Meco: 5 jovens continuam desaparecidos, buscas prosseguem

Alvesgaspar / Wikimedia

-

As buscas dos cinco jovens desaparecidos domingo na Praia do Meco foram retomadas hoje pelas 07:30 por mar e por terra, sem o recurso aos meios aéreos, segundo a Autoridade Nacional da Proteção Civil.

As buscas dos cinco jovens arrastados por uma onda foram alargadas em termos de milhas, passando de três para cinco milhas de distância da costa, abrangendo uma zona entre a Lagoa de Albufeira e a Praia dos Lagosteiros, já próxima do Cabo Espichel, segundo disse à Lusa o comandante do Porto de Setúbal, Lopes da Costa.

Domingo, com o cair da noite, as buscas com os meios aéreos e marítimos foram interrompidas, mas continuaram por terra, mantendo-se no terreno equipas de patrulha que envolvem uma dezena de homens e veículos todo-o-terreno e todo o apoio logístico necessário.

Um grupo de sete jovens, todos estudantes da Universidade Lusófona, foi na madrugada deste domingo apanhado por uma onda na Praia do Meco. Um dos jovens conseguiu salvar-se e dar o alarme, outro foi retirado do mar já sem vida.

Continuam desaparecidos cinco outros jovens, entre os quais quatro raparigas.

Os jovens desapareceram na praia do Moinho de Baixo, na localidade de Alfarim, no Meco.

Alguns dos jovens do grupo  tinham uma casa arrendada em Alfarim, nas proximidades, disse à agência Lusa o vereador da Protecção Civil Municipal de Setúbal, Francisco Luís.

 

Universidade Lusófona decreta três dias de luto e coloca bandeira a meia-haste

A Reitoria da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias decretou três dias de luto, colocando a bandeira à meia-haste, após o grupo de sete jovens universitários ter sido arrastado por uma onda na Praia do Meco, na madrugada de domingo.

Em comunicado, a Reitoria e a Administração da Universidade manifestaram o seu pesar “pelos trágicos acontecimentos” ocorridos na madrugada de domingo na praia do Meco, que envolveram sete alunos daquela comunidade académica, resultando num morto e cinco desaparecidos no mar, até ao momento.

Fonte da Comunicação da Faculdade disse à agência Lusa que está a ser disponibilizado apoio psicológico, por parte dos docentes das cadeiras de psicologia da universidade, aos familiares enlutados e aos colegas e amigos estudantes da instituição

Segundo a mesma fonte, vive-se um “clima de consternação” na faculdade, enquanto os responsáveis pelo estabelecimento de ensino fazem o levantamento dos cursos em que os jovens desaparecidos se encontram matriculados.

Está previsto que, além da Universidade, os cursos que os alunos frequentavam rendam a sua própria homenagem aos alunos, com os rituais académicos próprios, de acordo com a mesma fonte.

A página do Facebook da Associação Académica da Universidade Lusófona apresenta uma fotografia de capa a negro e uma mensagem de domingo revela que a comunidade académica se encontra “triste e mais pobre” depois de sete colegas da universidade terem sido “envolvidos num trágico acidente, arrastados pelo mar”.

A Associação Academica deseja “muita força” ao colega que sobreviveu, presta condolências à família e amigos do colega encontrado já sem vida e deseja “muita força e esperança” à familia e amigos dos cinco colegas que ainda se encontram desaparecidos.

 

/Lusa

RESPONDER

É um "disparate do tamanho do Mosteiro da Batalha" proibir refeições em panteões

O presidente da Câmara da Batalha, Paulo Batista Santos, considerou hoje que seria um "disparate do tamanho do Mosteiro da Batalha" restringir totalmente "qualquer serviço de refeições nos panteões". "Concordo com as restrições, mas não na …

Surto de Legionella pode resultar em acusações por homicídio

A Veolia Portugal, responsável pela manutenção das torres de refrigeração do Hospital de São Francisco Xavier negou responsabilidade no surto de 'legionella', garantindo que "todos os procedimentos foram implementados corretamente". "Todos os procedimentos foram implementados corretamente …

Rui Santos "paineleiro com feitio de gaja", Bruno de Carvalho "machista preconceituoso"

A associação Capazes não poupou críticas ao presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, que acusa de "machismo, misoginia e homofobia", depois das violentas críticas que o presidente do Sporting endereçou a Rui Santos, comentador …

Detido diretor nacional do Tesouro angolano por suspeita de desvio de verbas

O diretor nacional do Tesouro angolano foi detido pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), no âmbito de uma investigação policial a alegados desvios de verbas do Estado através de contratos celebrados com empresas fictícias. De acordo …

Milhares de contas russas no Twitter foram usadas para influenciar referendo do Brexit

Investigadores concluíram que nos dias anteriores à votação do referendo sobre o Brexit, centenas de contas falsas no Twitter com origem russa tentaram influenciar a decisão da saída do Reino Unido da União Europeia. De acordo …

Submarino militar argentino desapareceu com 44 pessoas a bordo

A Marinha da Argentina confirmou esta sexta-feira que está à procura de um submarino militar com 44 tripulantes, com o qual perdeu todo o o contacto há mais de 72 horas. O submarino militar argentino o …

Secretária de Estado desvaloriza "jantarinho" da Web Summit no Panteão

A secretária de Estado da Indústria desvalorizou o polémico jantar no Panteão Nacional e garante que nenhum membro do Governo esteve presente. "Não temos nada a ver com isso", afirmou à agência Lusa. A secretária de Estado …

Primeiro-ministro demissionário libanês acolhido em França

O primeiro-ministro demissionário libanês, que chegou este sábado a Paris procedente da Arábia Saudita, vai regressar ao Líbano na próxima quarta-feira para participar na festa nacional, informou a Agência Nacional de Notícias. Saad Hariri, que se …

Corte no subsídio de desemprego acaba em Janeiro

O fim do corte de 10% aplicado ao subsídio de desemprego vai entrar em vigor já a partir de Janeiro de 2018 e irá abranger todos os desempregados, incluindo os que já estão a receber …

Neblina de hidrocarbonetos de Plutão mantém planeta anão mais frio do que o esperado

A composição gasosa da atmosfera de um planeta geralmente determina a quantidade de calor que fica aí preso. No entanto, para o planeta anão Plutão, a temperatura prevista com base na composição da sua atmosfera …