Mbappé tem uma “mancha” na Liga dos Campeões

Números invulgares do avançado do PSG, que em 2020 ainda não marcou qualquer golo no torneio europeu. Pires e Rami falaram sobre o seu futuro.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Kylian Mbappé. Visto por muita gente como o melhor avançado do futebol, atualmente, talvez ao lado de Robert Lewandowski. Visto também por muita gente como o sucessor de Cristiano Ronaldo e de Lionel Messi no número de prémios individuais e no número de eleições de melhor futebolista do mundo. É, sem surpresa, o maior goleador do campeonato francês mas na Liga dos Campeões…a história é outra.

O atleta do Paris Saint-Germain ainda não marcou qualquer golo nesse torneio em 2020. Desde o dia 11 de dezembro de 2019, na última vez em que marcou na prova, o internacional francês já jogou sete vezes (o PSG chegou à final na temporada passada), esteve em campo durante 502 minutos, rematou 15 vezes e marcou zero golos.

Na partida mais recente do PSG, que terminou com a vitória francesa por 2-0 na Turquia, frente ao İstanbul Başakşehir, Mbappé foi o protagonista de quatro remates: só um deles seguiu na direção da baliza. E não marcou, novamente. No entanto, foi importante porque foi o autor das duas assistências (a segunda involuntária) para o bis de Moise Kean.

Nos números reforçados pelo jornal Marca, além da ausência de golos nos tais sete jogos, destaca-se o encontro entre PSG e Borussia Dortmung, na segunda “mão” dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões da época passada, em que Mbappé não realizou qualquer remate (mas esteve em campo durante apenas 26 minutos). Na maioria dos outros encontros foi totalista mas nunca celebrou um golo. Na final contra o Bayern rematou somente uma vez.

Pirès e…um defesa do Boavista

O futuro de Kylian Mbappé pode passar por uma saída para Espanha e há um jogador que garante que o jovem já assinou contrato com o Real Madrid. É Adil Rami, defesa do Boavista: “Mbappé já assinou com Real Madrid. Não tenho dúvidas porque as negociações para a renovação do contrato ainda não avançaram. Ele nem sequer tem falado disso; é porque não está interessado”, comentou Rami, que foi campeão do mundo em 2018, ao lado de Mbappé.

Robert Pirès, outro campeão mundial pela seleção francesa, mas em 1998, também falou sobre o seu compatriota e disse que Mbappé tem de jogar pelo Real Madrid caso queira “crescer na carreira”.

  NMT, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.