“Espuma mediática” disfarça responsabilidades no Novo Banco (e acusações na EDP “não têm fundamento”)

Eduardo Catroga, que representa a China Three Gorges, no Conselho Geral e de Supervisão (CGS) da EDP, disse, em entrevista ao Jornal Económico, que a “espuma mediática” disfarça responsabilidades no modelo de venda do Novo Banco e que as acusações contra António Mexia “não têm fundamento”.

Em entrevista ao Jornal Económico, Eduardo Catroga disse que existe “muita espuma mediática” em torno da venda dos ativos do Novo Banco, que está a ser usada “para iludir a perceção das pessoas e comentadores”.

O economista defendeu que a polémica com o Novo Banco está a ser “provocada por forma a disfarçar eventuais responsabilidades do modelo da decisão tomada pelo Governo e Banco de Portugal e negociada com a Comissão Europeia em outubro de 2017”.

Segundo Catroga, essa negociação teve “consequências negativas face às expectativas vendidas à opinião pública em outubro de 2017” que foram evidenciadas pelos “desenvolvimentos posteriores da atual crise da covid-19”.

Questionado sobre o pedido para o Ministério Público (MP) investigar as transações, Catroca afirmou que “há que utilizar os mecanismos contratuais e legais para garantir a transparência de todo o processo”.

Uma investigação do jornal Público revelou que o Novo Banco emprestou dinheiro ao fundo Anchorage para mais de 5 mil imóveis e 8 mil frações, um negócio que resultou em prejuízo para o banco. Os partidos e Marcelo Rebelo de Sousa exigiram esclarecimentos. Esta sexta-feira, soube-se que a auditoria pedida há dois anos está atrasada e não será entregue dentro do prazo estabelecido.

Acusações contra Mexia “não têm fundamento”

Na mesma entrevista, Eduardo Catroga disse que “esperança que o poder judicial” venha a derrotar os processos contra a elétrica e que os acionistas da empresa sabem que as acusações “não têm fundamento”.

Questionado sobre uma possivel recondução do presidente da EDP, António Mexia, Catroga disse que “o Conselho de Administração sempre foi transparente em relação a todas estas questões e deu todas as informações. O CGS sempre acompanhou as varias fases deste processo e mostrou a sua solidariedade para com esses dois administradores”, disse. “Os acionistas da EDP sabem que as questões em análise no poder judicial, que respeitam, não têm fundamento e são soberanos na escolha dos administradores“.

O denominado processo das rendas excessivas da EDP está há cerca de oito anos em investigação no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) e tem ainda como arguidos, entre outros, o ex-ministro Manuel Pinho, o administrador da REN e antigo consultor de Pinho, João Faria Conceição.

O inquérito investiga práticas de corrupção e participação económica em negócio nos procedimentos relativos à introdução no setor elétrico nacional dos Custos para Manutenção do Equilíbrio Contratual (CMEC).

António Mexia e Manso Neto são suspeitos dos crimes de corrupção ativa e de participação económica em negócio.

No âmbito do caso EDP, o juiz Carlos Alexandre decretou a suspensão de funções de António Mexia, presidente da EDP, e João Manso Neto, presidente da EDP Renováveis, concordando ainda com outras medidas de coação propostas pelo Ministério Público relativas ao pagamento de uma caução e proibição de contactos entre arguidos.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Olha, acho que deves ficar-te pelos comentários sobre pintelhos.
    O que dizes era perfeitamente previsível, por isso vale zero.
    És tão somente aquilo que és: a voz dos Teus Donos.

RESPONDER

O ex-líder do PAN, André Silva.

"Ficaram a usufruir de uma renda". André Silva arrasa deputados dissidentes do PAN

Cristina Rodrigues e Francisco Guerreiro, deputados eleitos pelo PAN, "sempre estiveram concertados" e deixaram o partido por "ambições pessoais", ficando a "usufruir de uma renda" à custa desses lugares políticos. A acusação é de André …

Certificados digitais são gratuitos (e podem ser enviados por email)

Os certificados digitais covid-19, que devem começar a ser emitidos em Portugal esta semana, são gratuitos, emitidos em formato digital e podem ser consultados no portal do SNS 24, na aplicação móvel do SNS ou …

PS acusa Rio de "não ter ideias" e aconselha-o a "ter uma agenda política"

No encerramento das jornadas parlamentares do PSD, em Portalegre, Rui Rio apontou o dedo ao PS, por alimentar clientelas. Na resposta, a líder parlamentar do PS acusa Rio de não ter uma ideia para o …

João Mário está desiludido com o Sporting, que já procura uma alternativa ao médio

O Sporting mostra-se intransigente no preço a pagar por João Mário. O médio português está descontente e já pediu ao seu agente para procurar outro clube. Também o Sporting já estuda uma alternativa. As negociações entre …

Vídeo polémico da TAP em Espanha. Um dos directores foi suspenso e o outro saiu mais cedo

O polémico vídeo feito por dois directores da TAP em Madrid, onde falam da contratação de trabalhadores em Espanha, já levou à suspensão de um deles e à saída antecipada do outro. Entretanto, o ministro …

Arqueólogos descobriram (e partiram) um ovo com mil anos

Uma equipa de arqueólogos descobriu, na antiga zona industrial de Yavneh, em Israel, um ovo de galinha com mil anos. O ovo estava enterrado no subsolo, onde se manteve preservado durante cerca de mil anos até …

"Já estamos na quarta vaga" e Lisboa é o motor. Especialistas pedem restrições imediatas

Especialistas pedem restrições para a região de Lisboa e Vale do Tejo. Carlos Antunes defende que "já estamos na quarta vaga" e que Lisboa é o motor. Lisboa já passou o patamar dos 240 casos por …

Cessar-fogo quebrado. Israel lança ataque aéreo na Faixa de Gaza

O cessar-fogo entre Israel e Hamas foi quebrado na madrugada desta quarta-feira. Os israelitas lançaram um ataque aéreo na Faixa de Gaza depois de, segundo dizem, terem sido lançados balões incendiários a partir deste território. …

"Síndrome de Maria Antonieta". Condição que torna (repentinamente) o cabelo branco pode ter explicação

Os últimos meses da vida de Maria Antonieta foram extremamente desgastantes, sendo que a onda de acontecimentos negros culminou com a sua morte. Os livros de história contam que este cenário fez com que a …

Von der Leyen vem a Lisboa dar "luz verde" ao PRR. Plano é “ambicioso e robusto” (e pode avançar já na próxima semana)

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, vai estar hoje em Lisboa para anunciar formalmente a aprovação do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) de Portugal. Von der Leyen vai “entregar pessoalmente ao primeiro-ministro, …