Marcelo defende o fim do uso da máscara em meados de setembro

Hugo Delgado / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República defendeu hoje o fim obrigatório do uso da máscara só em meados de setembro e apelou aos jovens para se vacinarem contra a covid-19 antes do início do ano letivo.

Questionado sobre o fim do uso obrigatório da máscara, o Presidente da República lembrou que é uma competência da Assembleia da República, que só volta a reunir-se em plenário em setembro, por isso defendeu que a prorrogação dessa decisão “é uma boa coincidência, depois de deixar passar algumas semanas”.

“Fui dos primeiros a pô-la e serei dos últimos a tirá-la. Quero ver primeiro os números de agosto e de setembro”, afirmou aos jornalistas Marcelo Rebolo de Sousa, que falava durante uma visita ao centro de vacinação de Alcabideche, no concelho de Cascais.

A acompanhar a vacinação entre os 12 e os 15 anos, o Presidente da República apelou aos jovens que “se vacinem os que ainda não se vacinaram” antes do início do ano letivo, com o objetivo de evitarem os contágios e a propagação do vírus e contribuírem para uma maior cobertura de cidadãos nacionais com vacinação completa.

“Se os jovens e os pais querem mais prevenir do que remediar têm de torcer a sua vida e sacrificar as férias, acelerar este processo e terem a dupla vacinação. Se hesitam, esperam para ver o que acontece com o vizinho aí estão sujeitos, no começo das aulas, a apanhar covid”, realçou.

Quando o país se prepara para, a partir de segunda-feira, entrar numa nova fase de desconfinamento, o Presidente da República apelou também ao “bom senso” dos cidadãos, defendendo que “maior liberdade significa que há maior responsabilidade”.

“Vai haver regresso de férias e começo de ano letivo, haverá mais circulação de pessoas de outros países e sabemos que há países ode a vacinação não está ao nosso nível, por isso vai ser preciso acompanhar com muito cuidado as próximas quatro semanas e aí, continuando a vacinação, vamos ver exatamente o que se passa noutros sítios e se nos afeta ou não”, explicou Marcelo Rebelo de Sousa, que prefere tirar a máscara só em setembro e tenta “usá-la o mais possível mesmo na praia”.

O Presidente da República mostrou-se satisfeito “por ver milhares e milhares [a vacinarem-se]”, considerando que “é sempre bom abrir-se espaços de liberdade” à população e elogiou o trabalho da Task Force, criada para gerir o processo de vacinação, e da Direção-Geral da Saúde.

A covid-19 provocou pelo menos 4.423.173 mortes em todo o mundo, entre mais de 211,3 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.630 pessoas e foram contabilizados 1.017.308 casos de infeção confirmados, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

  // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Só defende isso, porque toda a gente o diz. Por um lado, concordo.
    Quem tem um teste negativo, não tem de usar máscara, visto que não possui o vírus.
    Quem não sabe se tem o vírus, ou quem tem sintomas, pode usar.
    A vacinação é para quê? Para continuarmos escravos destas porcarias descartáveis?

    Contudo, é preciso termos cautela.

  2. Este Marcelo fala assim, porque teve Covid às 21h00 de um dia e, às 6h00 da manhã do dia seguinte, já não tinha.

RESPONDER

Entre "bomba atómica" e "cozinhado" de última hora, Marcelo recebeu Rangel (para irritação de Rio)

O Presidente da República recebeu Paulo Rangel numa altura em que tenta ainda "cozinhar" um entendimento de última hora para aprovação do Orçamento de Estado para 2022, de modo a evitar a "bomba atómica" da …

Sarabia (2E) do Sporting disputa a bola com Ricielli (2D) do Famalicão durante jogo da Taça da Liga

Sporting 2-1 Famalicão | Leões roubaram a bola e não deram hipóteses

O Sporting venceu o Famalicão 2-1, em jogo do grupo B da Taça da Liga, no qual, apesar da diferença mínima, não deu hipóteses ao adversário e controlou-o desde o primeiro ao último minuto. Finalmente Rúben …

Cidade australiana está a dar terrenos de graça para atrair novos moradores

Uma cidade em Queensland, na Austrália, está a doar terrenos numa tentativa de aumentar a sua população de apenas 800 pessoas. Em declarações ao site news.com.au, as autoridades da cidade australiana de Quilpie explicaram que estão …

Princesa Mako e o marido Komuro Kei

Entre escândalos na imprensa e stress pós-traumático, nada deteve o amor da Princesa Mako pelo plebeu Kei Komuro

A monarca japonesa vai abandonar a vida real e viver nos EUA com o marido, um advogado plebeu que conheceu em 2012 na Universidade. A imprensa tem escrutinado a vida de Komuro Kei, que consideram …

Depressão: o relato de Vanessa Fernandes

Escrava do seu sucesso, a vencedora de uma medalha nos Jogos Olímpicos confessa que teria ficado destruída, caso não tivesse pedido ajuda. A ideia era sempre "ganhar e ser a melhor" mas, nos bastidores, Vanessa Fernandes …

Squid Game. Coreia do Norte ataca Coreia do Sul com base no novo sucesso da Netflix

A série "Squid Game", que é a mais vista de sempre na Netflix, tornou-se tão popular que nem a Coreia do Norte ficou indiferente — mas por maus motivos. Enquanto a série sul-coreana tem conquistado espectadores …

O jogador do Santa Clara, Chindris, festeja um golo contra o FC Porto

Santa Clara 3-1 FC Porto | Eficácia atira dragões para fora da Taça da Liga

O Santa Clara recebeu e venceu hoje o FC Porto por 3-1, atirando os portistas para fora da Taça da Liga, num jogo em que a eficácia açoriana fez a diferença. Os golos do triunfo açoriano …

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque

Albuquerque mostrou-se disponível para negociar o OE, mas Rio diz que "a Madeira não está à venda"

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, manifestou hoje disponibilidade para conversar com o Governo sobre o OE, mas Rui Rio garantiu que os deputados madeirenses não vão contrariar o partido. “Se for para …

Golpe de Estado no Sudão. Confrontos nas ruas causam sete mortos e 140 feridos

Milhares de sudaneses têm saído às ruas para protestarem a tomada do poder pelos militares. A comunidade internacional tem sido unânime na condenação ao golpe de Estado. Na sequência do golpe de Estado de segunda-feira, os …

Amnistia Internacional pede que EUA retirem acusações a Assange e a Londres que evite extraditá-lo

A Amnistia Internacional (AI) pediu aos Estados Unidos que retirem as acusações contra o fundador da Wikileaks, Julian Assange, e ao Reino Unido que evite extraditá-lo, pedido feito hoje antes do início, quarta-feira, de nova …