Milhares em Atenas enfrentam chuva e trovões para dizer “sim” à Europa

Simela Pantzartzi / EPA

Manifestação em Atenas de apoiantes do "Sim" no referendo acerca das propostas do Eurogrupo

Atenas: manifestação de apoiantes do “Sim” no referendo de domingo acerca das propostas do Eurogrupo

A chuva e a trovoada não fizeram desmobilizar muitos milhares de pessoas em Atenas que hoje quiseram manifestar um voto de confiança na Europa, respondendo “nai” (“sim”) às propostas dos credores da Grécia.

Para domingo está marcado um referendo em que se pergunta aos gregos se o país deve aceitar o último projeto de acordo dos credores internacionais com condições para a Grécia continuar a ter assistência financeira.

Uma assinalável presença policial bloqueava todas as avenidas que levam à praça Sintagma, onde na segunda-feira o governo do Syriza também mobilizou milhares de pessoas em defesa do “não” (“oxi“) ao acordo sugerido pela Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional.

A concentração de hoje, apoiada pelos três principais partidos do centro e da direita grega, confirmou a estratégia política de apresentar o referendo de domingo como um voto decisivo na manutenção ou saída da zona Euro.

“Estou aqui porque me sinto europeia e quero permanecer europeia. Não apenas por nós, mas também pelos nosso filhos. Não somos balcânicos. Cresci aqui, criei aqui os meus filhos e sou europeia, estou muito envergonhada com isto”, admite Ioanna, natural de Atenas, que diz trabalhar numa empresa de marketing, “mas não do Governo”.

Segura numa mão uma bandeira da União Europeia e na outra uma cor de rosa com a palavra “nai”, que também colou ao peito.

Simela Pantzartzi / EPA

A Atenas “elegante e europeia” voltou a descer à rua

A Atenas “elegante e europeia” voltou a descer à rua

Este governo não explicou ao povo se quer outra moeda. Estamos no mesmo país e agora querem que decidamos entre sim e não? Somos europeus”, afirmou.

Apesar da chuva, num protesto em que se fizeram ouvir muitos apitos, a Atenas “elegante e europeia” voltou a descer à rua. ‘Blazers’, camisas às riscas, sapatos de ultima moda e chapéus denunciavam em muitos dos presentes uma origem social mais privilegiada.

A chuva, que começou a cair meia hora após o inicio da manifestação, às 19:30 horas locais, levou a que se abrisse um mar de chapéus de chuva, mas a praça Sintagma quase encheu.

Governo demissão!“, “Grécia, Europa, Democracia!”, “Não ao lóbi do dracma” ou “A minha vida não vale 60 euros”, numa alusão às atuais restrições de levantamentos bancários, impunham-se como palavras de ordem.

“Não julgo que um primeiro-ministro por si próprio deva decidir se saímos do euro. Fez promessas antes das eleições que agora não pode cumprir. ‘Queremos ficar na europa?’ é a grande questão deste referendo”, considerou Kostas, funcionário bancário de 34 anos.

“Somos cidadãos europeus, a Grécia é parte da europa, a Europa nasceu na Grécia”, argumenta, antes de sugerir que o atual governo do Syriza possui uma “agenda secreta” para colocar o país fora da Europa.

“Diz que quer ficar na Europa e no euro, mas tem uma agenda secreta. Foi por isso que durante cinco meses não fez nada de significativo. Este governo deve ser demitido, formar-se um executivo com partidos da oposição e depois ir a eleições”, defendeu

Ao cair da noite, e ao contrário do que estava previsto, o presidente da câmara de Atenas compareceu para umas breves palavras em defesa do euro e da Europa, que galvanizaram os manifestantes.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

    • “Somos cidadãos europeus, a Grécia é parte da europa, a Europa nasceu na Grécia”… Cinco meses de “zero” após as eleições da “esperança” o bloco de esquerda da Grécia tira o “pulso” com uma “agenda secreta” de enrolar o povo grego…

RESPONDER

Cogumelos laminados

O consumo de cogumelos pode diminuir o risco de depressão

Além de reduzirem o risco de cancro e morte prematura, os cogumelos podem beneficiar a saúde mental de uma pessoa. Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina de Penn State, nos Estados Unidos, analisou dados …

Os hipopótamos de Pablo Escobar começaram a ser esterilizados

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do indesejado legado deixado na Colômbia pelo traficante de droga Pablo Escobar, está a ser esterilizado. Quando o Cartel de Medellín estava no seu auge, Pablo Escobar gastou parte …

Ian Brackenbury Channell, o "feiticeiro de Christchurch"

Duas décadas depois, uma cidade neozelandesa decidiu despedir o seu feiticeiro

Vinte e três anos depois, a autarquia de Christchurch, na Nova Zelândia, decidiu despedir Ian Brackenbury Channell, o famoso feiticeiro da cidade. Desde 1998 que Ian Brackenbury Channell era o "feiticeiro de Christchurch", sendo responsável por …

Um dos microscópios de Darwin vai a leilão. Esteve nas mãos da sua família durante quase 200 anos

Um microscópio que Charles Darwin ofereceu ao filho Leonard - e que esteve nas mãos da sua família ao longo de quase 200 anos - vai ser leiloado em dezembro e poderá valer cerca de …

Pedro Sánchez promete abolir a prostituição em Espanha, por considerar que esta "escraviza" as mulheres

Espanha é um dos países europeus com mais trabalhadoras na indústria do sexo, as quais são sobretudo originárias de países da Europa mais pobres, da América Latina e de África. O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez anunciou …

"Um milagre". Dois jovens sobreviveram quase uma semana no deserto australiano

Dois jovens, de 14 e 21 anos, sobreviveram durante quase uma semana no deserto, sem água e sem comida, depois de se terem perdido no Território do Norte, na Austrália. A polícia fala num verdadeiro …

Carlos Moedas

Moedas vai "dar tudo como presidente" e exige que seja respeitada a legitimidade do seu mandato

Carlos Moedas tomou posse, esta segunda-feira, como novo presidente da Câmara de Lisboa, tendo falado dos objetivos para o próximo quadriénio e deixado um elogio ao seu antecessor e alguns avisos à esquerda. Depois dos cumprimentos …

Chanceler austríaco Sebastian Kurz

Sondagens falsas e notícias favoráveis. O lado negro de Sebastian Kurz foi desmascarado

Sebastian Kurz e pessoas que lhe são próximas foram acusados de tentar garantir a sua ascensão à liderança do partido e do país com a ajuda de sondagens manipuladas e notícias favoráveis na imprensa, financiadas …

Tem uma carreira de sonho na Nike, mas cometeu um homicídio há 65 anos

O presidente da Jordan Brand, Larry Miller, revelou que, há 56 anos, matou um adolescente nas ruas de Filadélfia, nos Estados Unidos. O presidente da Jordan Brand — marca do ex-jogador de basquetebol Michael Jordan — …

Rio diz que decisão sobre eventual recandidatura está "quase tomada"

O presidente do PSD afirmou, esta segunda-feira, que a decisão sobre a sua eventual recandidatura está "quase tomada" e será anunciada em breve. Em declarações aos jornalistas à chegada à tomada de posse do novo presidente …