Marisa Matias vai chefiar missão eleitoral da UE no Sri Lanka

GUE/NGL / Flickr

A eurodeputada Marisa Matias

A deputada portuguesa do Bloco de Esquerda Marisa Matias foi nomeada pela chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, para chefiar uma missão eleitoral da União Europeia (UE) no Sri Lanka, partindo no domingo para o país, anunciou esta sexta-feira o partido.

A delegação do Bloco de Esquerda no Parlamento Europeu informou, em comunicado, que a equipa principal desta missão, que Marisa Matias irá liderar, é composta por nove analistas eleitorais da União Europeia e já se encontra no Sri Lanka desde o início de outubro, devendo ficar no país até à conclusão do processo eleitoral.

A estes especialistas vão juntar-se, entretanto, 30 observadores de longo prazo que foram colocados em vários pontos do país e outros 30 especialistas para a semana das eleições.

“A missão surge no decurso de uma longa história de missões de observação eleitoral da UE naquele país, em 2000, 2001, 2004, 2005 e 2015. Esta eleição, presidencial, reveste-se ainda de especial importância pois será a primeira de várias que decorrerão naquele país até ao final de 2020 e o processo de reconciliação nacional é ainda frágil.”

Citada pela nota, a deputada bloquista afirma acreditar ser “importante que a UE continue a realizar missões de observação eleitoral no Sri Lanka como forma de apoio à população e aos seus esforços no sentido de reforçar os processos eleitorais e as instituições democráticas”.

“Espero que a nossa observação possa constituir um importante contributo para esta eleição e, através do seu acompanhamento posterior, para os esforços de reforçar ainda mais esses processos eleitorais e as instituições”, adianta.

Já a Alta Representante da UE para a Política Externa e Segurança, Federica Mogherini, indica estar confiante de que “o destacamento de uma missão de observação eleitoral da UE sob a liderança da chefe de Missão Marisa Matias contribuirá para uma eleição inclusiva, credível e transparente”.

“Esta eleição é importante para que o Sri Lanka continue a progredir no seu caminho de reformas e de reconciliação nacional”, conclui Federica Mogherini na nota. Caberá à equipa de missão fazer, posteriormente, um relatório sobre este ato eleitoral e apresentar recomendações para futuros processos.

As eleições presidenciais no Sri Lanka realizam-se no dia 16 de novembro e contam com 35 candidatos. Também o Parlamento Europeu vai organizar uma missão de observação, que será liderada pela deputada socialista portuguesa Isabel Santos, tendo como objetivo “acompanhar o ato eleitoral e observar as condições em que se irá desenrolar”, assinala em nota de imprensa a delegação do PS em Bruxelas.

Isabel Santos já tinha feito parte de uma missão semelhante da assembleia europeia para as eleições na Ucrânia.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

É a quantidade de alimento que determina quem se torna a abelha-rainha

Um novo estudo sugere que é a quantidade de alimento, e não a sua qualidade, como se pensava até agora, que determina quem se torna a abelha-rainha. Quais são os fatores que determinam qual é a …

Em Miami e Nova Iorque, os polícias ajoelharam-se por George Floyd

Em Miami e em Nova Iorque, alguns agentes da autoridade juntaram-se aos manifestantes por breves momentos, para mostrar o seu respeito pela memória de George Floyd. Nos Estados Unidos, os protestos pela morte de George Floyd …

A Nova Zelândia está em cima de uma enorme bolha de lava

A Nova Zelândia situa-se no topo dos restos de uma pluma vulcânica gigante. Este processo é o responsável pela atividade vulcânica e desempenha um papel fundamental no funcionamento do nosso planeta. Nos anos 70, vários cientistas …

Petição busca estatuto de vítima para crianças em contexto de violência doméstica

Uma petição lançada na sexta-feria que reivindica a criação do estatuto de vítima para as crianças que vivem em contexto familiar de violência doméstica já foi assinada por mais de 1300 pessoas, entre elas personalidades …

Assimétrica e flutuante. A primeira casa impressa em 3D na República Checa vai "nascer" em 48 horas

A primeira casa impressa em 3D na República Checa vai estar pronta no próximo mês para demonstrar a velocidade e a eficácia de uma técnica de construção que será sete vezes mais rápida e terá …

Anonymous garantem que princesa Diana foi assassinada para abafar caso Epstein

O movimento internacional de ciberativistas Anonymous - ou alguém que alega operar em seu nome - garante que a princesa Diana, que morreu num acidente de viação em agosto de 1997, foi, na verdade, assassinada …

Empresa de mineração pede desculpa por destruir cavernas sagradas aborígenes

A empresa mineira Rio Tinto admitiu que destruiu as cavernas pré-históricas que eram locais de culto para os aborígenes australianos e pediu desculpa. As cavernas de pedra Juukan Gorge 1 e 2 – dois locais de …

Itália exige "respeito": vai abrir fronteiras, mas excluir países que impõem restrições a italianos

Apesar de acredita "no espírito europeu", o ministro dos Negócios Estrangeiros italiano sublinhou que o país está pronto "para fechar as fronteiras" àqueles que não o respeitem. A Itália vai abrir as suas fronteiras internacionais a …

As Forças Armadas sul-africanas não estavam preparadas para um inimigo invisível

A Força de Defesa Nacional da África do Sul não está preparada para combater uma pandemia silenciosa como a da covid-19. Este "inimigo invisível" veio trazer à tona as fragilidades do país. As Forças Armadas da …

Putin convoca referendo sobre alterações constitucionais para 1 de julho

A aprovação da reforma constitucional permitirá ao atual Presidente da Rússia, Vladimir Putin, cumprir mais dois mandatos suplementares a partir de 2024. Vladimir Putin anunciou a data de 1 de julho para o referendo nacional de …