Marisa Matias vai chefiar missão eleitoral da UE no Sri Lanka

GUE/NGL / Flickr

A eurodeputada Marisa Matias

A deputada portuguesa do Bloco de Esquerda Marisa Matias foi nomeada pela chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, para chefiar uma missão eleitoral da União Europeia (UE) no Sri Lanka, partindo no domingo para o país, anunciou esta sexta-feira o partido.

A delegação do Bloco de Esquerda no Parlamento Europeu informou, em comunicado, que a equipa principal desta missão, que Marisa Matias irá liderar, é composta por nove analistas eleitorais da União Europeia e já se encontra no Sri Lanka desde o início de outubro, devendo ficar no país até à conclusão do processo eleitoral.

A estes especialistas vão juntar-se, entretanto, 30 observadores de longo prazo que foram colocados em vários pontos do país e outros 30 especialistas para a semana das eleições.

“A missão surge no decurso de uma longa história de missões de observação eleitoral da UE naquele país, em 2000, 2001, 2004, 2005 e 2015. Esta eleição, presidencial, reveste-se ainda de especial importância pois será a primeira de várias que decorrerão naquele país até ao final de 2020 e o processo de reconciliação nacional é ainda frágil.”

Citada pela nota, a deputada bloquista afirma acreditar ser “importante que a UE continue a realizar missões de observação eleitoral no Sri Lanka como forma de apoio à população e aos seus esforços no sentido de reforçar os processos eleitorais e as instituições democráticas”.

“Espero que a nossa observação possa constituir um importante contributo para esta eleição e, através do seu acompanhamento posterior, para os esforços de reforçar ainda mais esses processos eleitorais e as instituições”, adianta.

Já a Alta Representante da UE para a Política Externa e Segurança, Federica Mogherini, indica estar confiante de que “o destacamento de uma missão de observação eleitoral da UE sob a liderança da chefe de Missão Marisa Matias contribuirá para uma eleição inclusiva, credível e transparente”.

“Esta eleição é importante para que o Sri Lanka continue a progredir no seu caminho de reformas e de reconciliação nacional”, conclui Federica Mogherini na nota. Caberá à equipa de missão fazer, posteriormente, um relatório sobre este ato eleitoral e apresentar recomendações para futuros processos.

As eleições presidenciais no Sri Lanka realizam-se no dia 16 de novembro e contam com 35 candidatos. Também o Parlamento Europeu vai organizar uma missão de observação, que será liderada pela deputada socialista portuguesa Isabel Santos, tendo como objetivo “acompanhar o ato eleitoral e observar as condições em que se irá desenrolar”, assinala em nota de imprensa a delegação do PS em Bruxelas.

Isabel Santos já tinha feito parte de uma missão semelhante da assembleia europeia para as eleições na Ucrânia.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Metro de Nova Iorque pede à Apple para melhorar sistema de reconhecimento facial

A autoridade que gere o metro de Nova Iorque, nos Estados Unidos, pediu à gigante tecnológica Apple para melhorar o reconhecimento facial dos seus dispositivos depois de serem observados vários passageiros a retirar a máscara …

Rival da Tesla diz que o seu carro terá uma autonomia de 832 quilómetros

A empresa Lucid Motors, concorrente direta da Tesla no mercado automóvel elétrico, afirma que o seu carro Air terá uma autonomia de 832 quilómetros. A confirmar-se a autonomia deste carro, o automóvel da Lucid Motors ultrapassará …

Moradores das Maurícias estão a cortar o próprio cabelo para ajudar a evitar um desastre ambiental

Moradores das Maurícias estão a cortar o seu próprio cabelo para para tentar minimizar os danos causados pelo derrame de petróleo de um navio janponês encalhado nos recifes de coral ao largo da ilha. Estima-se que …

Atalanta 1-2 PSG | Reviravolta épica vale bilhete para as “meias”

Um final impróprio para cardíacos e o epílogo perfeito num excelente jogo. O PSG esteve a perder desde o minuto 27, mas em apenas três minutos dos descontos deu a volta ao texto diante da …

Um emblemático transplante nos EUA aconteceu graças a um coração "roubado"

Um dos primeiros transplantes de coração realizados no mundo aconteceu no Estados Unidos. O que muitos não sabem é que este caso de sucesso também deu aso ao primeiro processo civil no país por homicídio …

"Pandemia de sem-abrigo" nos EUA. Há 30 milhões de pessoas sob risco de despejo

Nos Estados Unidos da América avizinha-se uma "pandemia de sem-abrigo". Até ao final de setembro, 30 milhões de norte-americanos estão em risco de despejo devido à covid-19. Nos Estados Unidos, a pandemia de covid-19 pode estar …

Tráfego nas autoestradas cai para quase metade. Foi o pior trimestre de sempre

A rede da Associação Portuguesa das Sociedades Concessionárias de Autoestradas ou Pontes com Portagens (APCAP) registou de abril a junho "o pior trimestre de circulação e tráfego médio desde que há registos", recuando 46% devido …

Bielorrússia cortou acesso à internet e tentou fazer com que parecesse um acidente

No seguimento da reeleição de Alexandr Lukashenko na Bielorrússia, multiplicam-se os apagões de internet. O Governo diz que se trata de um ataque cibernético, mas há suspeitas de que seja um plano do presidente. Os protestos …

Resgatados 28 cães sem registo ou vacinas de barracões onde também vivia a proprietária em Lisboa

Vinte e oito cães foram retirados pela PSP terça-feira de barracões em Lisboa onde também vivia a proprietária, avança a agência Lusa, detalhando que os animais serão depois colocados para adoção.  Os animais foram posteriormente recolhidos …

Pela primeira vez em 300 anos, é possível visitar esta ilha em Cabo Cod

Pela primeira vez em 300 anos, uma ilha ao largo da costa de Cabo Cod, península em forma de gancho no estado norte-americano de Massachusetts, está aberta ao público. A Ilha Sipson é propriedade privada desde …