Melania Trump quer 135 milhões por alegações de que foi acompanhante

Shawn Thew / EPA

Melania Trump

A mulher de Donald Trump, Melania, vai processar o jornal britânico Daily Mail e um blogger norte-americano em 150 milhões de dólares (cerca de 135 milhões de euros) devido a alegações de que terá sido acompanhante de luxo em 1990.

O Daily Mail sugeriu que Melania teria aceitado trabalhos como acompanhante de luxo em Nova York, e que teria conhecido o seu marido, Donald Trump, numa altura anterior à que se supunha.

As mesmas alegações foram feitas pelo blogger norte-americano Wesbter Tarpley, que também será alvo de um processo judicial.

“Os acusados fizeram afirmações muito graves sobre a senhora Trump, que são 100% falsas e tremendamente prejudiciais para a sua reputação pessoal e profissional”, afirmou o advogado da modelo eslovena, Charles Harder, citado pelo jornal The Guardian.

A queixa, divulgada pela BBC, já foi apresentada num tribunal de Maryland e, entretanto, o Daily Mail e o blogger já retiraram os artigos.

Num comunicado divulgado na quinta-feira, o Daily Mail refere que estava a citar um livro “disponível na Amazon” e um artigo da revista eslovena Suzy, e que não teve a intenção de “dizer ou de sugerir que aquelas alegações eram verdadeiras, nem quis dizer ou sugerir que a senhora Trump alguma vez trabalhou como acompanhante de luxo”.

O jornal britânico acrescentou que “o objetivo era destacar que as alegações poderiam prejudicar a eleição presidencial dos EUA, mesmo que fossem falsas” e “lamenta qualquer má interpretação“.

Melania Trump esteve envolvida em outra polémica, quando foi acusada de plagiar um discurso proferido pela primeira-dama, Michelle Obama.

Uma funcionária da Organização Trump, Meredith McIver, admitiu que participou da redação do discurso e assumiu a culpa pelo erro.

BZR, ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

Responder a jm Cancelar resposta

GNR já passou 2200 coimas por falta de limpeza de terrenos. Mais de cem câmaras multadas

Mais de uma centena de câmaras municipais foram multadas por falta de limpeza de terrenos, sendo a ausência de tratamento nas margens das estradas e junto às linhas de distribuição elétrica a principal infração registada …

Presidente do Governo da Catalunha pede a Filipe VI que abdique

O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, pediu na terça-feira ao rei Filipe VI que abdique e solicitou ao presidente do parlamento que convoque uma sessão plenária extraordinária para estabelecer uma "posição comum" …

Virologista chinesa diz que novo coronavírus foi "criado em laboratório militar"

A virologista chinesa que fugiu para os Estados Unidos deu mais uma entrevista onde assegura que o novo coronavírus foi "criado num laboratório militar". Numa nova entrevista, citada pelo jornal online Observador, Li Meng-Yan, a virologista …

Ministério da Saúde abre 435 vagas para médicos de família

É o maior número de vagas dos últimos anos colocadas a concurso para a contratação de médicos especialistas em medicina geral e familiar para o SNS. De acordo com o jornal Público, o Ministério da Saúde …

MP brasileiro processa pastor por anunciar cura com feijões para a covid-19

O Ministério Público brasileiro pediu a abertura de um processo contra o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus, que anunciaram a cura da covid-19 a partir do cultivo de …

Dívida do Estado à ADSE ascende a 200 milhões de euros

A dívida do Estado à ADSE, em 2019, ascendia a 198,2 milhões de euros, segundo o parecer do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) ao relatório e contas do ano passado, publicado no site do …

Governo dos Açores violou Constituição ao impor quarentena obrigatória

O confinamento obrigatório de 14 dias que o governo regional dos Açores tem imposto a quem chega à região autónoma é inconstitucional, dizem os juízes do Tribunal Constitucional. As autoridades açorianas violaram a Constituição ao impor …

China caminha a passos largos para a normalidade. Gaming, cerveja e Ikea dão empurrão

A China não regista, desde 17 de maio, vítimas mortais causadas pelo novo coronavírus. No entanto, há dois surtos ativos que parecem não impedir a população de caminhar em direção à normalidade. À semelhança do resto …

No regresso ao Superior, o Ministério recomenda aulas presenciais, com máscara e ao sábado

No regresso do Ensino Superior, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior recomenda que voltem as aulas em regime presencial com uso obrigatório de máscara e algumas das quais lecionadas ao sábado. Num comunicado …

"A profissionalização é fundamental". Este ano já morreram quatro bombeiros, todos voluntários

Nos incêndios deste ano já morreram quatro bombeiros. O último ano tão mortífero foi 2013, em que sete bombeiros perderam a vida. Em comparação, nos incêndios de 2019, não se registaram vítimas mortais entre esses profissionais. Como …