May chega a acordo com Unionistas irlandeses e vai propor Governo à rainha

Stefan Wermuth / Reuters

A primeira-ministra britânica Theresa May

A líder do Partido Conservador britânico vai deslocar-se ao Palácio de Buckingham, às 12h30, para pedir autorização à rainha para formar Governo, mesmo sem ter maioria absoluta, segundo fonte do gabinete.

Declarados 649 dos 650 lugares na Câmara dos Comuns, o Partido Conservador britânico elegeu 318 lugares, menos oito do que os necessários para atingir uma maioria absoluta e menos 12 do que antes das eleições.

O Partido Trabalhista adicionou 29 aos que possuía, somando 261 deputados.

O Partido Nacionalista Escocês conquistou 35 lugares, os Liberais Democratas 12 (+4), o Partido Democrático Unionista (Irlanda do Norte) 10 (+2), o Sinn Féin sete (+3), os nacionalistas galeses do Plaid Cymru quatro (+1), os Verdes um e foi eleito um independente na Irlanda do Norte.

Segundo a imprensa britânica, Theresa May terá chegado a acordo com os Unionistas Democráticos irlandeses (DUP) e deverá apresentar, às 12h30, a proposta de Governo à rainha Isabel II no Palácio de Buckingham.

A líder do DUP, Arlene Foster, prometeu durante a noite “fazer o que for o melhor interesse da Irlanda do Norte”, e disse que esta é uma “oportunidade para [o partido] se fazer notar ainda mais em Westminster”. “Tínhamos muita influência no passado e vamos ter outra vez no futuro”, afirmou, embora se tenha recusado a referir que tipo de exigências fará para aceitar um acordo ou coligação.

O DUP é o principal partido político na Irlanda do Norte, sendo conhecidos por defenderem a permanência no Reino Unido e terem feito campanha a favor pelo Brexit.

Corbyn sugere a May que se demita

Ontem à noite, a primeira-ministra afirmou que se quer manter em funções para garantir “um período de estabilidade”. “Se, como as projeções mostram e se forem corretas, o partido Conservador ganhou mais lugares e mais votos, então cabe-nos a nós garantir que temos esse período de estabilidade e é exatamente isso que vamos fazer”, vincou.

Por sua vez, o líder do partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, convidou a governante a dar lugar a um governo do ‘Labour’. “Se há uma mensagem do resultado desta noite é o seguinte: a primeira-ministra convocou a eleição porque queria um mandato. Mas o mandato que tem é perda de assentos, é perda de votos, é perda de apoio e perda de confiança. Penso que é suficiente para se ir embora e dar lugar a um governo que seja representativo das pessoas deste país”, afirmou.

“A política mudou e não vai voltar para a caixa onde estava. As pessoas disseram que estão fartas da austeridade, dos cortes nos serviços públicos. Estou muito orgulhoso do que o meu partido fez e do meu programa ‘para muitos, não para poucos’”, disse ainda.

Reações à derrota de May

“A senhora May, que esperava uma situação mais confortável, perdeu a aposta e encontra-se, por isso, numa situação menos simples, até porque, hoje de manhã, não conhecemos a configuração do governo”, disse o comissário europeu Pierre Moscovici à estação de rádio France 1.

“Espero que os britânicos estejam em condições de formar um Governo estável, o mais depressa possível. Não penso que as coisas tenham ficado mais fáceis, mas estamos prontos”, disse, por sua vez, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

“Façam o melhor para evitar ‘um não negócio’, em resultado de ‘uma não negociação'”, apelou o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, no Twitter.

O comissário europeu Günther Oettinger advertiu que, diante de um Governo britânico “fraco”, as negociações sobre o Brexit arriscam-se a ter maus resultados para ambas as partes. “Precisamos de um Governo que possa agir, que possa negociar a saída do Reino Unido. Com um fraco parceiro de negociação, há o perigo de as negociações terem maus resultados para ambas as partes”, afirmou, em entrevista à rádio alemã Deutschlandfunk.

