Meco: amigas de uma das vítimas quebram silêncio

r.vídeo TVI

Filipa Félix, Joana Barroso (ao centro) e Alícia Ventura

Filipa Félix, Joana Barroso (ao centro) e Alícia Ventura

Uma reportagem da TVI apresentou esta quinta-feira provas de que pelo menos uma das vítimas do Meco, Joana Barroso, sabia que ia ser praxada pelo “Conselho Máximo da Praxe” no fim de semana em que ocorreu a tragédia que vitimou seis estudantes da Lusófona.

Joana Barroso sabia que ia ser sujeita a uma praxe, conforme fica explícito na troca de SMS que manteve com duas amigas, Alícia Ventura e Filipa Félix.

Na troca de mensagens, Joana revela a Alícia que a praxe seria feita pelo Dux e por diversos “Honoris Dux“.

A malograda estudante confidenciou a uma amiga que a praxe iria ser “muito dura” e que “não tinha nada de chique ser praxada pelo mamute e por outros mamutes“.

“Mamute”, ou “bisonte, seria o dux João Gouveia, o único sobrevivente da tragédia, assim baptizado por Joana e pelas amigas.

Ainda segundo o que a TVI apurou, os bens de Joana Barroso e das restantes vítimas terão sido recolhidos da casa na praia por pessoas ligadas à Comissão Oficial de Praxe Académica (COPA) da Lusófona.

A pedido da família, as duas colegas foram levantar os pertences de Joana à Universidade e terá sido a Polícia Marítima, no Meco, a indicar o contacto de um cunhado de João Gouveia como sendo a pessoa que estaria a tratar dos bens das vítimas.

Segundo o testemunho de Filipa Félix, que entrou com Joana Barroso para a Lusófona mas não assinou o “termo de responsabilidade” da praxe e mudou entretanto de faculdade, Joana Barroso estaria “farta da COPA“. Alícia conta que havia noites em que Joana “chegava a casa a chorar“.

As colegas da estudante testemunham o sentimento de angústia da vítima da tragédia, e que “há muitas pessoas que querem falar mas não o fazem com medo das consequências”.

A reportagem da TVI no vídeo abaixo:

 

Sobrevivente diz que não houve praxe no Meco

O Correio da Manhã avançou, na edição desta sexta-feira, que João Gouveia foi ouvido pela Polícia Judiciária de Setúbal esta quarta-feira.

O único sobrevivente da tragédia do Meco terá sido inquirido em segredo, no Tribunal de Almada, onde negou que tenha havido qualquer tipo de praxe e garantiu que tudo não passou de um acidente, mantendo a versão que deu à Polícia Marítima.

João Gouveia defende que o grupo de estudantes foi para a praia com o mero intuito de conviver junto ao mar e que não obrigou ninguém a entrar na água. O ex-líder da praxe da Lusófona explica que Miguel Campos, o primeiro a ser resgatado do mar, era o único que estava com ele de pé. Os outros estavam sentados à beira mar, quando a onda gigante os arrastou.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Em poucas palavras e segundo o testemunho das amigas de uma das vitimas o sobrevivente esta a mentir.
    O joao gouveia vai carregar toda a vida as maos SUJAS de sangue

RESPONDER

Viagens ao Espaço podem prejudicar o corpo a nível celular. Fígado é o mais afetado

Viagens ao Espaço podem causar o mau funcionamento da mitocôndria de uma célula devido a mudanças na gravidade e radiação, sugere uma nova investigação conduzida pelo Georgetown Lombardi Comprehensive Cancer Center, nos EUA. Investigações com cobaias …

O envelhecimento celular em humanos foi parcialmente revertido (com o uso de oxigénio)

Investigadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, descobriram uma forma de reverter o processo de envelhecimento celular e podem ter feito um avanço na procura pela juventude eterna. O novo estudo publicado na revista Aging …

Porto 0-0 Man City | Pragmatismo portista garante “oitavos”

O FC Porto está nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Os “azuis-e-brancos” precisavam apenas de um empate, ou que o Olympiacos não vencesse em França, em casa do Marselha, e ambos os pressupostos aconteceram – …

O céu tingiu-se de roxo na Suécia (e a culpa era de uma plantação de tomates)

O céu ficou misteriosamente tingido de roxo em Trelleborg, a cidade mais a sul da Suécia, por causa da luz vinda de uma plantação de tomate enuma cidade próxima. Há algumas semanas, os moradores de Trelleborg …

Maurícias estão a abater um morcego ameaçado de extinção por interesses económicos

O morcego das Maurícias, em perigo de extinção, é mais uma vez o centro de um polémico abate nas mãos do Governo, para alarme das organizações de conservação da vida selvagem. Sob pressão de agricultores e …

Procurador-geral dos EUA: não há provas de fraude eleitoral generalizada

O procurador-geral dos Estados Unidos da América, William Barr, reconheceu hoje que não houve fraude em dimensão suficiente para invalidar a vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais norte-americanas. "Nesta altura, não vimos fraude a …

Parque de esculturas subaquático vai ser inaugurado em Miami

Miami vai servir de casa para um novo parque de esculturas subaquático como nunca viu. O ReefLine é projetado para servir como um recife artificial e vai estar disponível a receber visitantes em dezembro de …

Da "política do filho único" aos incentivos à natalidade: como a China tem mudado a sua estratégia populacional

A China está a planear incluir novas medidas para estimular a taxa de natalidade do país e lidar com o rápido envelhecimento da população. A estratégia passa pelo “plano de cinco anos” que deverá estar …

Vacinação será “grande prioridade” de presidência portuguesa da UE

O primeiro-ministro português, António Costa, referiu hoje que a vacinação contra a covid-19 deverá ser uma das “grandes prioridades” da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE), após um encontro com o presidente do …

No Cambodja, os aldeões usam "espantalhos mágicos" para afastar a covid-19

Os aldeões do Cambodja têm evitado a pandemia de covid-19 sem máscaras nem distanciamento social, mas sim com "espantalhos mágicos" que espantam o vírus mortal. Os dois espantalhos de Ek Chan, um aldeão de 64 anos, …