Michael Jordan doa 2 milhões a negros e polícias. “Não posso continuar em silêncio”

O lendário jogador de basquetebol norte-americano Michael Jordan anunciou esta segunda-feira que vai doar dois milhões de dólares para melhorar as relações entre a polícia e a comunidade negra nos EUA. “Não posso continuar em silêncio sobre a violência na América”.

“Como orgulhoso americano, pai que perdeu o seu próprio pai num ato de violência sem qualquer sentido e negro, tenho estado profundamente preocupado com as mortes de afroamericanos às mãos da polícia, mas também enraivecido com os atos cobardes e odiosos que causaram a morte de vários polícias”, escreveu Jordan numa carta publicada na revista The Undefeated.

“Junto-me ao sofrimento das famílias que perderam os seus entes queridos, pois conheço demasiado bem a sua dor”, escreveu.

O jogador expressou tristeza e frustração em relação às “tensões divisórias retóricas e raciais que parecem estar a piorar nos últimos tempos” e expressou esperança de que através do diálogo pacífico e da educação, a sociedade norte-americana possa conseguir uma mudança construtiva.

“Estou a fazer duas contribuições de um milhão de dólares parao recém-criado Instituto para as Relações Polícia-Comunidade, da Associação Internacional de Chefes de Polícia, e para o Fundo de Defesa Legal da NAACP” (Associação Nacional para o Progresso de Pessoas de Cor, a mais antiga organização de direitos civis nos EUA), disse Jordan na carta.

“Fui educado por pais que me ensinaram a amar e respeitar toda a gente, independentemente da raça ou origem, por isso fico triste e frustrado pela retórica divisionista e pelas tensões raciais que parecem cada vez mais agravadas. Sei que este país é muito superior a isso e não posso continuar em silêncio. Temos de encontrar soluções para garantir que as pessoas de cor recebem tratamento justo e igual e que os polícias – que colocam as suas vidas em risco todos os dias para nos proteger – são respeitados e apoiados”, afirmou no seu depoimento.

“Nos últimos 30 anos segui de perto a dedicação dos agentes da autoridade que me protegeram, bem como à minha família. Tenho o maior respeito pelo seu sacrifício e sentido de serviço. E também reconheço que, para muitas pessoas de cor, as suas experiências com as forças da lei foram muito diferentes da minha. Decidi vir a público na esperança de que nos unamos como americanos e, através do diálogo pacífico e da educação, possamos concretizar uma mudança construtiva”, aconselhou.

ZAP / SN

PARTILHAR

RESPONDER

Descobertas filmagens inéditas de um centro de espionagem da II Guerra Mundial

Foi descoberta uma rara filmagem da instalação militar secreta Bletchley Park, no Reino Unido. Este centro de espionagem atuou durante a II Guerra Mundial e foi responsável por decifrar códigos alemães durante o período nazi. O …

Montezemolo revelou o sonho que Ayrton Senna não cumpriu

O antigo presidente da equipa da Ferrari, Luca di Montezemolo, revelou que o seu maior arrependimento foi não ter conseguido levar Ayrto Senna para a equipa. Em 1994, Ayrton Senna morreu de forma trágica quando perdeu o …

Friends: atores já terminaram as gravações do episódio especial

Ainda antes de os talk shows serem suspensos devido à COVID-19, Matt LeBlanc foi um dos convidados do The Kelly Clarkson Show, onde confirmou que as gravações do episódio especial de FRIENDS estavam concluídas. O programa …

YouTube remove vídeos com teoria da conspiração que liga covid-19 ao 5G

A onda de teorias falsas que ligam a pandemia da COVID-19 ao 5G levou a uma série de incidentes, incluindo ameaças a funcionários de operadoras e ataques a antenas de telecomunicações. Agora, o YouTube está …

Engenheiros construiram um ventilador caseiro. Pode servir como "último recurso"

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, construiu um ventilador caseiro que pode ser usado como último recurso. A pandemia de covid-19 continua a desafiar as comunidades médicas e uma das ameaças …

Sepultura de genocídio encontrada no Ruanda pode conter 30 mil corpos

No Ruanda, foi encontrada uma sepultura que pode conter 30 mil vítimas do genocídio no país em 1994. Cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram assassinados. Mais de 25 anos depois de um genocídio …

Belenenses SAD entra parcialmente em lay-off

"A indústria do futebol está entre as mais atingidas pelos efeitos da pandemia", que provocou a suspensão de praticamente todas as provas futebolísticas, destaca o Belenenses SAD. O Belenenses SAD, da I Liga de futebol, entrou …

Dois milhões de máscaras furtadas em Espanha podem ter sido vendidas em Portugal

O equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e terá sido adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material. Um empresário de Santiago de Compostela foi detido por, …

Facebook terá tentado comprar um software de espionagem em 2017

O Facebook tem estado envolvido em vários escândalos e o mais recente está relacionado com a alegada compra da ferramenta Pegasus, usada para hackear iPhones. A empresa de segurança informática NSO Group, responsável pela Pegasus, alega …

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …