Marcelo sobre festejos do Sporting: “Quem deve prevenir não conseguiu prevenir”

Mário Cruz / Lusa

O Presidente da República defendeu, esta quarta-feira, que “quem deve prevenir” aglomerados de pessoas como os dos festejos do Sporting, em Lisboa, “não conseguiu prevenir”, esperando que tal “não tenha custos” para a saúde pública em breve.

Quem deve prevenir não conseguiu prevenir e quem deveria prevenir são, naturalmente, as entidades responsáveis por isso”, mas também “são todos os cidadãos”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas, em Arcos de Valdevez, no distrito de Viana do Castelo.

Comentando os festejos em Lisboa da conquista do título por parte do Sporting, o Presidente da República disse “esperar que daqui por 15 dias, três semanas”, o país não tenha “notícias menos boas por causa da euforia”.

“Foi uma noite que não correu tão bem em termos de saúde pública, mas não generalizemos”, disse o chefe de Estado, acrescentando que “o que aconteceu ontem não deve ser padrão para as próximas semanas e meses”.

Para Marcelo Rebelo de Sousa, “se toda a gente” no plano político, religioso e desportivo, entre outros, começar a entender que desconfinar significa “não observar nenhumas regras”, isso pode levar a “situações que não são boas para ninguém”.

“Compreendo que as pessoas se emocionem e queiram expandir a sua alegria. Vamos esperar que isto não tenha custos para os lisboetas e que não dê resultados menos positivos. Só saberemos dentro de 15 dias ou três semanas”, referiu novamente.

Questionado pelos jornalistas se os acontecimentos em Lisboa fragilizam o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, Marcelo preferiu não responder.

Foi à festa leonina? Evite contactos nos próximos dias

Depois dos festejos, os especialistas temem um aumento de infeções, apelando às pessoas que estiveram presentes que usem máscara e evitem contactos nos próximos dias.

Em declarações à rádio Renascença, o médico Ricardo Baptista Leite, que também é deputado do PSD na Assembleia da República, explicou que “há um período de incubação do vírus que ronda os três a cinco dias, por vezes um pouco mais”.

Por isso, “se as pessoas que participaram nos festejos evitarem contactos com outros e cumprirem com todas as normas da Direção-Geral da Saúde”, será possível evitar consequências mais negativas.

À mesma rádio, o vice-presidente da Associação de Médicos de Saúde Pública, Gustavo Tato Borges, responsabiliza tanto as autoridades como os adeptos pelo que aconteceu esta noite.

“Primeiro, os adeptos, porque não conseguiram raciocinar sobre a situação e viveram isto como se fosse o último dia do mundo. E depois as instituições também falharam, porque era necessário ter um plano para estes festejos, especialmente em Lisboa”, considerou.

Segundo o Diário de Notícias, a festa começou a ser preparada três dias antes do jogo, envolvendo, além das forças de segurança, a Câmara de Lisboa. As regras e recomendações da DGS previam o corte do trânsito entre o Saldanha e o Marquês a partir das 19h00, encerramento de estações de metro desde as 22h30 e um desfile controlado num autocarro, sem paragens.

Mas à medida que a conquista do título se ia aproximando, no jogo frente ao Boavista no Estádio de Alvalade, começou também a aumentar a euforia dos adeptos, que ignoraram todas as recomendações das autoridades.

Alguns adeptos acabaram mesmo por entrar em confronto com as forças de segurança nas imediações do estádio, de acordo com as imagens divulgadas pelas várias televisões.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

26 COMENTÁRIOS

  1. Mas quem deve prevenir (Ministro Cabrita) já deu provas de ser um profundo incompetente. No entanto, ninguém o demite.
    Se listássemos os mais incompetentes de sempre num governo de Portugal, este apareceria seguramente nos 3 primeiros lugares. Um verdadeiro zero à esquerda.

    • O indivíduo não é apenas incompetente. É um incompetente que ADORA mandar!
      Dêem-lhe poder, dêem… Depois queixem-se!

