Mais de metade dos britânicos querem novo referendo sobre o Brexit

Tom Evans / Crown Copyright

Theresa May, primeira-ministra britânica

Theresa May, primeira-ministra britânica

Uma nova sondagem divulgada na véspera do arranque das negociações formais, em Bruxelas, mostra que mais de metade dos britânicos gostava de um novo referendo sobre a saída do país da União Europeia.

Segundo o semanário Expresso, que cita os dados de uma sondagem do Survation, 53% dos britânicos querem um novo referendo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia, contra 47% dos inquiridos que, por sua vez, se opõem a uma nova consulta.

Segundo os dados da mesma sondagem, realizada para o jornal The Daily Mail, apenas 35% concordam com a postura da primeira-ministra, que há uns tempos referiu que “um não acordo é melhor que um mau acordo”.

Além disso, cerca de 69% dos inquiridos são contra a saída do país da União Aduaneira, um dos principais focos das negociações, que Theresa May pretende usar como “alavanca”, escreve o semanário.

Numa outra sondagem divulgada este fim-de-semana pelo YouGov, 64% dos ingleses que apoiam o Partido Trabalhista, de Jeremy Corbyn, dizem preferir trocas comerciais sem restrições em detrimento de mais controlos no setor da imigração, contra 19% dos inquiridos que apoiam antes a postura da chefe do Governo, escreve o Expresso.

35% desses eleitores disseram que votaram há duas semanas, numas eleições em que May foi a grande derrotada, por causa da saída da União Europeia, com 47% a dizerem que querem um “Brexit suave”, contra 4% que preferem antes um “Brexit duro”.

Por sua vez, entre os que votam no Partido Conservador, 60% põem os limites à imigração à frente das trocas comerciais, contra 27% que favorecem a outra abordagem.

Arranque das negociações formais em Bruxelas

Esta segunda-feira, o ministro britânico para o Brexit, David Davis, reuniu-se hoje, em Bruxelas, com o negociador-chefe da União Europeia, Michel Barnier, para dar início às discussões formais sobre a separação.

“Iniciamos esta negociação num tom positivo e construtivo, determinados a construir uma parceria forte e especial com os nossos aliados da UE”, disse. “Há mais a unir-nos que a dividir-nos”, afirmou ainda.

Barnier disse por seu turno que as negociações devem “resolver primeiro as incertezas causadas pelo Brexit – para os cidadãos, mas também para os beneficiários das políticas europeias e para as fronteiras, em particular na Irlanda”.

Em paralelo, e enfraquecida pelo revés eleitoral nas legislativas do passado dia 8, May prossegue as negociações com os unionistas norte-irlandeses (DUP) para assegurar o seu apoio na votação parlamentar que legitime o novo governo.

A primeira etapa das negociações consiste em garantir acordo sobre os três dossiês eleitos como prioridade pelos 27 Estados-membros: o destino dos cidadãos europeus no Reino Unido, a questão da fronteira irlandesa e a “regulamentação financeira”, o pagamento por Londres de todos os compromissos financeiros já assumidos na UE.

O acordo que vier a ser alcançado entre o Reino Unido e os outros 27 Estados-membros tem de ser aprovado pelo PE para entrar em vigor.

ZAP // Lusa

RESPONDER

Anacom acaba com campanha de 2GB "oferecidos" no MEO

A polémica campanha do presente envenenado dos 2GB "oferecidos" do MEO parece - finalmente - já ter gerado reclamações suficientes, ao ponto da Anacom ter determinado o fim da campanha nos moldes actuais, e para o …

Austrália vai construir a maior fábrica de energia solar concentrada do mundo

Na Austrália, um novo projecto prepara-se para construir a que será a maior fábrica de energia solar do mundo no modelo "energia solar concentrada com torre única. Quando uma notícia sobre um novo projecto de fábrica …

Vídeo mostra quinto terrorista a ser abatido pela polícia

Imagens divulgadas na Internet e postas a circular por vários jornais espanhóis revelam o momento em que foi abatido o quinto terrorista de Cambrils, em Tarragona, a cerca de 200 quilómetros de Barcelona. Horas depois do …

Câmara do Funchal pode ter "comprometido a investigação" à queda da árvore

A demora do Ministério Público na suspensão das peritagens da Câmara do Funchal à árvore que caiu no Largo da Fonte, matando 13 pessoas, pode ter comprometido a investigação, devido a um possível "desvirtuamento de …

Líder do movimento pela Extinção da Espécie Humana no Porto

O ativista norte-americano Les Knight, fundador do Movimento para a Extinção Voluntária da Espécie Humana, VHEMT, vai ser um dos oradores convidados do Fórum do Futuro, anunciou a Mala Voadora, parceira da organização. A quarta edição …

GalpGate já tem 11 arguidos

A investigação ao caso das viagens pagas a políticos pela Galp para os jogos da seleção portuguesa, em França, no Euro2016, conta já com 11 arguidos, 10 indivíduos e uma empresa, confirmou a Procuradoria Geral …

Javalis com fome e sede invadem praias de Setúbal

O calor extremo está a levar os javalis a banhos nas águas das praias de Setúbal, para surpresa de banhistas e preocupação de elementos da associação Clube da Arrábida que fala num "problema fora de …

Governo tem "tanta culpa de Pedrógão como mérito pela vitória na Eurovisão"

O primeiro-ministro garantiu hoje, em entrevista ao jornal Expresso, que serão apuradas responsabilidades em relação a Pedrógão Grande, mas insistiu que a tragédia em que 64 pessoas morreram “não é o padrão” no desempenho da …

Jovem que estava desaparecida é a segunda vítima mortal portuguesa

O primeiro-ministro, António Costa, confirmou hoje que a rapariga de 20 anos que estava desaparecida após o atentado terrorista de quinta-feira em Barcelona, Espanha, é a segunda vítima mortal portuguesa. A jovem que se encontrava desaparecida …

O supervulcão de Yellowstone está a deformar a superfície da Terra

Desde o dia 12 de junho, a caldeira vulcânica do Parque Nacional de Yellowstone, no Wyoming, Estados Unidos, registou mais de 1500 tremores de terra. O supervulcão do Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos, está …