Entrevista dos Sussex caiu como uma bomba. Família Real diz que vai lidar com “questões raciais” em privado

Facundo Arrizabalaga / EPA

O príncipe Harry, de Inglaterra, e a atriz norte-americana Meghan Markle

Os duques de Sussex deram a sua primeira grande entrevista na televisão norte-americana, no domingo à noite, à apresentadora Oprah Winfrey. Um dia depois, o Palácio de Buckingham emitiu um comunicado onde diz que vai lidar com as questões raciais em privado.

A Casa Real refere como preocupantes às questões raciais mencionadas por Harry e Meghan durante a entrevista concedida à apresentadora Oprah Winfrey que foi para o ar no passado domingo.

“Apesar de as memórias poderem variar, vão ser levadas a sério e vão ser endereçadas pela família real em privado”, pode ler-se.

O comunicado, emitido pelo Palácio de Buckingham esta tarde, lamenta os desafios enfrentados pelo casal durante os últimos anos e conclui dizendo que “Harry, Meghan e Archie vão ser sempre membros muito amados da família”.

Esta foi uma das revelações bombásticas feitas pelos duques de Sussex e dos mais comentados na imprensa após a exibição da entrevista da CBS.

Logo depois da entrevista, a imprensa britânica foi a primeira reagir com alguns colunistas a serem muito críticos às declarações feitas.

No entanto, o Palácio de Buckingham demorou um pouco mais a reagir, acabando por fazê-lo hoje, contra todas as expectativas.

Na segunda-feira, a Rainha Isabel II terá mesmo recusado assinar um comunicado preparado pelo Palácio, focado no amor da Família Real pelos duques de Sussex, sendo que preferiu dormir sobre o assunto, diz o The Times.

A monarca passou o dia de ontem reunida com o príncipe Carlos e o filho William, alega o Daily Mail para, em conjunto, tentarem gerir a situação de crise – sendo que a família resolveu emitir comunicado.

Esta terça-feira, Carlos foi pela primeira vez visto em público após a conversa entre os Sussex e Oprah, sendo fotografado em Londres no decorrer de uma visita a uma clínica de vacinação em formato pop-up do Serviço Nacional de Saúde britânico. Questionado sobre a polémica entrevista, o príncipe de Gales, de máscara, permaneceu em silêncio.

“Ao menos nunca me vesti de Hitler”

Também o pai de Meghan Markle já reagiu à entrevista.

Thomas Markle, em declarações ao programa Good Morning Britain, acusa a filha de silêncio e de fazer ghosting à família que “diz não conhecer”.

Conhecer o estado de saúde mental da filha via entrevista deixou Thomas, de 76 anos, “perturbado”. “Como disse, teria sido fácil ela falar comigo ou com o resto da família que ela diz não conhecer”, frisou.

Na entrevista, Oprah questionou Meghan sobre se se sentiu traída quando descobriu que o pai tinha trabalhado com os tabloides. A duquesa explicou como tentou que o pai admitisse o que tinha feito, embora sem sucesso.

Sobre o assunto, Thomas diz que “todos cometemos erros”, mas que “ao menos nunca me vesti de Hitler”, atirando assim farpas a Harry. Recorde-se que o duque foi forçado a pedir desculpas publicamente depois de ter sido fotografado a usar um uniforme Nazi numa festa em 2005.

O pai da duquesa afirma que colabora com a imprensa porque não recebe quaisquer notícias de Harry ou Meghan, casal que atualmente vive nos Estados Unidos à semelhança de Thomas. “Quando eles decidirem falar comigo, eu paro de falar com a imprensa”.

Em resposta às supostas acusações de racismo por parte da monarquia, Thomas Markle diz não considera a Família Real racista, ainda que os duques de Sussex tenham revelado uma conversa sobre a cor de pele de Archie, que esteve a base da decisão de o filho de ambos não ter o título de príncipe.

A relação entre Meghan e o pai, Thomas Markle, tem sido conturbada nos últimos anos.

Já a entrevista do casal bateu todos os recordes de audiências. Só nos EUA, a emissão da entrevista terá atraído pelo menos 17,1 milhões de pessoas.

Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O circo da família parasita britânica é mesmo importante para a humanidade… ouvi agora que a Oprah vendeu esta entrevista por 7 milhões à CBS!…
    7 milhões por uma entrevista a uns tontinhos!…

RESPONDER

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …

Europeus acreditam numa "guerra fria" entre os EUA e a China e Rússia

A maioria dos cidadãos da União Europeia (UE), 62%, considera que os Estados Unidos (EUA), com apoio das instituições comunitárias, estão numa nova "guerra fria" com a China, mas recusam envolvimento nacional, revelou um inquérito …

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for 'Worn Out', um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh. O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a …

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …

China anuncia fim de novas centrais a carvão no estrangeiro

Segundo os especialistas, o impacto da medida deverá depender da forma como será implementada, podendo ter um grande impacto na luta contra as alterações climáticas. Num anúncio bem recebido por ativistas e organizações ambientes, a China …