  2. Mas era novidade para alguém? Nem a “feijões” a policia controla os adeptos, nomeadamente as claques, e agora queriam que numa festa do titulo a pessoas se comportassem como “anjinhos”.
    Ao permitir-se colocar ecrás gigantes junto do estádio, ao permitir-se que os jogadores fizessem uma volta pela cidade, etc… o que aconteceu era mais do que previsto.
    E depois pelo resto do pais, nas casas do sporting, viu-se pessoas aos molhos, sem máscaras e todas aos bjs e abraços.
    Vamos ver se agora as coisas não pioram. Se tal acontecer vamos ver se quem manda tem a coragem de mandar fechar a capital se o n.º de infetados superar os limites estabelecidos…

    Mas parabens sporting. já mereciam

  3. Quem devia ter prevenido foram todos os Portugueses – utilizar máscara e distanciamenteo social -, o que não aconteceu.

    Com o devido respeito ao clube de futebol e o crédito ao que atingiu, cada Português foi responsável pelo seu comportamento, pelo que no pós-celebração não imputem “culpa” à polícia/governo; não vejo forma de que estes pudessem ter controlado a situação de outra forma, só enviando uma “SWAT team.”

    Quanto aos efeitos, vamos esperar e verificar.

    Estamos todos cansados da pandemia? Estamos! Queremos voltar a confinamento? Pelo menos eu não quero, logo não tenho comportamentos como alguns registados ontem, simples.

    • Fiquei com a idea de que os Portistas e os Benfiquistas não se misturaram nas festas, assim que foi pouca gente.
      Aqui na minha zona o risco parece ter sido pouco, ate que muitos não sairam da zona por ja não se lembrarem do caminho para o Marques … hehehe

      Parabéns ao Sporting … e podem ficar descansados que para o proximo campeonato que ganharem o COVID já vai ser historia (com 18 anos)

    • Concordo parcialmente consigo. Concordo que o povo é o primeiro responsável, mas não se pode ilibar a polícia e as autoridades do que aconteceu. Prevenção. Sabia-se que ia dar raia, mas não se atuou. Quando ainda havia algumas centenas de adeptos á frente do ecrã da Juve Leo, (que não devia lá estar) a polícia ficou quieta. Só quando era tarde para atuar de forma “suave” (porque se devia atuar!) é que “eles” (a polícia) acordou! O presidente da Câmara de Lisboa também é responsável, O Sporting também é responsável e, por último, os maiores responsáveis (ou devo dizer irresponsáveis) são o Marcelo, o António Costa e a Assembleia. Porquê? Porque continuam a esperar “bom senso” da população quando, por variadíssimas vezes, tem demonstrado que não o tem, sendo que este exemplo foi o pínaclo dessa falta. Isto vai continuar porque as altas autoridades não têm coragem de atuar perante um povo verdadeiramente irresponsável. E não me refiro só ao futebol e este triste espetáculo que soube “homenagear” os milhares de portugueses que morreram devido á infeção. É no dia a dia! Está tudo á espera da vacina porque ninguém é capaz de dizer… SÃO OS PORTUGUESES OS CULPADOS DA CONTINUIDADE DESTA PANDEMIA E SÓ ELES PODEM TRAVÁ-LA!!!

  4. Eduardo Cabrita, sempre a pontuar!
    O homem só trabalha bem quando não é preciso fazer nada. Se for preciso alguma coisa o melhor é não contar com ele. Excepto para vir depois pôr culpas nos outros, claro.

    • Nem siri nem eu sabemos como evitar a situação ocorrida. Mas há quem saiba.
      Mas mesmo sem saber, posso mandar uns palpites ao acaso.
      Por exemplo: Se os adeptos vão aos magotes ver o autocarro, então pode-se gerir a situação controlando o autocarro.
      Por exemplo: Se os adeptos se juntam aos magotes a ver o jogo num ecrã, remove-se o ecrã.
      Etc, etc.
      O que não é trabalho que se apresente é deixar a coisa ao Deus-dará, e depois dizer que não se podia fazer nada!

