Após batalha legal, médicos vão desligar máquinas a bebé com doença incurável

#CharliesFight / Facebook

Charlie, Connie Yates e Chris Gard

Charlie, Connie Yates e Chris Gard

A Justiça britânica autorizou, nesta terça-feira, os médicos de um hospital de Londres a desligarem as máquinas que mantinham o recém-nascido Charlie Gard vivo desde outubro do ano passado.

Numa decisão que gerou polémica no país, e que não agradou os pais da criança, a justiça britânica concordou com a alegação do hospital Great Ormond Street de que Charlie tem um “dano irreversível no cérebro” e permitiu que os médicos responsáveis suspendam o tratamento que o mantém vivo desde que nasceu.

Charlie estava muito mal quando foi internado no nosso hospital, onde está a receber cuidados 24 horas por dia na nossa unidade de terapia intensiva. Mas ele continuou a piorar e já esgotamos todos os tratamentos disponíveis”, afirmou.

“Não podemos imaginar o quão angustiante é para a família. Continuamos a apoiá-los de todas as maneiras, enquanto defendemos o que acreditamos ser o melhor para Charlie.”

Na decisão, o juiz afirmou que julgou o caso com “um aperto enorme no peito”, mas também com “plena convicção” que era o melhor a fazer pelo bem da criança.

O juiz salientou o esforço dos pais do bebé por terem feito “uma bela campanha” para arrecadar fundos para o tratamento de Charlie e pela sua “total dedicação ao menino”.

Os pais de Charlie ficaram arrasados com a notícia. Quando a decisão foi anunciada, Chris Gard, pai do menino, gritou: “Não” e desfez-se em lágrimas.

Charlie tem uma doença rara, complexa e incurável.

Charlie Gard, filho de Connie Yates e Chris Gard, nasceu saudável em agosto de 2016, mas começou a perder peso e força com seis semanas de vida. O seu estado de saúde piorou rapidamente e o menino foi internado em outubro no Hospital Great Ormond Street, em Londres, depois de desenvolver pneumonia por aspiração.

O bebé foi diagnosticado com miopatia mitocondrial – uma doença que causa perda progressiva de força muscular. Como a doença não tem cura, o hospital acredita que Charlie deveria ter o direito de morrer com dignidade porque “a sua qualidade de vida já é muito instável“.

No entanto, a advogada de defesa do casal, Laura Hobey-Hamsher, afirmou que os pais não conseguiram entender porque é que o juiz não deu ao Charlie “pelo menos a hipótese de receber um tratamento”.

Os pais do bebé, que moram em Londres, querem levá-lo para os Estados Unidos, porque acreditam que o menino pode ter boas probabilidades de sobreviver se participar em tratamentos pioneiros.

Segundo Kate Gollop, a advogada que representa os médicos do Hospital Great Osmond, os especialistas britânicos já consideraram o tipo de tratamento que está disponível nos EUA, mas decidiram não aplicá-lo no bebé.

A advogada Victoria Butler-Cole, que foi nomeada para representar o bebé de oito meses, disse que o tratamento proposto nos Estados Unidos era “puramente experimental” e que continuar o seu tratamento com aparelhos só “prolongaria o processo de morte”.

A mãe de Charlie lançou uma campanha chamada #CharliesFight, que arrecadou mais de 80 mil libras (cerca de 94 mil euros) do total de 1 milhão de libras que os pais acreditam ser necessário para que o bebé receba o tratamento nos Estados Unidos.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Bill Gates é o homem mais admirado do mundo. Ronaldo também está na lista

O cofundador da Microsoft já não é o homem mais rico do mundo, mas continua a ser o mais admirado. Cristiano Ronaldo é o 7.º. Na semana passada, Bill Gates perdeu o lugar que ocupava há …

Volvo vai chamar à oficina mais de 500 mil carros até ao fim do ano

O problema detetado no motor dos carros poderá afetar os automóveis a diesel de quatro cilindros, construídos entre 2014 e 2019, nas marcas V40, o V60, V70, S80 e XC60. A Volvo retirou cerca de 70 …

A baunilha é mais cara do que a prata (e há já quem mate pelo "ouro verde")

A baunilha, que era vendida em 2015 por cerca de 90 euros o quilograma, disparou no ano passado para 535 euros, ultrapassando assim o valor da prata. Esta subida que quase sextuplicou o valor da …

"Nova Expo". 300 milhões para requalificar zona ribeirinha entre Pedrouços e Cruz Quebrada

O projeto que vai requalificar a zona ribeirinha entre Pedrouços e Cruz Quebrada conta com um investimento de 300 milhões de euros. À zona ocidental de Lisboa já lhe chamam de "nova Expo". A zona ribeirinha …

Descoberta imensidão de tesouros arqueológicos ao largo da Galiza. São mais de 1.600 objetos

Trabalhos de arqueologia subaquática ao largo das costas galegas permitiram descobrir nas últimas três décadas um total de 1600 objetos arqueológicos. As peças afundaram-se ao longo dos séculos durante inúmeros naufrágios e ali se foram acumulando. …

27 anos depois, Clã anunciam saída de dois elementos

Mais de um quarto do século após a sua formação, a banda do Porto vê dois dos seus elementos fundadores partirem. Os Clã anunciaram a saída de dois dos seus elementos através de um comunicado publicado …

Reduzir o uso de ar condicionado pode ajudar a salvar vidas

Há muitas pessoas a precisar da ajuda preciosa do ar condicionado para sobreviver a temperaturas cada vez mais altas. Contudo, aquele que pensamos ser o nosso maior aliado pode ser, na verdade, o nosso pior …

Porto vai ter policiamento gratificado em "zonas particularmente sensíveis"

Rui Moreira diz que nos últimos 20 anos não houve investimento na polícia e afirma que o espaço público "não pode ser apropriado por gangues". O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, anunciou esta segunda-feira …

Altos níveis de ferro associados a um menor risco de doença cardíaca

Diferentes níveis de ferro podem ter efeitos dispares na nossa saúde. Uma equipa de cientistas descobriu uma associação entre altos níveis de ferro e um menor risco de doença cardíaca. A tarefa não foi propriamente fácil …

Quénia. Ministro das Finanças preso por suborno e fraude

O Ministro das Finanças do Quénia, Henry Rotich, e vários funcionários do seu ministério foram presos esta segunda-feira por suborno e fraude num projeto de construção de duas barragens que envolve milhões de dólares. Em declarações …