McDonalds vai reduzir antibióticos usados na produção da carne

A resistência aos antibióticos representa uma ameaça à saúde global e à segurança alimentar. Quanto mais antibióticos são dados ao gado, mais rapidamente as bactérias podem adaptar-se e tornar-se resistentes.

Quando se trata de reduzir o uso de antibióticos, tem havido muito progresso na indústria avícola. Em 2015, o McDonalds anunciou um plano para proibir os fornecedores de frango de usar antibióticos que são importantes para o tratamento da saúde humana. Muitas outras cadeias alimentares fizeram o mesmo.

Agora, o McDonalds diz que usará a sua escala maciça para reduzir o uso de antibióticos em vacas que fazem parte da sua oferta global de carne bovina. “Pessoalmente, acho que este é provavelmente o projeto mais ambicioso que o McDonalds já adotou”, diz Bruce Feinberg, diretor sénior que supervisiona os sistemas globais de qualidade de proteínas e produtos lácteos.

A empresa medirá o uso de antibióticos nos seus dez principais mercados de carne bovina, incluindo os EUA, Brasil e Nova Zelândia – e, em seguida, estabelecerá metas de redução até o final de 2020.

Ambientalistas estão a aplaudir o compromisso. “O McDonalds é a primeira grande cadeia de hambúrgueres a anunciar uma política abrangente de redução do uso de antibióticos para toda a carne vendida nos seus restaurantes – e a maior, de longe”, escreve Lena Brook, do Natural Resources Defense Council.

O NRDC diz que, numa altura em que cerca de 40% dos antibióticos medicamente importantes vendidos no setor pecuário nos EUA vão para a indústria de carne bovina, “abordar o uso excessivo na produção de carne bovina é fundamental para combater a resistência aos medicamentos“.

O Fundo de Educação dos EUA, PIRG, um grupo de defesa do consumidor e mais de 80 outros grupos de partes interessadas pediram que a cadeia cortasse o uso rotineiro de antibióticos. Em maio, alguns destes grupos entregaram uma petição ao McDonalds durante uma reunião de acionistas com mais de 150 mil assinaturas.

Feinberg, do McDonalds, explicou que tem sido difícil determinar quais antibióticos – e quantos – são usados ​​na produção de carne bovina. “Descobrimos que não há muita informação disponível globalmente”.

“A cadeia de fornecimento de carne bovina é bastante fragmentada e complexa“, diz Karin Hoelzer, do The Pew Charitable Trusts. Com o frango, é comum que “a mesma entidade lide com tudo, desde a eclosão até o abate”, diz Hoelzer. Mas com o gado, “há muitas entidades diferentes envolvidas na produção de carne bovina, durante um longo período de tempo”.

Durante o processo de transporte, as vacas podem se tornar vulneráveis ​​ao que é conhecido na indústria como febre de transporte, o que justifica usar antibióticos.

O McDonalds diz que o objetivo agora é monitorizar os fornecedores de carne bovina e relatar o seu uso de antibióticos. Depois, a empresa vai estabelecer metas de redução específicas de mercado para fornecedores em cada país.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças nos EUA, pelo menos 2 milhões de pessoas contraem uma infeção resistente a antibióticos a cada ano e pelo menos 23 mil pessoas morrem.

ZAP // NPR

 

PARTILHAR

RESPONDER

Líbano. Governo corta metade dos salários de políticos em resposta aos protestos

Ao quinto dia de manifestações, o governo libanês respondeu com a aprovação de um pacote de emergência de reformas económicas que deixa cair a introdução de novos impostos e passa pela redução do défice. O primeiro-ministro …

Caso Griezmann. Barcelona paga 15 milhões pelo silêncio do Atlético (e fica com benefício futuro)

Escreve o jornal espanhol El Mundo que Barcelona e Atlético de Madrid já chegaram a acordo no "caso Griezmann". O clube catalão pagou 15 milhões de euros pelo silêncio dos colchoneros, ficando ainda com benefício …

Professor detido depois de ser acusado de agredir aluno “com enorme violência”

Um aluno do 8.º ano da Escola Secundária Rainha Dona Leonor, em Alvalade, em Lisboa, terá sido esta segunda-feira agredido por um professor durante uma aula. Segundo o relato da Associação de Encarregados de Educação dos …

Gabinetes dos novos membros do Governo custam 71 milhões de euros

O novo Governo terá 70 gabinetes no total, que representarão uma despesa anual de, pelo menos, 71 milhões de euros aos cofres públicos, mais sete milhões de euros do que o último. O primeiro-ministro, António Costa, …

Fim do cessar fogo na Síria. Turquia ameaça que milicianos curdos no terreno serão abatidos

O período de cessar-fogo de 120 horas acordado entre a Turquia e os Estados Unidos (EUA) para permitir que as milícias curdas saiam do nordeste da Síria termina esta terça-feira, pelas 19:00 (20:00 em Lisboa), …

Ministro adjunto cabo-verdiano encontrado morto no gabinete

O ministro adjunto do primeiro-ministro de Cabo Verde para a Integração Regional, Júlio Herbert, foi encontrado morto, esta segunda-feira, no seu gabinete, no Palácio do Governo, na Praia, confirmou fonte governamental. Elementos da Polícia Nacional cabo-verdiana …

"Risco de desvio significativo" nas contas do Governo. Bruxelas com reservas sobre esboço do OE2020

A Comissão Europeia (CE) pediu esta terça-feira ao Governo português que apresente uma versão atualizada do projeto orçamental para 2020 “tão cedo quanto possível”, observando que o ‘esboço’ recebido aponta para o risco de um …

Goldman Sachs. Funcionário acusado de divulgar informação em troca de dinheiro

Bryan Cohen, vice-presidente de um dos departamentos do Goldman Sachs, foi acusado de tirar proveito de um esquema que gerou alegadamente cerca de 2,3 milhões de euros em lucros ilegais. Nos últimos 18 meses, dois funcionários …

Encontrada carruagem romana milenar com restos fósseis dos cavalos

Uma equipa de arqueólogos do Museu da Cidade de Vinkovci e do Instituto da Arqueologia de Zagreb, na Croácia, encontrou uma carruagem romanda de duas rodas com os corpos fossilizados de dois cavalos. Os especialistas consideram …

Caos no Chile. Governo anula aumento do preço do metro que iniciou protestos

O Governo do Chile anulou esta segunda-feira o aumento do preço dos bilhetes do metropolitano, depois de a medida ter provocado violentos protestos que se generalizaram no país. Esta terça-feira, com apenas uma linha do metro …