  5. O CIVISMO Português no seu auge !…… Por estas e outras tristes cenas, mais perco o gosto e me afasto do Futebol. Se se vier a confirmar um impacto negativo em termos de Saúde Publica na Zona de Lisboa, as culpas deveram ser imputadas a varias Entidades; Quem autorizou esta Manifestação descontrolada, responsáveis du Clube e Organizadores do Evento e sobretudo os Énergumènes arruaceiros de sempre que deveriam ser Identificados e levados a Tribunal por porem em risco a Saúde de todos. Poderia-se perfeitamente celebrar o Titulo de forma mais contida, neste momento de Pandemia !…… o que se passou foi digno de um manicómio a Céu aberto !…

  6. Manifestei a minha Opinião de forma Educada e Responsável, face ao inadmissível sucedido em Lisboa. Apontei de forma clara a falta de Civismo que se veio a constatar nesta manifestação desordeira em tempo de Pandemia. Gostava de saber porque não foi Publicada !…Obrigado !

  7. Estes dirigentes do futebol, estão acima de tudo, Ninguém lhes impõe respeito, por isso é que a corrupção não acaba. Eles é que mandam e fazem o que querem, porque os Srs Politicos têm medo dos chamados “grandes” e são promíscuos com eles, pensando assim que ganham votos para manterem o poder…..
    É uma falta de respeito para quem teve de fechar o seu negócio por não poderem sequer estar 4 pessoas juntas, havendo ainda muitos sectores encerrados…….. e o futebol tudo pode……até as críticas são feitas com “pinças” não vão o clube e os seus adeptos ficar zangados…..
    Que país miserável!!! Até a comunicação social festejou mais do que denunciou, como costuma fazer quando sabe algo sobre um pequeno ajuntamento ou uma festa familiar……

  8. Estiveram todos mal desde governantes autoridades e pessoas envolvidas na situação, perante uma avalanche daquela dimensão não vejo polícia suficiente para controlar tudo e controlar o quê se estavam lá aos milhares a monte para fazer a festa! E a mesma decorreu por vários pontos do país. A única solução razoável teria sido a proibição de se reunirem, mas também aqui pergunto se haveria lei para parar tal onda; vem aí o final da taça de Portugal que corre o mesmo risco e até mesmo o Benfica-Sporting tendo em conta a rivalidade e proximidade geográfica poderá causar alguns problemas como habitual.

    • Solução? Depois do que se viu durante e após o jogo Sporting Boavista? Parar o campeonato! Pelo menos até atingirmos a farsa da imunidade de grupo (digo farsa porque 30% da população é ignorada). Mas os governantes, como diz (e concordo, porque são os maiores responsáveis disto e de tudo de errado que se tem passado durante esta pandemia – Presidente da Câmara, Ministro da Administração Interna, António Costa, Marcelo e Assembleia) não teriam a coragem de fazê-lo. O capital… perdão! O futebol é muito poderoso e nunca deixaria que isso acontecesse!

      Mas, se calhar ainda não sabe que isto vai “de mal a pior”… A última jornada vai ter público nos estádios! Já vimos como os adeptos se comportam, não já? Sabia de outra? No fim deste mês vamos ter a final da Liga dos Campeões no estádio do Dragão, o que quer dizer que vamos ter milhares de “hooligans” ingleses (porque a final é disputada entre dois clubes ingleses) a armar desacatos na cidade e, claro, promover a contaminação da população portuguesa. Isto tudo permitido pelas autoridade portuguesas. Porquê? O dinheiro é mais importante que a saúde da população, mesmo quando a população não se saiba comportar. E não me refiro apenas ao espetáculo deplorável que sucedeu fora do Estádio de Alvalade (o Sporting deveria ser punido com dez jogos… sem pontuar, na próxima época!)! Refiro-me ao dia a dia!

  9. “Para Marcelo Rebelo de Sousa, “se toda a gente” no plano político, religioso e desportivo, entre outros, começar a entender que desconfinar significa “não observar nenhumas regras”, isso pode levar a “situações que não são boas para ninguém”.” Bem… O povo continua a não perceber e tu, Marcelo, também não. Tá tudo á espera que a vacina se consiga sobrepor á enorme irresponsabilidade da generalidade da população de Portugal. E é algo que já dura há muuuuito tempo. Só não vê quem não quer e há muuuuitos que não querem ver!
    ““Compreendo que as pessoas se emocionem e queiram expandir a sua alegria. Vamos esperar que isto não tenha custos para os lisboetas e que não dê resultados menos positivos. Só saberemos dentro de 15 dias ou três semanas”,” Em vez de condenar veementemente, põem paninhos quentes e acaba por desculpar os comportamentos inaceitáveis. Resultado? Acaba por validar e/ou “compreender” uma atitude verdadeiramente indesculpável! Na próxima jornada vamos ter mais do mesmo e, com a brilhante ideia de pôr público nos estádios na última jornada, vai ser ainda pior!!! Culpa tua, Marcelo, António Costa e Assembleia da República!!!