As urnas abriram às 07h00 horas desta quinta-feira e encerraram às 22h00 em 650 circunscrições eleitorais, com cada uma a eleger um deputado. Um total de 46,9 milhões de eleitores estavam recenseados este ano, mais cerca de um milhão do que em 2015.

O sistema eleitoral usado nas eleições legislativas britânicas é de maioria simples (first past the post), o que quer dizer que vence aquele que tiver o maior número de votos. O Governo é formado pelo partido com maior número de deputados na Câmara dos Comuns e o primeiro-ministro é o respetivo líder do partido.

Ao todo, concorreram 3.303 candidatos em 650 círculos uninominais, distribuídos por Inglaterra (533), Escócia (59), Irlanda do Norte (18) e País de Gales (40).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Afinal a senhora estava na mó de cima e tombou uns degraus abaixo com a mania de que subiria ainda mais, isto serve de aviso à navegação!

RESPONDER

Califórnia já tem uma estrada pavimentada com plástico

O que parece uma estrada comum é agora a mais recente novidade na cidade de Oroville, na Califórnia. A nova construção junta uma tecnologia que mistura garrafas de plástico com asfalto. Por cada quilómetro de …

Mais de mil operacionais combatem cinco grandes fogos em Portugal

Mais de 1100 operacionais e 16 meios aéreos estão a combater, esta quinta-feira, os cinco maiores incêndios rurais em território continental, concentrados sobretudo na região Centro, de acordo com dados da Proteção Civil. Segundo o site …

Coca-Cola financiou estudos científicos que minimizaram o papel das bebidas açucaradas na obesidade, revela investigação

A Coca-Cola terá financiado com milhões de dólares vários estudos científicos que minimizaram o impacto das bebidas açucaradas na obesidade. A conclusão é de uma investigação publicada na revista médica Public Health Nutrition, que conta …

André Ventura vai pedir suspensão temporária do mandato no Parlamento

O deputado do Chega vai pedir, em setembro, a suspensão do mandato parlamentar até fevereiro do próximo ano para se dedicar às campanhas eleitorais da região dos Açores e das Presidenciais. Em declarações à agência Lusa, …

Governo abre concursos para 800 novos técnicos especializados nas escolas

As escolas vão poder contratar mais de 800 novos técnicos especializados, um reforço de recursos humanos "englobado nas medidas excecionais de organização e funcionamento das escolas para o próximo ano letivo". "As escolas vão poder contratar …

Macron em Beirute: "Se não houver reformas, Líbano continuará a afundar-se"

O Presidente francês chegou, esta quinta-feira, a Beirute, no Líbano. É o primeiro chefe de Estado a visitar o país depois das explosões que destruíram parte da capital.  Emmanuel Macron aterrou no Líbano, esta quinta-feira, e …

"Eu disparei". Neonazi alemão confessa ter matado autarca Walter Lübcke

Um neonazi alemão confessou hoje em tribunal ter matado o autarca Walter Lübcke em 2019, homicídio que chocou o país e fez ressurgir o debate sobre a violência de extrema-direita na Alemanha. "Eu disparei" sobre Walter …

Há 16 anos que não havia tão pouca água na albufeira do Alqueva

É preciso recuar ao ano de 2004 para encontrar uma altura em que esta albufeira tenha tido menos água do que agora, que corresponde apenas a 63,8% do seu nível de pleno armazenamento. De acordo com …

CTT passam de lucros a prejuízos de dois milhões de euros

Os CTT registaram, no primeiro semestre deste ano, prejuízos de dois milhões de euros, o que compara com lucros de nove milhões de euros em igual período de 2019. "O resultado líquido foi de -2 milhões …

Equipa do ciclista em estado grave vai apresentar queixa-crime contra o rival

O diretor da equipa Deceuninck-Quick Step confirmou, esta quinta-feira, que vai apresentar uma queixa-crime contra o ciclista Dylan Groenewegen, face à sua responsabilidade na grave queda de Fabio Jakobsen no Tour da Polónia. "Confirmo as mensagens …