Menezes diz-se vítima de “ataque de homicídio pessoal e político inacreditável”

O.D. Roberto Santorini / Wikimedia

Luís Filipe Menezes

Luís Filipe Menezes

O antigo presidente da Câmara de Gaia, Luís Filipe Menezes, afirmou esta sexta-feira ter sido “sujeito a um ataque de homicídio pessoal e político inacreditável” nos últimos dias.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o social-democrata pronuncia-se sobre o seu alegado envolvimento em atos ilícitos e refere que o ataque surgiu “de várias fontes, somando mentiras e calúnias arrancadas do nada”.

“Curiosamente, as notícias de jornal não têm qualquer ligação com qualquer tipo de iniciativa formal de autoridades judiciais ou de investigação criminal em relação à minha pessoa”, salienta Luís Filipe Menezes, que liderou a Câmara de Gaia durante quatro mandatos.

Para Menezes, “mais uma vez, como acontece há anos, a promiscuidade pútrida entre alguns jornalistas venais e as entranhas do poder judicial faz dos cidadãos entidades sem direitos e sujeitos a julgamentos e condenações sumárias na praça pública, sem hipóteses de defesa”.

“Esta atoarda irresponsável toca o inconcebível, mesmo em matérias em que uma análise simples tornaria ridícula qualquer acusação. Não tendo sido, dolosamente, feita, torna esses procedimentos noticiosos em matéria sujeita a processos crimes sujeitos a penas pesadas, dado tratar-se de acusações que atingem titular de cargo público”, vinca o social-democrata.

Enquanto cidadão, Menezes exige que, “se houver matéria para soçobrarem quaisquer esclarecimentos” da sua parte, “tal seja imediato [feito] e de acordo com o cumprimento das regras de direitos, liberdades e garantias que, neste caso, estão a ser completamente postergadas”.

O antigo autarca adianta que, “apesar de não ser formalmente suspeito, testemunha ou arguido em qualquer tipo de processo”, vai “suspender de imediato as colaborações enquanto comentador político de televisão ou articulista de jornais”, porque “não é curial que alguém sob suspeita opine sobre o que quer que seja perante um auditório alargado de cidadania”.

Quanto ao cargo que ocupa no Conselho de Estado, diz que “nada no seu estatuto” o “impele a um pedido de resignação ou substituição”.

“Sei da minha seriedade, sei que assustei demasiados interesses que nunca me perdoarão, mas vencerei e comigo vencerá a verdade. Defendo que quem prevarica em funções públicas deve ser exemplarmente punido, mas também defendo punição agravada para quem denigre a imagem de detentores sérios de cargos públicos”, conclui, sublinhando que se remeterá “ao silêncio expectante de quem acredita no Estado de Direito”.

Na sequência de notícias publicadas na quinta-feira, a Procuradoria-Geral da República confirmou estar a investigar casos relacionados com o anterior mandato autárquico de Gaia, adiantando que “até ao momento não foram constituídos arguidos”.

A Câmara de Gaia indicou depois que a Polícia Judiciária foi às suas instalações em julho para recolher documentos “particularmente” sobre 2013, último ano do anterior mandato, precisando que não se tratou de buscas a coberto de mandado judicial.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Este Sr. parece que levou a CM de Gaia a uma situação financeira, muito negativa e ainda andou a comprar quintas no Douro e colocou o seu filho como deputado no PSD.
    Ainda se acham vitimas, se fosse eu, já estaria no tribunal ou nas finanças a prestar contas.

RESPONDER

"Checkmate". Rússia apresenta o seu novo jacto de combate revolucionário

O novo jacto é a aposta do governo russo para as exportações e pode vir a ditar o fim da supremacia (aérea e no mercado) do F-35 norte-americano. A Rússia apresentou o protótipo do novo jacto …

"É demasiado tarde". As palavras dos médicos aos doentes com covid-19 que recusaram a vacina

Estados Unidos da América contam com 48.49% da população totalmente vacinada, apesar de o processo ter estagnado nas últimas semanas. Os números de novas infeções crescem, assim como as mortes face ao crescimento galopante da …

"Pingdemic". Há uma nova "pandemia" a causar escassez de comida e combustível no Reino Unido

As medidas de distanciamento social no Reino Unido caíram e, como consequência, centenas de milhares de pessoas estão a ser notificadas para cumprir isolamento. A partir desta segunda-feira o uso de máscara e outras medidas de …

O lago mais improvável de Roma é um refúgio urbano (que impulsiona o ativismo ambiental)

O lago mais improvável de Roma, que nem sequer devia existir, motivou uma luta pela proteção ambiental do local. No anos 90, num local de construção a apenas alguns quilómetros a leste do Coliseu de Roma, …

Afeganistão. EUA lançam ataques aéreos enquanto Talibãs exigem a renúncia do Presidente

Os Estados Unidos (EUA) entraram num confronto pela cidade de Kandahar, realizando ataques aéreos em apoio às forças afegãs, enquanto os Talibãs apelam ao Presidente Ashraf Ghani para renunciar. O porta-voz do Pentágono, John Kirby, avançou …

A primeira casa impressa em 3D no Canadá é inspirada na sequência de Fibonacci

Depois de ter inspirado inúmeros edifícios, a sequência de Fibonacci serviu de musa à empresa de impressão em 3D Twente Additive Manufacturing (TAM), que criou a primeira casa impressa em 3D do Canadá. A Fibonacci House é …

Marcha do Orgulho de Budapeste será um protesto contra as leis anti-LGBTQI, diz organização

A marcha do Orgulho em Budapeste, que ocorrerá no sábado, será "uma celebração, mas também um protesto", disseram os organizadores, enquanto a comunidade LGBTQI húngara se prepara para desafiar a escalada da campanha anti-homossexual do …

PSD propõe máximo de 215 deputados e divisão de grandes círculos eleitorais

O PSD apresentou, esta sexta-feira, a sua proposta para a reforma do sistema eleitoral, que fixa um máximo de 215 deputados, menos 15 do que o total atualmente em vigor. A proposta do PSD para a …

Variante Lambda: o que saber sobre a nova mutação que preocupa as autoridades

Está a ter um foco mais circunscrito à América Latina, mas já houve dois casos desta mutação em Portugal. A OMS está atenta e de momento classifica a Lambda como uma variante de interesse. Foi inicialmente …

PSD força audição de Eduardo Cabrita sobre inquérito da IGAI

O PSD recorreu à figura da audição potestativa a que os partidos têm direito a usar regimentalmente para ouvir membros do Governo e entidades públicas.  O PSD requereu esta sexta-feira a audição parlamentar obrigatória do ministro …