Após batalha legal, médicos vão desligar máquinas a bebé com doença incurável

#CharliesFight / Facebook

Charlie, Connie Yates e Chris Gard

Charlie, Connie Yates e Chris Gard

A Justiça britânica autorizou, nesta terça-feira, os médicos de um hospital de Londres a desligarem as máquinas que mantinham o recém-nascido Charlie Gard vivo desde outubro do ano passado.

Numa decisão que gerou polémica no país, e que não agradou os pais da criança, a justiça britânica concordou com a alegação do hospital Great Ormond Street de que Charlie tem um “dano irreversível no cérebro” e permitiu que os médicos responsáveis suspendam o tratamento que o mantém vivo desde que nasceu.

Charlie estava muito mal quando foi internado no nosso hospital, onde está a receber cuidados 24 horas por dia na nossa unidade de terapia intensiva. Mas ele continuou a piorar e já esgotamos todos os tratamentos disponíveis”, afirmou.

“Não podemos imaginar o quão angustiante é para a família. Continuamos a apoiá-los de todas as maneiras, enquanto defendemos o que acreditamos ser o melhor para Charlie.”

Na decisão, o juiz afirmou que julgou o caso com “um aperto enorme no peito”, mas também com “plena convicção” que era o melhor a fazer pelo bem da criança.

O juiz salientou o esforço dos pais do bebé por terem feito “uma bela campanha” para arrecadar fundos para o tratamento de Charlie e pela sua “total dedicação ao menino”.

Os pais de Charlie ficaram arrasados com a notícia. Quando a decisão foi anunciada, Chris Gard, pai do menino, gritou: “Não” e desfez-se em lágrimas.

Charlie tem uma doença rara, complexa e incurável.

Charlie Gard, filho de Connie Yates e Chris Gard, nasceu saudável em agosto de 2016, mas começou a perder peso e força com seis semanas de vida. O seu estado de saúde piorou rapidamente e o menino foi internado em outubro no Hospital Great Ormond Street, em Londres, depois de desenvolver pneumonia por aspiração.

O bebé foi diagnosticado com miopatia mitocondrial – uma doença que causa perda progressiva de força muscular. Como a doença não tem cura, o hospital acredita que Charlie deveria ter o direito de morrer com dignidade porque “a sua qualidade de vida já é muito instável“.

No entanto, a advogada de defesa do casal, Laura Hobey-Hamsher, afirmou que os pais não conseguiram entender porque é que o juiz não deu ao Charlie “pelo menos a hipótese de receber um tratamento”.

Os pais do bebé, que moram em Londres, querem levá-lo para os Estados Unidos, porque acreditam que o menino pode ter boas probabilidades de sobreviver se participar em tratamentos pioneiros.

Segundo Kate Gollop, a advogada que representa os médicos do Hospital Great Osmond, os especialistas britânicos já consideraram o tipo de tratamento que está disponível nos EUA, mas decidiram não aplicá-lo no bebé.

A advogada Victoria Butler-Cole, que foi nomeada para representar o bebé de oito meses, disse que o tratamento proposto nos Estados Unidos era “puramente experimental” e que continuar o seu tratamento com aparelhos só “prolongaria o processo de morte”.

A mãe de Charlie lançou uma campanha chamada #CharliesFight, que arrecadou mais de 80 mil libras (cerca de 94 mil euros) do total de 1 milhão de libras que os pais acreditam ser necessário para que o bebé receba o tratamento nos Estados Unidos.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Criada tecnologia que traduz pensamentos diretamente em texto

Uma equipa de investigadores diz ter criado um sistema capaz de traduzir sinais cerebrais diretamente em texto escrito. Este é um passo promissor para que no futuro seja possível escrever num computador apenas com o …

Desaparecimentos, mistérios e lendas. O Triângulo do Alasca pode ser mais perigoso do que o das Bermudas

Milhares de pessoas desaparecem todos os anos no estado norte-americano do Alasca, fazendo lembrar as histórias do Triângulo das Bermudas, onde aviões e navios desapareceram sem deixar rastro. De acordo com a revista The Atlantic, três …

Descobertas sete novas aranhas-pavão. E uma parece um quadro de Van Gogh

Foram encontradas sete novas espécies de aranha do género Maratus. E há uma que se destaca por se parecer com "A Noite Estrelada", famoso quadro de Vincent Van Gogh. Nos últimos anos, as aranhas-pavão (do género Maratus) …

Estado de emergência no México suspende produção de cerveja Corona

Nem toda a publicidade é boa publicidade. Que o diga a cerveja mexicana Corona que, em tempos de pandemia, partilha o nome com o vírus de que já ninguém quer ouvir falar. Segundo o jornal The …

Gás natural pode transformar Moçambique no "Qatar de África" (se os jihadistas deixarem)

A descoberta de gás natural em Moçambique é vista como uma grande esperança para o país que, à boleia dos avultados investimentos que está a receber de grandes multinacionais, sonha tornar-se no "Qatar de África". …

Afinal, os 1.000 ventiladores doados por Elon Musk podem não ser completamente inúteis

Elon Musk, CEO da Tesla, doou mil ventiladores do tipo errado a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Agora, afinal, os ventiladores vão poder ser usados em casos de …

Cientistas preveem quatro grandes furacões no Atlântico em 2020

Cientistas da Universidade Estadual do Colorado, nos Estados Unidos, preveem que se formem quatro grandes furacões no Oceano Atlântico em 2020. De acordo com os especialistas, estes quatro furacões serão de categoria 3 a 5 na …

Neymar doa 870 mil euros para luta contra a pandemia no Brasil

O futebolista internacional brasileiro Neymar doou cerca de 870 mil euros para a luta contra a pandemia covid-19 no seu país, revelou esta sexta-feira o canal SBT. Segundo a estação de televisão brasileira, o contributo de …

França confiscou quatro milhões de máscaras destinadas a Espanha e Itália

As autoridades francesas apreenderam quatro milhão de máscaras que uma empresa sueca transportava da China para a Espanha e Itália no início do mês. A disputa diplomática foi revelada na quarta-feira pela revista francês L'Express. Segundo …

Sobe para 52 o número de elementos da PSP infetados

Subiu esta sexta-feira para 52 o número de elementos da PSP infetados com covid-19, revelou esta força de segurança, dando conta que está a ser assegurado apoio psicológico a todos os polícias com 30 profissionais. Em …