Militantes do PSD de Seia impedidos de votar admitem recorrer a tribunal

Mário Cruz / Lusa

Cerca de 40 militantes do PSD em Seia foram impedidos de votar nas diretas por os seus nomes não constarem nos cadernos eleitorais e dois deles admitem participar o caso ao Ministério Público.

Os militantes, inscritos na secção concelhia local, não votaram para a liderança do partido por não terem recebido atempadamente as referências multibanco para pagarem as quotas, apesar de terem enviado a atualização dos seus dados por correio até 13 de dezembro, que era a data limite.

José Figueiredo, militante do PSD “há quase 40 anos”, foi um dos que não votou no ato eleitoral de sábado e não esconde a revolta pela situação, alegando que sempre acreditou que, mesmo não tendo pago as quotas com antecedência, o pudesse fazer momentos antes de exercer o direito de voto.

O social-democrata disse à Lusa que só soube que não podia votar quando se dirigiu à mesa de voto e verificou que o seu nome não constava nos cadernos eleitorais. “Os documentos saíram atempadamente de Seia e, em Lisboa, trancaram as coisas e não deram aos militantes a possibilidade de votar”, lamenta.

No sábado, o militante, “um dos mais antigos” de Seia, entregou um documento ao presidente da mesa a manifestar desagrado pela situação.

“Se não me enviarem [os elementos necessários] para poder votar na segunda volta, meto o PSD no Ministério Público e, depois, eles [os dirigentes nacionais] que se entendam, porque [o PSD] me negou o direito de militante de poder escolher o líder”, disse José Figueiredo.

A militante Micaela Aguiar também não votou e coloca a possibilidade de recorrer ao tribunal, “se for necessário”, por considerar o caso “inadmissível”. Contou que enviou o pedido de atualização de dados por correio dentro do prazo, mas não tem culpa “que os correios não funcionem em condições”.

Depois de ter apelado para o Conselho de Jurisdição Nacional e de lhe ter sido indicado que iria receber a referência multibanco para pagar as quotas, tal não aconteceu, referiu.

“Como qualquer cidadão, temos o direito a exercer o voto e fomos impedidos. Estamos a ser humilhados, impedidos de exercer um direito que é nosso”, lamenta a social-democrata que também exarou um protesto junto do presidente da mesa da secção de Seia do PSD.

Micaela Aguiar espera que o assunto fique ultrapassado até sábado, quando decorre a segunda volta das eleições internas no partido, porque, a manter-se, “será incompreensível”.

O presidente do PSD e recandidato ao cargo, Rui Rio, conseguiu 49,44% dos votos nas diretas, falhando por 173 votos a necessária maioria absoluta e disputará no sábado a segunda volta com Luís Montenegro, inédita na história do partido.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma rua no Texas onde todas as casas foram impressas em 3D

Esta é a primeira comunidade de casas impressas em 3D nos EUA que está pronta a receber habitantes. A construção torna as habitações mais resistentes ao fogo e a inundações. Chama-se East 17th Street e fica …

A filha de Picasso doou nove obras do artista espanhol a França

A família de Pablo Picasso doou nove obras do artista ao Estado francês, que serão agora integradas no Museu Picasso, em Paris. Maya, a filha de Pablo Picasso, doou nove obras do artista como parte de …

Dormir bem? Depois da pandemia, não

O novo coronavírus criou uma "nação" de pessoas com insónias. Trabalhar menos horas pode ajudar. Insónias. Já eram um problema para muita gente até ao início de 2020 mas a pandemia que mudou o mundo também …

"Não posso ficar sentado a ver-nos voltar a 1972". Médico desafia a lei no Texas e admite que já fez um aborto

Um médico texano escreveu uma coluna de opinião no Washington Post a admitir que já fez um aborto no estado, depois da lei que proíbe interromper as gravidezes após seis semanas ter entrado em vigor. Em …

A cidade mais segura do mundo foi revelada (e é europeia)

Copenhaga foi eleita a cidade mais segura do mundo em 2021 pelo Índice de Cidades Seguras (SCI), da Economist Intelligence Unit. Quando se trata de escolher o destino a visitar, a segurança é um dos aspetos …

Benfica 3-1 Boavista | Águia evolui com Darwin para a vitória

Desde 1982/83 que o Benfica não vencia os primeiros seis jogos no Campeonato. Pois bem, na noite desta segunda-feira, os encarnados venceram o duelo ante o Boavista e fizeram xeque-mate graças ao bis de Darwin …

Milhões de pessoas em risco de tráfico e escravidão devido à crise climática, revela relatório

Milhões de pessoas forçadas a deixar as suas casas por causa da seca severa e ciclones correm o risco da escravidão moderna e de tráfico humano nas próximas décadas, alertou um novo relatório publicado esta …

Mercado teme corrida ao imobiliário com o fim dos vistos gold

A partir de janeiro, segundo as novas regras aplicáveis aos vistos gold, vão deixar de estar abrangidos os investimentos em imobiliário com destino a habitação em Lisboa, no Porto e no litoral. O regime que visa …

Desempregados inscritos no IEFP caem 10% em agosto

O número de desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) voltou a cair, pelo quinto mês consecutivo. Agosto fechou com 368.404 desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego De acordo com os dados …

Agora que a catedral de Notre-Dame está estabilizada, pode dar-se início à reconstrução

Dois anos e meio após o incêndio que devastou a catedral de Notre-Dame, o edifício encontra-se seguro para iniciar o processo de reconstrução, que se espera estar concluído em 2024. Os trabalhos de segurança e consolidação …