Médicos e jornalistas que criticam gestão da pandemia detidos no Egito

Mohamed Hossam / EPA

No Egito, sob o regime do Presidente Abdel Fattah al-Sissi, foram detidos pelo menos dez médicos e seis jornalistas desde fevereiro, numa tentativa de silenciar os críticos que denunciam as falhas dos serviços de saúde e contestam os números oficiais de casos de covid-19 no país.

“Vou trabalhar todos os dias, sacrifico-me e à minha família”, disse à Associated Press – citada esta quarta-feira pelo Público – um médico que trabalha no Cairo. “Prenderam um colega meu por nos ter enviado uma mensagem. Não vejo luz no horizonte”.

O profissional de saúde, que falou sob anonimato, é um dos dez médicos detidos pelas autoridades egípcias, indicou a Amnistia Internacional. Outro médico foi detido por publicar um artigo sobre a fragilidade do serviço de saúde e um farmacêutico por fazer uma publicação nas redes sociais sobre a falta de equipamento de proteção.

De acordo com o Público, médicos de três províncias contaram à Associated Press que os seus superiores ameaçaram denunciá-los à Agência Nacional de Segurança se expressassem publicamente frustração, se se despedissem ou se metessem baixa médica. “Mesmo que um médico esteja a morrer, deve continuar a trabalhar. Ou será submetido à punição mais pesada”, ouve-se numa gravação a que a agência teve acesso.

Um médico, contudo, revelou ter sido avisado pelo seu superior de que as suas folhas de entrada estavam a ser monitorizadas pelas autoridades e que dois dos seus colegas viram os seus salários cortados por fazerem publicações nas redes sociais.

O Egipto tinha até quinta-feira mais de 76 mil casos de covid-19 confirmados e 3422 vítimas mortais, segundo a Universidade Johns Hopkins. Suspeita-se sobre a veracidade dos números oficiais de infetados.

O regime tem tentado armazenar medicamentos e material médicos, montou hospitais militares e centros de isolamento com capacidade até quatro mil camas e entregou máscaras para evitar o contágio.

Abdel Fattah al-Sissi tem silenciado a oposição e os críticos, repressão que se tornou mais dura com a pandemia, a par das fronteiras encerradas. Em junho, o regime pediu um empréstimo na ordem dos 5,2 mil milhões de dólares ao Fundo Monetário Internacional.

“Temos visto definitivamente um aumento de detenções, não apenas em números, mas também em termos do perfil das pessoas alvo do Governo”, disse ao Financial Times Hussein Baoumi, investigador da Amnistia Internacional, referindo-se à detenção de 70 pessoas entre março e junho, entre as quais médicos, jornalistas, bloggers e advogados.

“Sissi usou a lei de imprensa egípcia, o código penal, a nova Constituição e a nova lei anti-terrorismo para silenciar jornalistas, com artigos a permitir a censura do Governo, multas e detenções em assuntos relativos à ‘segurança nacional’ egípcia. Hoje, o Egipto é o terceiro detentor de jornalistas”, escreveu no Middle East Eye Mohamad Elmasry, professor associado no Doha Institute for Graduate Studies.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Governo quer fazer alterações na duração de cargos de dirigentes

As mudanças que estão a ser preparadas passam por reduzir a duração dos cargos em substituição e, por outro lado, pelo ajustamento do período das comissões do serviço em função da avaliação. Segundo o Jornal de …

Responsável pelas manifestações em Lisboa é coordenador no Gabinete de Apoio à Presidência da CML

O responsável pelas manifestações na cidade de Lisboa é coordenador técnico no Gabinete de Apoio à Presidência da Câmara liderada por Fernando Medina. De acordo com o semanário Expresso, António Santos tem sido, nos últimos …

Sporting e Braga jogam Supertaça em Aveiro no dia 31 de julho

A Supertaça Cândido Oliveira, que vai ser disputada entre Sporting e Sporting de Braga, vai ser disputada em Aveiro, a 31 de julho, anunciou a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). "A decisão da Supertaça Cândido de …

Um quarto da população portuguesa já tem a vacinação completa

Em Portugal, 42% das pessoas já receberam a primeira dose de uma vacina contra a Covid-19 e 25% — cerca de um quarto da população — estão completamente vacinados. De acordo com o mais recente relatório …

Cardiologista do Tottenham admite ponto final na carreira de Eriksen

O cardiologista do Tottenham, Sanjay Sharma, admite um ponto final na carreira de Christian Eriksen, que caiu inanimado no jogo entre a Dinamarca e a Finlândia. O encontro entre Dinamarca e Finlândia, da primeira jornada do …

ARS Norte conta avançar com recuperação de consultas em atraso ainda este mês

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte conta avançar durante este mês com o programa especial de incentivos financeiros para recuperação de consultas presenciais nos cuidados de saúde primários (CSP), propondo-se recuperar metade da …

Cristiano Ronaldo no Euro 2020

"Rei do Euro". Ronaldo fez história na Hungria (e ainda vai durar "mais uns 3 aninhos")

Cristiano Ronaldo marcou dois dos golos de Portugal na vitória frente à Hungria por 3-0, na estreia da Selecção no Euro 2020, e tornou-se no melhor marcador de sempre dos Campeonatos Europeus de futebol. Aos …

"Insultos são a arma dos fracos". Ministro defende lei das minas e lança farpas a Catarina Martins

Matos Fernandes defende acerrimamente o novo decreto lei da exploração mineira e lança farpas a Catarina Martins, que o criticou: "Insultos são a arma dos fracos". No domingo, o Bloco de Esquerda anunciou que ia pedir …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: Ronaldo e agitadores derrubaram a muralha

Rajada final garantiu vitória lusa na estreia. Ronaldo a bisar e a quebrar três recordes. Todos os jogos da primeira jornada. Visto da Linha de Fundo. A paciência tem limites Hungria 0 – 3 Portugal (Raphaël …

O ex-líder do PAN, André Silva.

"Ficaram a usufruir de uma renda". André Silva arrasa deputados dissidentes do PAN

Cristina Rodrigues e Francisco Guerreiro, deputados eleitos pelo PAN, "sempre estiveram concertados" e deixaram o partido por "ambições pessoais", ficando a "usufruir de uma renda" à custa desses lugares políticos. A acusação é de André …