A maior parte dos produtos de maquilhagem está contaminada com superbactérias perigosas

Nove em cada 10 produtos cosméticos atualmente em uso estão contaminados com superbactérias potencialmente prejudiciais, incluindo E. coli e Staphylococci. Beauty blender, rímel e brilho labial são os produtos que contêm os mais altos níveis de bactérias.

De acordo com investigadores da Universidade de Aston, no Reino Unido, estas bactérias podem causar doenças graves – desde infeções de pele e conjuntivite até envenenamento do sangue – se tiverem acesso ao corpo através dos olhos, boca ou quaisquer feridas na pele do rosto. Segundo o estudo publicado em outubro na revista científica Journal of Applied Microbiology, este risco é amplificado em indivíduos com sistema imunológico comprometido.

Para chegar às suas descobertas, os cientistas estudaram a contaminação microbiana de quase 470 produtos cosméticos que foram usados ​​por um consumidor, incluindo batom, brilho labial, delineador, rímel e beauty blender.

Os resultados revelaram que entre 79 e 90% dos produtos usados estavam contaminados com as bactérias Staphylococci, E. coli e C. freundii. Enquanto isso, também foram encontrados Enterobacteriaceae e diferentes tipos de fungos em mais de um quarto dos produtos. No entanto, o estudo não determinou com que frequência a exposição às bactérias resultou numa infeção.

Os beauty blenders, que parecem esponjas, são o habitat ideal para o crescimento de bactérias, uma vez que são utilizados para aplicar produtos como base líquida e são geralmente deixados húmidos após o uso. Assim, segundo os resultados, eram os produtos que continham os níveis mais altos de bactérias.

Os altos níveis de bactérias devem-se, em grande parte, na falta de limpeza regular dos produtos ou por serem usados fora da data de validade: 93% nunca foram limpos e 64% caíram ao chão em algum momento.

“As más práticas de higiene dos consumidores quando se trata de usar maquilhagem, especialmente beauty blenders, são muito preocupantes quando consideramos que encontramos bactérias como a E.coli – que está relacionada com a contaminação fecal – a reproduzir-se nos produtos que testamos” disse Amreen Bashir, autor do estudo, em comunicado.

Além disso, nas lojas, os beauty blenders são, segundo os investigadores, uma rota para contaminação e infecção. Os produtos não são limpos regularmente e estão expostos ao meio ambiente, sendo que as pessoas podem tocar e experimentar o produto.

“É preciso fazer mais para ajudar a educar os consumidores e a indústria de maquilhagem como um todo sobre a necessidade de lavar os produtos regularmente e secá-los completamente, bem como os riscos de usar a maquilhagem além do prazo de validade”, explicou Bashir.

Este é o primeiro estudo a analisar os beauty blenders, que têm sido cada vez mais populares nos últimos anos. Em 2016, de acordo com o IFLScience, foram vendidos mais de 6,5 milhões beauty blenders em todo o mundo. Os cientistas concluem que quem usa maquilhagem pode estar a colocar-se em risco sem saber.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Detido proprietário de jornal de Hong Kong ao abrigo da lei de segurança nacional

A polícia de Hong Kong fez buscas, esta segunda-feira, ao grupo de comunicação social Next Media, considerado pró-democracia, pouco depois da detenção do seu proprietário, ao abrigo da lei de segurança nacional. Dezenas de agentes das …

Detetado surto de covid-19 em lar do Barreiro. Há pelo menos 47 infetados

Um surto de covid-19 no Lar São José, no Barreiro, contabiliza 47 casos positivos e dois internamentos de idosos, mas a "situação está controlada", disse, este domingo, o delegado de saúde adjunto regional de Lisboa …

Índia regista recorde diário de mortes. Reino Unido atinge marca negra

O novo coronavírus continua a alastrar-se um pouco por todo o mundo. Enquanto alguns países estão a conseguir lidar com a pandemia de covid-19, outros estão a fracassar nessa tarefa. Este domingo, no total, registaram-se 6.106 …

"Um disparate". Presidente nega envolvimento na vinda de Juan Carlos para Cascais

O Presidente da República afirmou que “qualquer pessoa minimamente inteligente e sensata” perceberia que o chefe de Estado não se poderia envolver na questão do rei emérito de Espanha, classificando essa ideia como um "disparate". Em …

Plano do hidrogénio vai sair "muito caro" aos portugueses

Os fundadores da Tertúlia Energia defendem que o plano do hidrogénio do Governo tem várias lacunas e vai custar "muito caro" aos consumidores portugueses. Num artigo publicado no jonal ECO, os fundadores da Tertúlia Energia, Abel …

Governo vai lançar plano para salvar empresas viáveis em dificuldades (e perdoar juros ao Fisco)

O Governo vai lançar um plano para salvar empresas viáveis que será um novo mecanismo temporário para ajudar empresas que se encontrem em situação económica difícil ou em insolvência devido à pandemia. O plano, que se …

Fábio Silva a prazo no Dragão. Avançado deverá sair por 40 milhões

Fábio Silva deverá abandonar o FC Porto dentro dos próximos dias. O jovem avançado permitirá um encaixe de 40 milhões de euros para os cofres portistas. A saída de Fábio Silva do FC Porto parece praticamente …

"Há filhos e enteados?". Marques Mendes arrasa decisão "inacreditável" de realizar festa do Avante

Luís Marques Mendes criticou este domingo a realização da festa do Avante, considerando "inacreditável" que a habitual festa comunista seja realizada no atual contexto da pandemia de covid-19 em Portugal. No seu habitual espaço de …

Varandas só tem espaço para 24 jogadores. Metade será de Alcochete

Com o intuito de reduzir custos, o presidente sportinguista, Frederico Varandas, diz que quer um plantel com 24 jogadores para a próxima época. Cerca de metade são produtos de Alcochete. Frederico Varandas pretende encurtar o plantel …

Duas demissões no Governo do Líbano. Beirute ficou com cratera de 43 metros de profundidade

Duas demissões no Governo do Líbano foram anunciadas nas últimas horas depois da explosão no porto de Beirute que provocou pelo menos pelo menos 158 mortos, 6.000 feridos e dezenas de desaparecidos. A ministra da …