria da escassez de oxigénio na Terra primitiva

Uma rocha sedimentar única rica em carbono, depositada há dois mil milhões de anos, deu aos cientistas novas pistas sobre as concentrações de oxigénio na superfície da Terra nessa época. De acordo com a agência Europa Press, …

As bactérias formam comunidades na nossa língua (e uma imagem revela como)

Cientistas norte-americanos descobriram que as bactérias que vivem na nossa língua têm uma organização complexa e altamente estruturada. Os micro-organismos estão em toda a parte - até no interior da nossa boca. Um novo estudo revela …

Como sobreviver ao isolamento? Astronautas explicam

Em todo o mundo, cidades e até países inteiros estão em quarentena como forma de travar a propagação do novo coronavírus, Covid-19. Alguns astronautas deixaram conselhos sobre como sobreviver ao isolamento. Para alguns, o auto isolamento …

"Indiana Jones do mundo da arte" recupera manuscrito do poeta persa Hafez

Uma das primeiras cópias do reverenciado Divan do autor do século XIV Hafez, iluminado com ouro, será leiloado no início de abril. O famoso poeta persa do século XIV, Hafez, escreveu uma coleção de versos místicos …

O palco onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda

O palco de madeira onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda. Agora, alguém poderá replicar o primeiro concerto da famosa banda. A 10 de abril, em comemoração dos 50 anos da separação da …

Células estaminais podem ajudar a proteger os astronautas da radiação espacial

Assim que os astronautas deixam a proteção do campo magnético da Terra, ficam automaticamente expostos a níveis elevados de radiação cósmica. A Agência Espacial Europeia (ESA) está cada vez mais focada em investigações para reduzir …

Pandemia pode trazer nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas

A pandemia de Covid-19 pode trazer uma nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas como limpeza de superfícies infetadas ou vigiar pessoas em quarentena, afirmam esta quarta-feira alguns dos principais investigadores internacionais em …