“Prestígio enorme para Portugal”. Marcelo e Costa saúdam recondução de Guterres na ONU

Eduardo Costa / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República e o primeiro-ministro saudaram, esta terça-feira, o apoio do Conselho de Segurança das Nações Unidas à recandidatura de António Guterres ao cargo de secretário-geral.

“Queria dizer-vos que é com muita alegria que soube que o Conselho de Segurança adotou como sua a candidatura do engenheiro António Guterres a uma reeleição como secretário-geral das Nações Unidas”, declarou Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas, a meio de um percurso a pé no concelho de Câmara de Lobos, na Madeira, onde se encontra para as comemorações do Dia de Portugal.

O chefe de Estado realçou que este “é um processo às vezes complicado” e que os membros permanentes do Conselho de Segurança “são decisivos”.

Segundo o Presidente da República, “é um prestígio enorme para Portugal esta aceitação a nível mundial de países tão diferentes como os Estados Unidos, o Reino Unido, a França, a República Popular da China e a Federação Russa”.

“O facto de darem esta luz verde significa, no fundo, um caminho aberto para a Assembleia Geral depois adotar em plenário a decisão, o que quer dizer que, ao contrário da eleição, que foi muito tarde – eu lembro-me de ter ido com o senhor primeiro-ministro à posse em dezembro [de 2016] -, nas reeleições é muito mais cedo”, referiu.

De acordo com o chefe de Estado, “provavelmente o plenário da Assembleia Geral das Nações Unidas será antes do verão”.

“E se for assim teremos de ver se, de repente, na programação internacional não é preciso integrar a ida à posse do engenheiro Guterres”, observou.

Marcelo considerou que Guterres teve um primeiro mandato “muito difícil” como secretário-geral das Nações Unidas, em que conviveu com “uma administração norte-americana muito unilateralista, não multilateral, muito protecionista”, de Donald Trump.

“Portanto, foi um mandato muito difícil, e ele conseguiu ultrapassá-lo. Eu espero que este próximo mandato, se for confirmada, como tudo indica, a sua reeleição, seja não direi mais fácil, mas menos complicado do que foi o mandato anterior”, acrescentou.

O primeiro-ministro, António Costa, também partilha dessa opinião, considerando que Guterres teve um primeiro mandato “difícil” no contexto internacional.

“É com satisfação que vemos um concidadão nosso a ser agora proposto para ser reconduzido para um novo mandato, num quadro felizmente bastante diferente“, declarou o chefe do Executivo.

“O engenheiro António Guterres é um português que exerce o mais relevante cargo a nível internacional e, obviamente, é uma honra para Portugal ver o Conselho de Segurança propor à Assembleia-Geral das Nações Unidas a sua recondução para um novo mandato.”

Tem sido um incansável lutador pela paz e defesa dos direitos humanos e tem sido um grande advogado da ação climática para a prevenção e defesa daquilo que é o futuro da Humanidade”, acrescentou Costa.

No cargo desde janeiro de 2017, o ex-primeiro-ministro português, de 72 anos, era o único candidato, já que, apesar de ter havido dez candidaturas individuais, nenhuma foi aceite, por não contar com o apoio de qualquer dos 193 países membros da organização.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Recebe a maior pensão deste País e apesar de receber o salário da ONU, continua a receber a choruda pensão em Portugal. Com gente assim não há dúvidas que isto vai de vento em popa para ele.

    • Não é a maior subvenção vitalícia – infelizmente há quem receba mais do dobro – mas é óbvio que o Guterres não a devia receber.
      Nem ele, nem ninguém!…
      Pior é haver criminosos condenados que também recebem, como o Vara ou o Duarte Lima…

RESPONDER

Contas públicas agravam-se face a 2020. Receita fiscal volta a crescer

Ministério de João Leão atribui incumprimento à terceira vaga da economia, que significou novas restrições à circulação e nos horários dos estabelecimentos. A receita fiscal e contributiva cresceu, um sinal animador para uma recuperação económica …

Ugarte está a caminho de Alvalade, mas Amorim quer mais três reforços

O Sporting já terá garantido a contratação de Manuel Ugarte, mas Rúben Amorim ainda quer trazer mais um avançado, um extremo e um defesa-central. Depois de várias rondas de negociações, o Sporting finalmente chegou a acordo …

Marcelo começou a receber partidos. "Recuperação socioeconómica" é preocupação comum

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, começou a receber os partidos políticos com assento parlamentar esta segunda-feira. À saída do encontro com Marcelo Rebelo de Sousa, João Cotrim de Figueiredo disse que levou até …

"Não consigo aceitar": português chora depois de perder nos Jogos Olímpicos

Anri Egutidze ficou claramente desiludido por ter perdido logo no seu primeiro combate no torneio masculino de judo: "Vim para ganhar, mesmo". Anri Egutidze chegou aos Jogos Olímpicos para lutar por uma medalha no judo, categoria …

Jogos Olímpicos: Lucas joga com máscara no rosto

Lucas Saatkamp, uma das figuras da seleção brasileira masculina de voleibol, utiliza máscara de proteção contra a COVID-19 durante os jogos em Tóquio. Quem assistiu ao grande jogo desta segunda-feira, o Brasil-Argentina, no torneio masculino de …

PS responde à letra: "O BE pode continuar a fazer a vista grossa aos avanços" no SNS

O PS rejeitou esta segunda-feira as críticas do BE sobre a fixação de profissionais no Serviço Nacional de Saúde, argumentando que o executivo tem sido "consistente" na valorização destes trabalhadores e apelando ao diálogo para …

Jogos Olímpicos: a "estrela" da casa já foi eliminada

Naomi Osaka não foi além dos oitavos-de-final do torneio feminino de ténis. Markéta Vondroušová foi a protagonista da surpresa. Era a líder do ténis mundial há pouco tempo, é a número 2 da tabela WTA e …

Wayne Rooney: lesionar o seu jogador e rodeado de mulheres

Jason Knight só deverá voltar a jogar no final de outubro, por causa de uma disputa de bola com o seu treinador. O ano 2021, pelo menos para já, não vai ficar na lista dos melhores …

Teoria dos dentes do "quebra-nozes" de Paranthropus desmentida

Um novo estudo vem deitar por terra a teoria do "homem quebra-nozes", que sugeria que o Paranthropus tinha enormes dentes posteriores para mastigar sementes e nozes. O Paranthropus ("Paralelo ao Homem") é um género extinto de …

Novo Banco podia ter ganho 150 milhões a executar empresas de Vieira

O Novo Banco podia ter encaixado 150 milhões de euros ao executar as garantias das empresas de Luís Filipe Vieira, mas teria perdas e riscos significativos. A auditoria pedida pelo Fundo de Resolução chegou esta segunda-feira …