Militares viram costas à sua ministra em protesto no aniversário da GNR

António Pedro Santos / Lusa

A ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa (esq.)

Cerca de 30 militares da GNR realizaram, esta quarta-feira, um protesto simbólico contra “os gastos desnecessários com a organização da cerimónia que assinala o 106.º aniversário da corporação”, que decorre na Praça do Império, em Lisboa.

Numa iniciativa conjunta da Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR) e da Associação Nacional dos Sargentos da Guarda (ANSG), os militares vestidos com camisolas pretas viraram as costas quando o comandante-geral da Guarda Nacional Republicana e a ministra da Administração Interna Constança Urbano de Sousa discursaram, numa ação para protestar contra a atual situação da corporação.

“Numa altura em que falta tudo na GNR, este tipo de cerimónias é excessivo“, disse à agência Lusa o presidente da APG, César Nogueira, sublinhando que são gastos milhares de euros quando é necessário melhorar as condições de serviço e a qualidade de vida dos militares.

Segundo César Nogueira, na GNR “falta tudo”, como meios humanos, veículos, coletes à prova de bala e até mesmo algemas, que tem muitas vezes de ser compradas pelos elementos da corporação.

“Com esta cerimónia, parece que a GNR está bem, mas não está, e nós quisemos assinalar e demonstrar que, de facto, a GNR não está. A realidade da GNR não é, de facto, isto que se viu, este aparato todo. Aquilo que acontece no terreno é o oposto desta cerimónia”, disse aos jornalistas o presidente da associação mais representativa daquela força de segurança, no final da cerimónia.

César Nogueira adiantou que “há várias questões que estão por resolver”, como as promoções, que já deviam ter acontecido no início do ano, e o descongelamento dos índices remuneratórios, “com o Governo a arrastar esta situação para 2020”.

Questionado sobre o motivo pelo qual viraram as costas à ministra da Administração Interna, o presidente da APG afirmou: “nós não virámos as costas à ministra, a ministra é que já nos virou as costas há muito tempo”.

A APG e a ANSG vão também realizar no dia 24 uma manifestação em Lisboa contra o Estatuto Profissional da GNR, que entrou em vigor a 1 de maio.

Para César Nogueira, o estatuto “não veio resolver qualquer problema”, tendo “até agravado alguns deles”.

O presidente da APG afirmou ainda que, entre as principais contestações ao novo estatuto, estão a diminuição dos dias de férias e as promoções por escolha.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É impressão minha ou nem o cão gosta da Ministra? Eu pessoalmente não desgosto da senhora embora ache que poderia fazer um pouco mais e melhor. Mas não é seguramente das piores deste governo.

RESPONDER

Colisões de nuvens podem desencadear formação estelar

Colisões de nuvens podem desencadear formação estelar. A descoberta contribui para uma melhor compreensão da formação de estrelas massivas e do nascimento de aglomerados globulares. As estrelas formam-se pela contração gravitacional de nuvens de gás no …

Astrónomos identificam cinco planetas "Tatooine" que podem sustentar vida

Um novo estudo revelou que cinco sistemas conhecidos com planetas de estrelas duplas - como Tatooine, casa de Luke Skywalker no filme "Star Wars" - poderiam sustentar a vida. “Usamos dados colhidos pela nave espacial Kepler, …

Cientistas criam massa que muda de formato assim que entra em contacto com a água

Da penne à fusilli: as pessoas adoram massas pelos seus formatos. Agora, uma equipa de cientistas liderada pelo Morphing Matter Lab da Carnegie Mellon University está a desenvolver massas planas que se transformam em formas …

Australiana fez uma cirurgia para remover as amígdalas (e acordou com um sotaque irlandês)

No dia 19 de abril, Angie Mcyen foi submetida a uma cirurgia para remover as amígdalas, um procedimento bastante simples que demorou apenas meia hora. Uns dias depois, acordou e apercebeu-se de que tinha um …

“Foi o crime do século“. Museu Britânico mostra o impacto do assassinato de Thomas Becket na Europa

Thomas Becket foi abatido dentro da Catedral de Cantuária por cavaleiros da comitiva do rei Henrique II. O assassinato, em 1170, causou ondas de choque em toda a Inglaterra. Agora, o religioso será recordado através …

Na Índia, ser-se rico ou pobre pode fazer a diferença no acesso à vacina

A Índia enfrenta uma grave escassez de vacinas contra a covid-19. Até ao momento, só 2,5% da população recebeu ambas as doses, enquanto 10% recebeu uma. Na Índia, as pessoas que vivem em cidades com fácil …

Ilha italiana torna-se "covid-free" e mostra-se pronta para receber turistas de todo o mundo

Numa altura em que vários países da Europa já começam a planear a abertura ao turismo de forma intensiva, há regiões que mostram já estar um passo à frente. É o caso da ilha de …

Política chinesa torna uigures reféns nas suas próprias casas

A China introduziu, em 2016, uma política de parentesco para promover a harmonia nacional e a unidade étnica, levando a que desde então mais de 1,1 milhões de funcionários do Estado ocupassem periodicamente as casas …

O palco de um dos maiores contos britânicos de sempre vai transformar-se num hostel

A Irlanda aprovou uma proposta para converter num hostel um dos pontos de referência de James Joyce mais icónicos de Dublin. O irlandês James Joyce é um dos maiores escritores da literatura britânica, sendo autor de …

Liz Cheney é a cara da oposição ao "trumpismo" no Partido Republicano

Esta quarta-feira, e depois de ter criticado o antigo Presidente dos Estados Unidos, a congressista Liz Cheney foi afastada de um cargo de liderança no Partido Republicano. Na noite desta terça-feira, e pouco antes de …