Mecanismo de recomendação automática do YouTube está a sugerir vídeos infantis a pedófilos

Young & Rubicam Mexico / Save the Children

Campanha contra a pedofilia da ONG Save the Children

O mecanismo de recomendações automáticas do YouTube tem vindo a sugerir vídeos infantis a utilizadores que tinham acabado de assistir a outros conteúdos com cariz sexual.

No Brasil, uma mulher identificada como Christiane ficou preocupada ao ver o elevado número de visualizações num vídeo que a filha publicou no YouTube. O mesmo continha imagens da menina a brincar com os amigos na piscina de casa. De acordo com um artigo do BoingBoing, o canal “sexualizou a sua filha e empurrou a sua imagem para pedófilos”.

Segundo escreveram Max Fisher e Amanda Taub no New York Times, o sistema de recomendação automatizado do YouTube – que sugere o que os utilizadores devem ver – começou a exibir o vídeo da menina para utilizadores que assistiram a outros vídeos de crianças e adolescentes parcialmente vestidos.

“É o algoritmo do YouTube que coneta esses canais”, disse Jonas Kaiser, um dos três investigadores do Centro Berkman Klein Center, de Harvard, que tropeçou nos vídeos enquanto analisava o impacto da plataforma no Brasil. “Isso é assustador”, afirmou.

O vídeo da filha de Christiane foi promovido pelos sistemas do YouTube meses depois de a empresa ter sido alertada sobre problemas de pedofilia. Em fevereiro deste ano, a Wired e outras agências de notícias informaram que os predadores estavam a usar a seção de comentários de vídeos daquele canal para orientar outros pedófilos quanto aos vídeos.

Naquele mês, definindo o problema como “profundamente preocupante”, o YouTube desativou os comentários em muitos vídeos com crianças. Mas o sistema de recomendação, que permanece em vigor, reuniu dezenas de vídeos desse tipo num novo e facilmente visível repositório, que são recomendados para um vasto público.

“O algoritmo do YouTube tem feito curadoria de filmes caseiros de famílias, colocando-os num catálogo de crianças semi-nuas”, escreveu o jornalista Max Fisher, na página de Twitter do New York Times.

“O YouTube geralmente reproduz os vídeos depois que os utilizadores assistem a pornografia ‘softcore’, criando uma audiência de milhões, naquilo que os especialistas chamam de exploração sexual infantil”, referiu noutra publicação.

“Perguntei ao YouTube – por que não desativar as recomendações de vídeos de crianças? O vosso sistema já pode identificar vídeos de crianças automaticamente”, escreveu ainda o Max Fisher. “O algoritmo de recomendação está a conduzir todo esse fenómeno de exploração infantil. Desligá-lo resolveria o problema e manteria as crianças seguras”.

Num comunicado divulgado no seu site oficial na segunda-feira, o YouTube respondeu que, nos últimos dois anos, tem feito melhorias regulares no seu sistema de recomendação automática, que “ajudam a proteger os menores e as famílias”.

“Lançamos a nossa melhoria mais recente no início deste mês. Com essa atualização, poderemos identificar melhor os vídeos que podem colocar em risco os menores e aplicar as nossas proteções, incluindo as descritas acima, a mais vídeos”, acrescentou.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ex-líder da ETA sai em liberdade sob controlo judicial

O histórico líder da organização separatista ETA vai ser libertado da prisão, ficando sob controlo judicial, decisão tomada e divulgada esta quarta-feira pelo Tribunal de Recursos de Paris. Detido em maio nos Alpes franceses, José Antonio …

Angola. Situação é "dramática" e há que "declarar guerra aberta" ao VIH/SIDA

A organização não-governamental Rede Angolana das Organizações de Serviços de Sida (Anaso) considera "dramática" a situação do VIH/SIDA em Angola, referindo que a taxa de prevalência de 2% "é irreal e não reflete o estado …

Nicolas Sarkozy vai mesmo ser julgado por corrupção

A justiça francesa validou definitivamente a realização do julgamento do ex-Presidente num caso revelado por escutas telefónicas em que é nomeadamente acusado de corrupção de um magistrado. De acordo com a AFP, o Tribunal de Recurso de …

Luís Filipe Vieira pediu informações sobre Keylor Navas em Madrid

O presidente do Benfica aproveitou a visita a Madrid para saber mais pormenores sobre a situação do guarda-redes dos merengues. O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, dirigiu-se na passada segunda-feira a Madrid para ultimar os …

Jovens que acusaram Harry de “traição da raça” condenados com pena de prisão

O caso remonta a dezembro de 2018, quando surgiram as primeiras notícias de uma investigação da BBC que envolvia a família real britânica. Um grupo neonazi era responsável por uma propaganda online onde sugeriam que o …

UEFA confirma três jogos de suspensão para Neymar

A UEFA anunciou, esta quarta-feira, que rejeitou o recurso do Paris Saint-Germain e manteve os três jogos de suspensão a Neymar, na sequência de insultos aos árbitros na partida com o Manchester United, da Liga …

Transportes estão cada vez mais cheios. Carris vai comprar 100 novos autocarros

A Carris vai lançar dois concursos para a aquisição de 100 novos autocarros, 70 dos quais a gás natural e 30 elétricos, anunciou o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina. Falando na apresentação da …

Apenas 59% dos habitantes da Europa ocidental confiam na vacinação. França é o país com mais dúvidas

Na Europa oriental, apenas metade da população olha para as vacinas como uma forma segura de prevenção de saúde. No caso da zona ocidental, o número sobe para os 59%, mas fica ainda distante dos …

César Peixoto é o novo treinador da Académica

O antigo futebolista é o novo treinador da Académica, sucedendo a João Alves no comando técnico dos estudantes, anunciou o clube que integra a II Liga portuguesa. César Peixoto vai ser apresentado às 17h00, em conferência …

Tribunal diz que ausência de resistência de vítima de violação é "desejo de sobreviver"

Quando as vítimas não resistem, revelam "o desejo de sobreviver a uma situação cujo controlo não detêm", adotando um comportamento de preservação, diz o Tribunal da Relação de Lisboa. O Tribunal da Relação de Lisboa considerou …