Mesmo sem novos casos de covid-19 há 16 dias, o São João no Porto pareceu “um enterro”

(dr)

Pela primeira vez desde o século XIV, não se celebrou o São João nas ruas do Porto. Por causa da pandemia de covid-19, os portuenses optaram por festejar em casa, apesar de o concelho não registar novos casos de infecções há 16 dias consecutivos. No Hospital de S. João já só há 15 pacientes internados.

Ao contrário da euforia do costume, com martelinhos, alho-porro e arraiais pelas ruas do Porto, desta feita o São João pareceu “um enterro”. O desabafo é feito pela jovem Jéssica Monteiro, de 23 anos, em declarações ao Expresso, queixando-se de que “é horrível”.

“O melhor é não nos armarmos em heróis”, diz, por seu turno, ao semanário António Costa, um morador das Fontaínhas, uma das zonas que costuma acolher a grande euforia da festa.

Este espírito cauteloso levou a que, pela primeira vez desde que se tem conhecimento das celebrações do São João que remontam ao Século XIV, não tenha havido festa rija. “Nem em plena pandemia da gripe espanhola, em 1918“, a festa tinha sido cancelada, como repara o Diário de Notícias (DN).

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, congratula-se com o comportamento dos residentes, salientando, numa publicação no Facebook, que “de uma forma arrepiante, a cidade deu um exemplo solidário de civismo“.

“O Porto fechou-se para festejar o São João”, escreve Rui Moreira, notando que a cidade “acredita no futuro” e que, por isso, “é capaz de sacrificar o seu presente”. “Esta não é uma cidade qualquer. Aqui, cerramos os dentes, fazemos das tripas coração“, salienta ainda num tom bairrista.

A autarquia anunciou diversas restrições para a noite de São João, nomeadamente obrigando os transportes públicos a deixar de circular mais cedo e os restaurantes e cafés a fecharem até às 23 horas. A música foi proibida a partir das 9 da noite e foram cancelados os habituais espectáculos e o fogo de artifício. Também foram proibidas as festas particulares, o consumo de bebidas alcoólicas na rua e a venda de comida e bebida.

Medidas apertadas apesar de o concelho não registar novos casos de covid-19 há 16 dias consecutivos, segundo os dados da Direcção Geral de Saúde (DGS) até terça-feira, 23 de Junho. O número de infectados com covid-19 está estagnado nos 1414 no Porto e verifica-se também um abrandamento das novas infecções em toda a região norte. O foco de preocupação virou-se, agora, para a região de Lisboa e Vale do Tejo.

Hospital de São João já está a preparar segunda vaga

Em Abril, o Porto chegou a ser o concelho do país com mais casos de covid-19. Mas, nesta altura, Lisboa já leva a dianteira com 3191 casos, seguida de Sintra com 2325 casos e de Vila Nova de Gaia com 1622 infectados.

“No Centro Hospitalar de São João, no Porto, há agora apenas 15 doentes com covid-19 internados”, conforme avança o DN. No total do país há 441 doentes internados, dos quais 72 estão em Cuidados Intensivos, de acordo com o boletim da DGS de 23 de Junho.

“Existe uma redução substantiva da procura, quer em termos do serviço de urgência, quer em termos de internamento, incluindo a medicina intensiva”, aponta fonte do Hospital de São João ao DN.

“Paralelamente, está já a ser planeada e construída a resposta para o próximo Inverno, de forma a aprendermos com a recente experiência e podermos implementar um conjunto de medidas que mitiguem a exigência e a complexidade que é esperada”, acrescenta o Hospital.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Os números falam por si". Fauci critica reação dos Estados Unidos à pandemia e politização das máscaras

O principal epidemiologista norte-americano, Anthony Fauci, criticou a política errática do Governo do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em relação à covid-19, e lamentou o escasso uso de máscaras devido a motivações políticas. Durante uma …

Turistas podem circular entre concelhos apesar das restrições

Apenas os turistas estão autorizados a circular entre concelhos, apesar das restrições que vigoram entre 30 de outubro e 3 de novembro, indicou a AHRESP, citando um esclarecimento do Executivo. Segundo o esclarecimento enviado pelo gabinete …

É preciso esforço grande agora para salvar o Natal, alerta Santos Silva

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, disse esta quarta-feira ser necessário “um esforço muito grande” para travar a propagação do coronavírus ” para salvar o Natal” das famílias dos cerca de 5 milhões …

"É uma treta". Ronaldo publica (e depois apaga) crítica a teste à covid-19

O futebolista Cristiano Ronaldo, capitão da seleção portuguesa, modificou a publicação efetuada esta quinta-feira no Instagram, tendo retirado a frase “PCR é uma treta”, em referência ao teste de despiste à presença do novo coronavírus. Um …

PSD confiante em geringonça, mas Ventura lembra que não tem "duas caras". Carlos César quer PS no poder

Com a solução governativa dos Açores em aberto, André Ventura já disse que está fora de questão integrar uma geringonça com "partidos do sistema", mas admite viabilizar um Governo do PSD na região com algumas …

Lage rasga elogios a João Félix. "Vai ser uma das referências do futebol europeu e mundial"

O antigo técnico do Benfica Bruno Lage teceu rasgados elogios ao internacional português João Félix, que esta terça-feira somou dois golos e fez uma boa exibição no jogo do Atlético de Madrid frente ao RB …

"Sentimo-nos em Itália". Médicos do Tâmega e Sousa contradizem hospital e reiteram situação de rutura

Médicos do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) ouvidos pelo semanário Expresso reiteram que os hospitais que integram o centro, o de Penafiel e o de Amarante, se encontram perto da rutura, contradizendo a …

Vieira reeleito em votação histórica para o sexto (e último) mandato

O presidente do Benfica esta quarta-feira eleito para um sexto mandato, manifestou "orgulho" por vencer o ato eleitoral mais concorrido da história do clube e apelou a que os benfiquistas "respeitem os resultados" do escrutínio. "Vencer …

Bélgica anuncia confinamento parcial. Ministro visita hospital e mostra-se "chocado" com o que viu

O chefe do governo federal na Bélgica anunciou ontem novas medidas de confinamento que entraram em vigor à meia-noite em todo o território. Em causa está uma crescente preocupação com o aumento de infetados que, …

O caso mais antigo de osteopetrose foi descoberto no esqueleto de um homem da Idade do Ferro

Uma equipa de cientistas alemães descobriu o caso mais antigo conhecido de osteopetrose, ou doença dos "ossos da pedra", nos restos mortais de um homem de 20 anos da Idade do Ferro. A osteopetrose é uma …