Todos querem saber quem é o membro racista da monarquia inglesa (e já há apostas na internet)

Michael Garnett / Flickr

Família Real inglesa na varanda do Palácio de Buckingham

Depois da bombástica entrevista dos duques de Sussex a Oprah Winfrey, não foi só a Família Real britânica que ficou abalada com as declarações de racismo. O mundo inteiro quer saber quem foi o membro da monarquia que fez os comentários sobre o tom de pele de Archie e já há apostas na internet.

Durante a entrevista, que foi emitida no passado domingo dia 7 de março, Meghan Markle revelou que os membros da família real tinham demonstrado preocupação sobre quão escura podia ser a cor da pele do filho Archie quando nascesse.

Após as declarações, a Casa Real classificou como preocupantes as questões raciais mencionadas pela ex-atriz e garantiu que “vão ser levadas a sério e vão ser endereçadas pela família real em privado”, pode ler-se num comunicado emitido na terça-feira.

Harry garantiu à apresentadora norte-americana que não tinham sido os avós a levantar esta questão e que nunca revelaria quem tinha sido, uma vez que isso poderia ser muito significativo. Contudo, o mundo tem-se perguntado quem terá feito os comentários.

Perante a afirmação do filho de Diana, várias apostas online resolveram tirar das hipóteses Camilla e Kate Middleton.

Nos membros seniores da família, restam apenas William e Carlos como possíveis autores dos comentários racistas.

No Twitter, alguns utilizadores dizem que terá sido Carlos a fazer estas afirmações. Uma vez que é o herdeiro ao trono e, segundo Harry, deixou de falar com ele durante o processo em que o casal estava a tentar afastar-se da família real.

Os mesmo utilizadores acreditam que as fotografias publicadas na terça-feira, no Instagram de Carlos, durante uma visita a uma comunidade negra, possam ser uma resposta ao filho.

Por outro lado há quem afirme que terá sido o duque de Cambridge a fazer as afirmações. Tudo porque a relação entre os dois irmãos começou a ficar mais fria quando foi anunciado o noivado com Meghan Markle, pois William terá pedido ao irmão para ir com calma em relação ao casamento.

Se há quem ande a tentar descobrir quem fez a pergunta racista em relação a Archie, há também publicações que recordam o passado racista da maioria das famílias reais europeias, onde se inclui a inglesa. O facto de serem uma família real que presidiu a um império assente na colonização, faz com que os Windsor sejam de alguma forma herdeiros de um passado racista, recorda o Insider.

Harry admitiu a Oprah Winfrey que até ter casado com Meghan “não tinha consciência” do preconceito implícito que existe.

Ana Isabel Moura Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. São todos, qual é a dúvida? Ou foi só o Império Colonial português que foi construído com base no esclavagismo? Se os “bifes” são, de uma forma geral, racistas em relação aos restantes europeus, e aos do Sul, em particular, porque razão não o seriam os monarcas? Podem é, no espírito do actual politicamente correcto, não o assumir….

  2. Não esquecer que o nome “Windsor” é do século vinte, até aí eram “saxe-coburgo-gota”, isto é, alemães….
    além de que os ingleses também sempre foram, e são, muito distantes – mania de superiores – dos restantes povos onde viviam. No Porto há ingleses, nascidos cá e que falam português com dificuladde. E não estpu a falar da família real!!!! Na família real isto aumenta em esponencial………….

    • Ignorante – Pior que isso é haver por cá muitos portugueses subjugados ao inglesismo, nomes de comércios, empresas ou marcas são um bom exemplo, uma canção que dizem ser portuguesa que ainda nem ouvi, nem tenciono ouvir, vai agora representar esse grupo de portugueses na Europa através de um canal de televisão que dizem ser público, mas que todos nós pagamos, portanto, não se sinta assim tão escandalizado, quando são os “nossos” a espezinhar o que é nosso.

