Millennials trocam empregos nos bancos para fazer fortuna com a bitcoin

Os millennials – também conhecidos por geração Y – estão a deixar os seus empregos em bancos e fundos de investimento para investir em criptomoeda. Os bancos, que reagiram tarde à chegada da economia blockchain, estão a perder toda uma geração de jovens talentos.

Asim Ahmad não lhe dirá quão rico é – e por que motivo deveria? Antes de o jovem britânico ter chegado aos 30 anos, já tinha deixado o seu emprego na gigante de investimentos Blackrock, em Londres. Esse foi o fim dos seus dias a trabalhar num escritório. O que tem feito desde então?

Ahmad vive agora de lucros feitos com a criptomoeda Ether durante os seus tempos livres. O jovem conta ter investido cerca de 13.000 dólares em Ether, quando o preço rondava os 10 dólares – recentemente, a moeda foi avaliada em 470 dólares e, no início do ano, chegou mesmo a ultrapassar os 1.000 dólares.

No entanto, Ahmad não é um caso isolado. Muitos jovens que estão a iniciar as suas carreiras em grandes bancos e fundos de investimento estão a fazer o mesmo.

“A volatilidade de um dia na minha carteira é maior que o meu salário. Por isso, se eu conseguir fazer alguns investimentos certos, farei a mesma quantidade de dinheiro que o meu salário anual”, explicou o britânico à agência financeira Bloomberg. “Tudo o que conseguir acima disso é um bónus”, disse.

“Crypto-hype” tem fome de novos talentos

O Deutsche Bank e a Goldman Sachs perderam jovens promissores talentos para a economia blockchain: em vez de continuar a trabalhar em instituições financeiras, muitos destes jovens estão agora a começar as suas próprias empresas com os lucros arrecadados através da criptomoeda.

Adrian Xinli Zhang, de 29 anos, estás prestes a ser promovido a diretor do Deutsche Bank, em Nova Iorque. Ao mesmo tempo, está a construir uma plataforma de operações para ativos digitais, principalmente para criptomoedas, com os seus lucros da bitcoin.

De acordo com informações privilegiadas, Zhang já é milionário. Já não é necessário trabalhar como gestor de ativos de risco num grande banco  para fazer fortuna.

Bancos têm dificuldades com a volatilidade das criptomoedas

Embora se tenham recusado comentar o assunto, este é um problema real para muitos bancos, que reagiram demasiado devagar à chegada das criptomoedas, tendo construído as suas equipas tardiamente, perdendo assim toda uma nova geração que já se encontrava ocupada a usar o tempo livre para ganhar o que não conseguiam no escritório.

No entanto, ainda resta saber se esta terá sido a melhor decisão a longo prazo: mesmo Ahmad e Zhang estão cientes da natureza volátil das criptomoedas. Ahmad pode ganhar o salário anual em poucos dias, mas pode também perdê-lo rapidamente quando o valor da moeda cai abruptamente.

“Se começarmos a gastar mentalmente esse dinheiro, vai doer-nos quando a moeda começa a cair”, explicou Ahmad, acrescentando que “se gostarmos da volatilidade que encontramos no caminho, temos que ser capazes de aceitar que a moeda cai rapidamente e, às vezes, esta queda é ainda mais rápida que a própria subida“.

Burlões usam criptomoedas

No entanto, para os bancos, este é um modelo de negócio complicado. Os bancos são ainda incapazes de planear de forma adequada num ambiente tão volátil e, as criptomoedas ainda não são regulamentadas por lei.

Esta questão torna-se particularmente problemática na Ásia, onde muitos burlões usaram ilegalmente a “criptografia” para encher os bolsos dos seus clientes. Para a criptomoeda, não há uma instituição com autoridade equivalente à da bolsa de valores. Os criptoburlões raramente são apanhados e levados à justiça.

