Maioria dos católicos discorda da igreja sobre aborto e divórcio

echiner1 / Flickr

-

A maioria dos católicos discordam da igreja sobre aborto, contraceção e divórcio e estão divididos sobre o sacerdócio feminino e de homens casados, segundo uma inquérito realizado em 12 países.

Enquanto os católicos da África e Ásia aceitam maioritariamente a doutrina da igreja, os países da Europa ocidental, os Estados Unidos e alguns latino-americanos
apoiam práticas consideradas imorais pelo Vaticano.

A sondagem realizada para a cadeia de televisão norte-americana de língua espanhola Univision contou com a participação de mais de 12 mil católicos em 12 países de cinco continentes. Portugal não foi incluindo neste trabalho.

No caso do aborto, 65 por cento dos inquiridos disseram que deveria permitir-se, com oito por cento a defender que seja possível em todos os casos e 57 por cento a aceitar que se faça apenas em alguns, nomeadamente quando a vida da mãe está em risco.

O maior apoio à interrupção voluntária da gravidez é proveniente da Europa: em Espanha, por exemplo, o apoio é de 88 por cento.

Brasil, Argentina e Estados Unidos também apoiam o aborto. Nas Filipinas, pelo contrário, 73 por cento dos católicos defendem que o aborto nunca deve ser permitido.

Apenas 19 por cento dos católicos europeus e 30 por cento da América Latina concordam com posição do Vaticano de negar a comunhão aos divorciados que voltem a casar-se, enquanto na maioria dos países africanos católicos a percentagem de aprovação desta medida é de 75 por cento.

O sacerdócio feminino regista a oposição de 30 por cento dos católicos europeus e 36 por cento dos norte-americanos, comparada com 80 por cento dos africanos e 76 por cento dos católicos das Filipinas, o país com maior população católica na Ásia.

Entre os assuntos que geram mais consenso estão os contracetivos, com 78 por cento a manifestarem-se a favor do seu uso.

Mais de 90 por cento de católicos de Espanha, Argentina, Colômbia, Brasil e França são favoráveis ao uso de anticoncecionais, enquanto nos Estados Unidos esta percentagem é de 79 por cento.

Nas Filipinas, o apoio é de 68 por cento e no Congo e Uganda ligeiramente superior a 40 por cento.

O casamento entre pessoas do mesmo sexo regista a oposição de 66 por cento dos católicos, sendo esta a posição maioritária em oito dos 12 países participantes na sondagem.

Este é o tema que maior divisão gera e são os jovens, os membros da classe média e alta e as mulheres que mais são favoráveis a estas uniões.

O estudo confirma também a popularidade do papa Francisco entre os fiéis católicos: cerca de 74 por cento qualificaram o seu trabalho como “excelente” e 25 por cento “bom”.

Numa análise sócio demográfica, os dados revelam que os homens e mulheres casados de 55 anos ou mais que vivem em localidades pequenas e vão à missa
frequentemente são quem tende a concordar mais com as posições da igreja.

As diferenças entre gerações mais relevantes encontram-se na Colômbia, República Democrática do Congo, México e Espanha.

Os doze países selecionados – Estados Unidos, México, Colômbia, Argentina, Brasil, França, Espanha, Polónia, Itália, República Democrática do Congo, Uganda, Filipinas – representam 61 por cento da população católica mundial.

A margem de erro é de 0,9 por cento, com um nível de confiança de 95 por cento. O número de católicos ronda os 1,2 milhões de pessoas em todo o mundo.

A sondagem antecede as conclusões da consulta sobre as novas realidades da vida familiar, como o divórcio ou o casamento entre pessoas do mesmo sexo, enviado pelo Vaticano em novembro passado às conferências episcopais de todo o mundo.

Os resultados deste inquérito servirão de base à preparação da assembleia geral extraordinária do Sínodo dos Bispos, que vai decorrer em Roma, de 05 a 19 de outubro de 2014, sob o tema “Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização”.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Alimentos para bebés têm excesso de açúcar, alerta a OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) detetou em quatro cidades da Europa que pelo menos um em cada três alimentos infantis tem níveis de açúcar excessivos e são comercializados de forma incorreta como adequados para …

Estilo de vida saudável pode compensar risco genético de Alzheimer

Novas pesquisas sugerem que um estilo de vida saudável pode reduzir em um terço o risco de doença de Alzheimer ou outras formas de demência, mesmo existindo genes que aumentem o risco destas doenças. Investigadores britânicos …

Lançada Barbie em homenagem a David Bowie

A Matel acaba de lançar uma Barbie em homenagem ao músico britânico David Bowie, que faleceu em 2016, noticia esta semana a Associated Press. De acordo com a agência noticiosa, a nova da Barbie visa celebrar …

Netflix retrata a trágica história de Nicolau II, o último czar da Rússia

A Netflix acaba de lançar The Last Czars, uma série documental sobre a história de Nicolau II e a sua família, que acabou por ditar o fim da dinastia de 300 anos dos Romanov e …

Português desce e Matemática volta à positiva nos exames do 9.º ano

As médias dos alunos do 9.º ano nos exames desceram este ano a Português e subiram a Matemática, voltando a uma média positiva, mas com uma taxa de reprovação ainda a rondar os 30%. Os exames …

A famosa "Pirâmide Curvada" do faraó Senefuru foi aberta ao público pela primeira vez em mais de 50 anos

No Egito, foi aberta ao turismo, pela primeira vez desde 1965, a famosa "Pirâmide Curvada", construída por ordem do faraó Senefuru há 4.600 anos. Localizada em Dahshur, a 40 quilómetros a sul do Cairo, a pirâmide, …

Príncipe Carlos diz que temos 18 meses para salvar a humanidade

O príncipe Carlos admite que os próximos 18 meses serão cruciais para a sobrevivência dos seres humanos. Durante este tempo, os líderes mundiais terão de controlar as mudanças climáticas para evitar uma catástrofe irreversível. "Senhoras e …

Novo filme da saga Bond tem Agente 007 feminina

De acordo com jornais ingleses, o filme Bond 25 não terá um novo James Bond, mas sim uma nova Agente 007. No filme, que será uma homenagem ao legado de Roger Moore e de todos …

Manchester United não dá mais do que 33,5 milhões por Bruno Fernandes

O Manchester United só está disposto a pagar 33,5 milhões de euros pelo médio do Sporting Bruno Fernandes, escreve o jornal Mirror esta segunda-feira. De acordo com o diário britânico, a contratação de Harry Maguire …

Caso de ébola detetado em cidade com mais de dois milhões de habitantes

As autoridades de saúde detetaram o primeiro caso de ébola na cidade de Goma, na República Democrática do Congo, onde vivem mais de dois milhões de pessoas, confirmou no domingo o ministro da Saúde congolês. De …