/

Um milhão de pessoas já foram imunizadas. Faixa etária dos 50 anos começou a ser vacinada em alguns locais

José Coelho / Lusa

Em alguns locais do país, já há pessoas na faixa etária dos 50 anos a receber a primeira dose da vacina contra a covid-19.

Fonte da task force responsável pelo plano nacional de vacinação disse, este sábado, em declarações ao jornal Público, que as vacinas são distribuídas de forma equitativa pelas diversas regiões do país, mas que em alguns locais já começaram a ser convocadas para a vacinação várias pessoas do grupo etário abaixo dos 60.

A razão prende-se com o facto de alguns agrupamentos de centros de saúde estarem “com dificuldade em encontrar pessoas com mais de 60 anos“, revela a mesma fonte, explicando que os utentes convocados têm a partir dos 59 anos para baixo.

O aumento do ritmo da administração de vacinas vai permitir que as pessoas a partir dos 60 anos se inscrevam no portal para auto-agendamento já a partir do próximo fim-de-semana ou do início da semana seguinte, segundo revelou à Lusa a task force.

A possibilidade de marcação do local e dia da vacinação através deste portal arrancou a 23 de abril passado para os maiores de 65 anos, e, até ao passado dia 3, cerca de 206 mil pessoas aproveitaram a alternativa e inscreveram-se, diz o Público.

“Tratando-se de um sistema complexo e massivo e que se encontra em transição, optou-se nesta fase inicial abrir o auto-agendamento somente a pessoas com mais de 65 anos, sendo expectável abrir o auto-agendamento para as pessoas com mais de 60 anos no final da próxima semana ou início da seguinte”, especificou a task force, citada pela agência Lusa.

Além disso, o grupo responsável pela coordenação do plano de vacinação salientou o papel do sistema de auto-agendamento através da Internet no aumento do ritmo de vacinação para atingir o objetivo de administração das 100 mil inoculações diárias.

“Esta mudança permitiu um incremento muito significativo de agendamentos e a libertação de profissionais de saúde, que se encontravam empenhados no agendamento local, contribuindo de forma muito significativa para o necessário aumento do ritmo de inoculações. Sem esta mudança não seria possível atingir o ritmo de vacinação necessário”, sublinhou a fonte.

Se nesta quarta-feira foram vacinadas mais de 90 mil pessoas, na quinta, já se ultrapassou a barreira das 100 mil, e esta sexta-feira as estimativas apontavam para um total de 105 mil inoculações, antecipando em uma semana o objectivo que tinha sido definido pela task force.

Portugal chegou, assim, a um milhão de pessoas com o esquema vacinal completo, com uma dose da vacina da Janssen (do grupo Johnson & Johnson) ou duas doses das outras três marcas disponíveis em Portugal (Pfizer, Moderna e AstraZeneca).

A ministra da Saúde e o coordenador da task force, Henrique Gouveia e Melo, já anunciaram que a meta é ter todos os maiores de 60 anos de idade vacinados com pelo menos a primeira dose até à terceira semana ou até ao final deste mês.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE