Marisa Matias levanta a ponta do véu: “A esquerda dirá presente a este desafio”

José Coelho / Lusa

Marisa Matias, candidata do Bloco de Esquerda às Presidenciais 2016

Não é uma declaração pública, mas Marisa Matias parece ter levantado subtilmente a ponta do véu. Num artigo de opinião publicado no jornal Público, a eurodeputada assume compromissos para o futuro.

Esta segunda-feira, Marisa Matias assinou um artigo de opinião no jornal Público, que não parece estar muito longe de um manifesto eleitoral. “O futuro começa a decidir-se agora. E as escolhas deste ano e do próximo ano vão determinar o país que teremos”, escreve a eurodeputada do Bloco de Esquerda.

As eleições presidenciais contam, até agora, com um candidato oficial – André Ventura – contra o atual Presidente, Marcelo Rebelo de Sousa, e têm data marcada para janeiro de 2021.

Marisa Matias é o nome mais apontado nas fileiras do Bloco de Esquerda para uma eventual corrida a Belém e, no artigo de opinião, a dirigente do partido fala precisamente em “escolhas” a tomar neste período. O Expresso recorda que, há quatro anos, Marisa Matias candidatou-se também contra Marcelo Rebelo de Sousa e conseguiu uns simpáticos 10% pelo Bloco de Esquerda.

“À elite económica e social que faz da desigualdade a sua política, respondo com a universalidade do Estado social, com a solidariedade e a repartição da riqueza, com a luta por justiça climática e justiça social. A esquerda dirá presente a este desafio“, admite a eurodeputada.

No mesmo texto, Marisa Matias explica as implicações da pandemia de covid-19 no tecido social e económico e as soluções que vem propor, como se se tratasse de uma espécie de programa eleitoral.

A bloquista insiste na “promoção do trabalho com direitos e a criação de emprego” pela parte laboral e no reforço dos serviços públicos e, em particular, do Serviço Nacional de Saúde (SNS), “contra os que querem deixá-lo refém dos privados”. “Eu assumo o reforço do Serviço Nacional de Saúde – em profissionais, meios técnicos, autonomia de gestão, recursos financeiros – como primeiro garante da segurança de todos e do cuidado com todos.”

“A energia de um país solidário é a que me move e aquela por que lutarei nos próximos meses. Julgo que, sob a crise sanitária, compreendemos que o nosso desafio coletivo é o de sermos um país em que todos tenham vidas seguras. A pandemia ensinou-nos que os bens essenciais do país são o trabalho e os serviços públicos. É neles que temos que investir como pilares da segurança de todos”, rematou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Governo brasileiro deixou de aplicar grande parte das verbas públicas para combater covid-19

O Governo brasileiro deixou de executar grande parte das verbas públicas disponibilizadas para programas destinados a conter os efeitos da pandemia da covid-19, estando em causa vários milhões de reais. Segundo revelou o Folha de São …

Meghan Markle revela que passou por aborto espontâneo. "Perder um filho é uma dor quase insuportável"

Meghan Markle revelou que teve um aborto espontâneo em julho, contando a sua experiência traumática na esperança de ajudar outras pessoas. A Duquesa de Sussex descreveu o aborto num artigo de opinião publicado hoje no jornal …

FC Porto e Sporting com duelos de "primeira" na Taça, Benfica à espera

O sorteio realizado, esta quarta-feira, deu a conhecer os adversários do FC Porto e do Sporting na quarta eliminatória da Taça de Portugal. Benfica ainda aguarda o resultado da partida entre Vilafranquense e Sanjoanense. O FC …

Von der Leyen lembra Hungria e Polónia que milhões de europeus estão à espera

A presidente da Comissão Europeia deplorou, esta quarta-feira, o impasse na aprovação do Orçamento Plurianual e do Fundo de Recuperação, apontando que os líderes devem uma resposta urgente a milhões de cidadãos europeus angustiados, incluindo …

Lista da Bloomberg ordena os 50 países que respondem melhor à pandemia. Portugal fora dos 30 primeiros

O Ranking da Bloomberg avalia dez critérios que dizem respeito à forma como os países dominaram a pandemia. Portugal aparece sensivelmente a meio, melhor no acesso à saúde, pior no fator económico. A Bloomberg, grupo de …

Altice Portugal corta relações institucionais com a Anacom

A Altice Portugal anunciou, esta quarta-feira, que decidiu suspender "qualquer relacionamento institucional" com a Autoridade Nacional das Comunicações (Anacom). "No atual contexto, em que toda a economia nacional e seus agentes se sentem já esclarecidos e …

Ana Gomes espera que Marcelo pare de alimentar "tabu" sobre uma recandidatura

A candidata presidencial Ana Gomes disse nesta quarta-feira esperar que o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, não continue a alimentar o "tabu" sobre uma recandidatura, "até para não se valer do cargo" …

Bloco de Esquerda vai votar contra o Orçamento do Estado

O Bloco de Esquerda vai votar contra a proposta do Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), que vai ser votada, na Assembleia da República, esta quinta-feira. De acordo com o jornal Público, a decisão ainda vai …

Agência europeia de aviação prepara-se para autorizar regresso do Boeing 737 MAX

A Agência Europeia para Segurança da Aviação (EASA) manifestou hoje intenção de aprovar o regresso da aeronave Boeing 737 MAX aos céus da União Europeia (UE), mas apenas se forem cumpridos requisitos técnicos e de …

Xi Jinping dá os parabéns a Joe Biden pela vitória nas eleições

O Presidente chinês deu os parabéns pela vitória ao Presidente eleito dos Estados Unidos, esta quarta-feira, expressando esperança num espírito de cooperação entre os dois países, para que todos fiquem a ganhar. A China foi uma …