  10. O presidente da câmara esteve bem em colocar ecrãs… O mai a deixar livre consumo de bebidas alcoólicas… O governo, qual desgoverno.

  11. Todos sabem que o pior político que temos é o PM (demagógico e hipócrita), depois são quase todos os outros que fazem parte do governo. à cabeça deste pelotão está o CABRITA, claro!

    Lembram-se do campeonato anterior, o que foi ganho pelo FCPorto? Que tipo de festejos houve…, nenhuns!
    Será que é por ter celebrado muitos títulos nos últimos anos? Talvez!

    A culpa é de todos é verdade, mas, o governo e as autoridades são os principais responsáveis.
    Parabéns Sporting!

RESPONDER

Ventura concorre pelo Chega à Assembleia Municipal de Moura

André Ventura é o candidato do partido à Assembleia Municipal de Moura nas próximas eleições autárquicas, anunciou o próprio esta quinta-feira. O presidente do Chega, André Ventura, disse esta quinta-feira que vai ser o cabeça-de-lista do …

Texas vai permitir porte de armas em público sem ser necessária qualquer licença

O governador republicano do Texas assinou uma lei que permite o porte de armas em público, sem respetiva licença, a última de uma série de medidas que expandem este tipo de direitos nos estados conservadores …

Para já, Ivo Rosa escapa de um inquérito disciplinar do Conselho Superior da Magistratura

O Conselho Superior da Magistratura não vai abrir inquérito disciplinar a Ivo Rosa, pelo menos, para já. O órgão de gestão dos juízes concluiu que não há suspeitas de violação de caso julgado na decisão …

Mario Gómez: "O futebol é como a roupa, é de modas"

Comentário do antigo internacional alemão sobre as funções do ponta-de-lança atual. Mario não tem saudades dos relvados. Mario Gómez García, o homem que veio de Riedlingen, na República Federal da Alemanha, para marcar muitos golos. Figura …

A um mês dos Jogos Olímpicos, Tóquio pondera levantar estado de emergência

Os Jogos Olímpicos, que foram adiados no ano passado devido à pandemia, vão começar no dia 23 de julho. O Governo japonês está a ponderar levantar o estado de emergência em Tóquio. Tóquio está em estado …

Militares birmaneses acusados de incendiar uma aldeia

Uma aldeia foi destruída pelo Exército birmanês depois de confrontos entre militares e opositores da junta ditatorial. Dois idosos, que não conseguiram fugir, acabaram por morrer queimados. A aldeia de Kin Ma, na região de Magway, …

Ucrânia 2-1 Macedónia N. | “Synio-zhovti” relançam aspirações

A Ucrânia conquistou esta quinta-feira a sua segunda vitória em Europeus, depois de seis derrotas consecutivas, ao bater a estreante Macedónia do Norte por 2-1, em encontro disputado em Bucareste, com arbitragem pelo argentino Fernando …

Mais 1.233 casos de covid-19 em Portugal. Morreram duas pessoas

Esta quinta-feira, Portugal registou 1.233 novos casos e duas mortes na sequência da infeção por covid-19. Segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), foram registados, nas últimas 24 horas, mais 1.233 casos e …

Proibida circulação de e para a Área Metropolitana de Lisboa ao fim de semana

A situação epidemiológica em Portugal é agora "mais preocupante", pelo que "dificilmente" o país deverá desconfinar na próxima semana como estava previsto, anunciou esta quinta-feira a ministra Mariana Vieira da Silva. A ministra da Presidência, Mariana …

Lisboa alarga horários de vacinação para atingir as 65 mil pessoas por semana

Já a partir da próxima segunda-feira, os centros de vacinação em Lisboa vão ter horário acrescido. O objetivo é aumentar o número de doses de vacinas administradas por semana para cerca de 65 mil. A partir …