  3. Esta situação parece não ser nova. Quando Diana namorava com Dodi Al-Fayed, já circulava a noticia (verdadeira, ou não) que poderia estar grávida, o que, a ser verdade, seria uma “embaraço para a familia real”. Daí, os amantes das teorias de conspiração, terem avançado a hipótes do acidente em Paris,não ter sido um acaso.

  4. Alguém me explica: onde está o racismo? ou seremos todos racistas?
    Não é normal a família e os próprios pais questionarem-se se o filho é mais parecido com o pai ou a mãe? Isto é racismo?
    Parece-me evidente que quando os pais são de raças diferentes as questões: o cabelo será encarapinhado ou liso? o nariz mais comprido ou achatado? as orelhas abertas ou não? a cor mais clara ou escura?
    Isto não é racismo nem descriminação, é a maravilha da diferença da vida a funcionar!
    Mas lá que vende, vende!!!

RESPONDER

A tecnologia ressuscitou o "plágio" de escritores medievais

Os trabalhos de autores medievais foram "ressuscitados" com a tecnologia do século XXI numa inesperada colaboração na Universidade de St Andrews, na Escócia. Um arquivo das obras de autores ingleses medievais, que revelava uma visão internacional …

Num cenário apocalíptico, a espécie humana poderia sobreviver "com populações na casa das centenas"

Cientistas de todo o mundo debruçam-se sobre a preparação das populações (e de abrigos) para sobreviver a um possível apocalipse. Para o antropólogo Cameron Smith, não seria necessário um número muito elevado de pessoas, desde …

Príncipe Harry diz que viver com a família real é "uma mistura entre o Truman Show e estar num zoo"

Depois de uma entrevista a Oprah Winfrey, o duque de Sussex faz novas revelações numa nova entrevista e descreve como era a sua vida antes de ir viver, primeiro para o Canadá e, depois, para …

Pentear o cabelo pode tornar-se uma tarefa mais fácil com a ajuda de um robô

Uma equipa de cientistas desenvolveu recentemente um braço robótico com uma escova de cabelo macia, equipada com uma câmara que ajuda o braço a "ver" e a avaliar a ondulação, para oferecer ao utilizador uma …

Benfica 4-3 Sporting | Águia vence dérbi espectacular

Mas que grande dérbi! Benfica e o novo campeão Sporting presentearam os adeptos com um jogo espectacular, um dos melhores dos últimos anos em Portugal, com futebol de ataque e golos, muitos golos. Foram nada menos …

Portugal é o 2.º país com mais divórcios e menos casamentos na UE

A taxa de casamentos na União Europeia caiu drasticamente nos últimos 55 anos, ao mesmo tempo que a taxa de divórcios subiu. Portugal é o segundo país onde esta tendência mais prevalece. De acordo com dados …

"É parte da nossa identidade". Pequena cidade na Suécia luta para preservar uma antiga língua moribunda

A organização Ulum Dalska, sediada numa pequena cidade sueca chamada Älvdalen, tem uma missão. Durante décadas, os seus membros têm trabalhado arduamente para ajudar a salvar a língua elfedaliana, um remanescente do nórdico antigo. "Tivemos a …

Papa diz que abuso infantil é uma espécie de “assassinato psicológico”

O Papa Francisco criticou hoje o abuso infantil dizendo que é “uma espécie de ‘assassinato psicológico’ e, em muitos casos, um cancelamento da infância” e pediu para “parar de encobrir” o fenómeno da pedofilia. Francisco falava …

Jerónimo considera “precipitado” discutir Orçamento de 2022 e “deitar borda fora” o atual

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, considerou hoje “no mínimo precipitado” antecipar a posição do partido sobre o próximo Orçamento do Estado e “deitar borda fora” a concretização do atual. À margem de uma visita …

Plano da CIA para capturar Bin Laden originou um problema de saúde pública no Paquistão

Um novo estudo indica que um plano secreto da CIA para capturar Osama Bin Laden, no início de 2011, teve como consequência uma queda significativa das taxas de vacinação no Paquistão. O plano, que usava uma …