Isto deixa os bancos divididos: até os especialistas da velha guarda começam a ficar entusiasmados com a tecnologia Blockchain e, muitos deles até já trabalham ou investem em projetos baseados em Blockchain. No entanto, muitos ainda se mostram céticos relativamente ao futuro das criptomoedas.

Enquanto as gerações mais antigas e bem estabelecidas pesam as vantagens e desvantagens da criptomoeda, os recém chegados já estão a “embarcar” neste navio.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. E olha que ainda recentemente muitos ficaram a ganir com a queda da bitcoin que de resto deu um grande trambolhão. Isto é quase um esquema piramidal que vive da crença generalizada de que vale alguma coisa. Continuo a sustentar que de nada vale porque uma moeda tem necessariamente de ser “controlada”, “disciplinada” pelo poder político. Não pode ser de outra forma. Caso contrário temos financiamento do terrorismo, temos operações fora de controlo e da alçada dos estados,…

RESPONDER

Encontradas fibras de poliéster em todo o Oceano Ártico

Investigadores encontraram fibras de poliéster em todo o Oceano Ártico. As evidências sugerem que lavar as nossas roupas está a contribuir para esta contaminação. Há muito tempo que o Ártico provou ser um barómetro da saúde …

Campus universitários nos Estados Unidos podem tornar-se super-propagadores da covid-19

Os campus universitários podem tornar-se super-propagadores do novo coronavírus, que causa a covid-19, para toda a sua área de abrangência, concluiu uma nova investigação levada a cabo nos Estados Unidos. Analisando os 30 campus universitários …

A "máscara mais inteligente do mundo" é recarregável, tem microfone e dá luz

A Razer afirma ter criado a máscara mais inteligente do mundo. O Projeto Hazel é um design com um revestimento externo feito de plástico reciclado à prova de água e é transparente para permitir a …

Novo tratamento permite que pessoas com lesões na espinal medula voltem a mexer mãos e braços

Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington conseguiu ajudar seis participantes com lesões traumáticas da espinal medual a recuperar alguma mobilidade de mãos e braços. Muitas das pessoas que sofrem lesões traumáticas da espinal medula …

Ventiladores comprados à China custaram 1,3 milhões. Autarquias algarvias vão pedir devolução do dinheiro

Os 30 ventiladores comprados à China seriam usados nos hospitais do Algarve, mas os equipamentos não funcionam. Os autarcas vão agora exigir devolução do dinheiro. De acordo com a edição do jornal Público deste domingo, o …

EUA um passo atrás da China. Pequim leva avanço na Guerra Comercial (e as suas exportações estão em alta)

No ano em que a pandemia se expandiu em todo o mundo, muitos países viram-se em mãos com graves problemas financeiros e económicos. No caso da China, a situação foi mais positiva e o país …

Alexei Navalny detido no regresso à Rússia

O líder da oposição russa, Alexei Navalny, foi detido este domingo no aeroporto em Moscovo quando regressava à Rússia. Os serviços prisionais russos (FSIN) detiveram o opositor russo Alexei Navalny, este domingo, à chegada a Moscovo, acusando-o …

Prazo para trocas ou devoluções suspenso durante confinamento

O prazo para efetuar trocas ou devoluções de bens ficará suspenso durante o atual confinamento e as garantias que terminem neste período ou nos 10 dias seguintes serão prorrogadas por 30 dias, segundo diploma publicado …

Desde 2001 que polícias negros alertam para racismo de agentes do Capitólio

Com a invasão do Capitólio, investiga-se o alegado racismo existente na Polícia do Capitólio. Desde 2001 que agentes negros denunciam casos de discriminação racial no departamento. Desde 2001, centenas de agentes policiais negros processaram o departamento …

Um megatsunami devastou uma vila na Gronelândia. Três anos depois, há quem não possa voltar a casa

Em junho de 2017, Nuugaatsiaq, na Gronelândia, foi devastada por um megatsunami, cujas ondas foram desencadeadas por um enorme deslizamento de quase 30 quilómetros através do fiorde. Embora as ondas se tivessem dissipado quando chegaram a …