Menina de 13 anos salva 8 vidas com doação recorde de órgãos

A doação de órgãos da jovem Jemima Layzell, de 13 anos, estabeleceu um novo recorde na Inglaterra, segundo autoridades do país: foram salvas oito vidas, incluindo as de cinco crianças.

Jemima Layzell, uma adolescente de Somerset, no Reino Unido, morreu em 2012 com um aneurisma cerebral, mas o seu contributo para que haja hoje oito pessoas vivas só foi revelada esta semana pelo sistema de saúde britânico, NHS.

O coração, pâncreas, pulmões, rins, intestino e fígado da jovem foram doados, tendo sido transplantados para diversos pacientes em risco de vida, que aguardavam orgãos.  O Departamento de Sangue e Transplantes do NHS assegura que, antes de Jemima Layzell, nenhum outro dador tinha ajudado tanta gente.

Jemima sofreu um desmaio enquanto ajudava a organizar a festa do 38º aniversário da mãe. Quatro dias mais tarde, morreu no Hospital Infantil de Bristol, na Inglaterra, com um aneurisma cerebral – um nódulo num vaso sanguíneo no cérebro, causado por uma fragilidade numa das paredes.

O seu coração, intestino delgado e pâncreas foram transplantados para três pessoas diferentes, enquanto outras duas pessoas receberam os rins. O fígado foi dividido em dois e transplantado para outras duas pessoas, e os dois pulmões foram transplantados para o mesmo paciente.

Em média, uma doação é usada em cerca de 3 transplantes, pelo que o número de 8 vidas salvas é muito incomum.

(dr) família Layzell

A doação de órgãos de Jemima salvou cinco crianças

Uma menina especial e única

Os pais lembram-se de Jemima como uma menina inteligente, carinhosa e criativa. “Temos a certeza de que ficaria muito orgulhosa do seu legado”, disseram.

A mãe de Jemima, Sophy Layzell, professora de teatro, e o pai, Harvey Layzell, director de uma empresa de construção civil, explicam que sabiam que a menina queria ser dadora porque falaram com ela sobre o assunto, algumas semanas antes da sua morte.

O tema surgiu depois de um conhecido da família ter morrido num um acidente. “A pessoa que morreu estava registada como dadora, mas devido às circunstâncias de sua morte, os seus órgãos não puderam ser usados”, recorda Sophy.

Jemima nunca tinha ouvido falar de doação de órgãos e achou isso estranho, mas percebeu quão importante era”, acrescentou.

A mãe confessa que a decisão de doar os órgãos da filha foi difícil, mas era a escolha correta. “Qualquer um de nós quer que o seu filho seja especial e único, e termos decidido doar os órgãos de Jemima faz-nos sentir muito orgulhosos dela”, disse a mãe.

“Pouco depois da morte de Jemima, vimos um programa na televisão sobre crianças à espera de um transplante de coração”, recorda Sophy Layzell. “E isso fez-nos perceber que dizer não seria negar a oito pessoas uma hipótese de vida”.

“Especialmente o coração dela, a certa altura Harvey sentia-se desconfortável de o doar, mas depois de ver o programa, soubemos que era a decisão correta“, conclui.

(dr) família Layzell

A família de Jemima (dir) criou uma fundação com o seu nome para promover a doação de órgãos

Os pais de Jemima acreditam que é muito importante conversar com as crianças sobre a doação de órgãos. Com a ajuda da irmã de Jemima, Amelia, hoje com 17 anos, fundaram e coordenam a The Jemima Layzell Trust, uma ONG que ajuda jovens com danos cerebrais e promove a doação de órgãos.

“O instinto de qualquer pai é dizer não, estamos programados para proteger os nossos filhos e preservar intacta a memória que temos. Foi a nossa conversa inicial com Jemima sobre o assunto que nos fez perceber que tínhamos que dizer sim“, explica o casal.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …

Operação Éter. Hermínio Loureiro entre as dezenas de autarcas arguidos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, está entre as dezenas de atuais e antigos autarcas que foram constituídos arguidos no âmbito da Operação Éter. Este processo levou à prisão preventiva do antigo presidente …

Proteção Civil quer que bombeiros voltem a ser obrigados a usar cinto de segurança

A estrada mata mais bombeiros do que os incêndios. Por isso, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil criou um grupo específico para analisar o problema. Rui Ângelo, chefe da Divisão de Segurança, Saúde e …

Estratégia prevê rede de bancos de leite materno e revisão das licenças para amamentar

A ENALCP apresentada esta quarta-feira prevê a criação de uma rede nacional de bancos de leite materno e a revisão dos diretos de parentalidade. Ambientes favoráveis deverão ser também revistos. A Estratégia Nacional para a Alimentação …

DGS aconselha grávidas e bebés vegetarianos a tomarem suplementos

A Direção-geral da Saúde recomenda suplementos de vitaminas e minerais para bebés e grávidas com alimentação vegetariana e lembra que a dieta não omnívora no primeiro ano de vida deve estar sempre sob supervisão médica. "A …