Maior edição de sempre do Festival de Cinema Queer Lisboa vai chegar ao Porto

DR New Line Cinema

Polyester (1981), de John Waters

O Queer Lisboa – Festival Internacional de Cinema Queer vai exibir, a partir de 19 de setembro, 135 filmes de 38 países, a maior edição de sempre, segundo a organização, que estenderá o certame ao Porto, pela primeira vez.

A programação completa da 18.ª edição foi hoje divulgada, numa conferência de imprensa, em Lisboa, por João Ferreira, diretor do festival, que considera a mostra de cinema queer deste ano “um ponto de viragem”, com “mais um salto qualitativo”.

Uma das novidades desta edição é o alargamento do festival ao Porto, a 03 e 04 de outubro, na Casa das Artes, numa colaboração do Queer Lisboa com o Cineclube do Porto e a Direcção Regional de Cultura do Norte.

Uma retrospetiva da primeira fase da obra do realizador norte-americano John Waters, a filmografia completa do britânico Ron Peck, um programa especial sobre o cinema queer africano e a estreia de alguns filmes estrangeiros são outros dos destaques desta 18.ª edição.

Figura de culto do universo “queer-trash”, o norte-americano John Waters estará em foco num programa que recupera cinco títulos de referência da primeira fase da sua filmografia, a serem exibidos na Cinemateca Portuguesa.

Entre os títulos desta retrospetiva conta-se “Polyester” (1981), filme em cuja estreia foram distribuídos, entre os espectadores, “cartões-raspadinha” que replicavam alguns dos odores menos convencionais do filme.

A experiência vai ser recuperada pelo Festival Queer Lisboa, distribuindo o cartão “Odorama” entre o público.

Programa

Está prevista a estreia nacional de títulos como “Party girl”, de Marie Amachoukeli, Claire Burger e Samuel Theis (França), vencedor da Câmara de Ouro do festival de Cannes deste ano, e de “Xenia“, de Panos H. Koutras (Grécia).

Estes filmes irão competir pela melhor longa-metragem com, entre outros, “Something must break”, de Ester Martin Bergsmark (Suécia), que conquistou um dos Hivos Tiger Awards, no Festival de Cinema de Roterdão.

O júri da 18.ª edição do Queer Lisboa, nas longas-metragens, será composto pelo realizador Manuel Mozos, o programador do British Film Institute Michael Blyth e a diretora do Mix Copenhagen, Lene Thomsen Andino.

A programadora Ana Isabel Strindberg, o performer Miguel Bonneville e o ensaísta Martin P. Botha constituem o júri da competição de documentários.

O realizador André Godinho, a produtora Joana Ferreira e o jornalista britânico Ben Walters são o júri da competição das curtas-metragens.

Fernando Vendrell, Joana de Verona e o diretor do Curtas Vila do Conde, Nuno Rodrigues, compõem o júri da competição de filmes europeus de escola.

Este ano, a secção Queer Focus é dedicada ao continente africano – numa parceria com a plataforma Africa.Cont – reunindo uma filmografia de produção exclusivamente africana que revela questões políticas e culturais do continente, assim como as formas como o seu cinema tem lidado com as questões ligadas à sexualidade e ao género.

Este programa decorrerá na Cinemateca Portuguesa que, entre 20 e 27 de setembro, será palco também de exposições da egípcia Amanda Kerdahi e do franco-argelino Kader Attia.

Os clássicos “Touki Bouki”, realizado por Djibril Diop Mambety (Senegal), em 1973, cujo restauro digital Martin Scorsese supervisionou, e “Appunti per un´Orestiade Africana”, do italiano Pier Paolo Pasolini (Itália, Marrocos), assim como “2 Men and a Wedding”, da sul-africana Sara Blecher, são alguns dos filmes programados.

Hoje eu quero voltar sozinho“, de Daniel Ribeiro, e “Flores raras“, de Bruno Barreto, ambos do Brasil, serão os filmes de abertura e de encerramento do festival, a 19 e a 27 de setembro, em Lisboa.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

André Ventura avança com castração química para quem abusa de menores

André Ventura, líder e deputado único do partido Chega, entregou esta sexta-feira na Assembleia da República um projeto de lei que cria a pena acessória de castração química, agravando a moldura penal para os abusadores …

Centeno com apoios de peso para recandidatura ao Eurogrupo

Ao que tudo indica, o ministro das Finanças não deverá ter grande oposição em Bruxelas caso queira um segundo mandato como presidente do Eurogrupo. De Bruxelas chegam notícias de que Mário Centeno já terá apoios para …

Bruno Lage: "Respeito as opiniões, mas sou eu o treinador"

O Benfica venceu com uma goleada, esta sexta-feira, no terreno do Boavista (4-1) e aumentou provisoriamente para cinco pontos a vantagem sobre o FC Porto na liderança do campeonato. No final do jogo, o treinador do …

Homem fez-se passar por assessor de Marcelo para roubar donativos para Pedrógão

Um homem fez-se passar por assessor de Marcelo Rebelo de Sousa tentar enganar os donos do Grupo Solverde e da Casa Ermelinda Freitas, pedindo dinheiro para as vítimas de Pedrógão Grande, que foi devorada pelas …

PCP quer referendo à regionalização em 2021

O líder parlamentar comunista anunciou, esta sexta-feira, a entrega no Parlamento de um projeto de resolução com o calendário da criação das regiões administrativas em 2021, incluindo um referendo entre abril e junho daquele ano. "PS, …

Alcochete. Jogadores vão testemunhar por videoconferência

O coletivo de juízes que está a julgar o processo do ataque à academia de Alcochete, no Tribunal de Monsanto, decidiu, esta sexta-feira, que os jogadores do Sporting testemunhem por videoconferência. O Sporting, na qualidade de …

"Todos os caminhos levam a Putin". Donald Trump deverá ser acusado formalmente nos próximos dias

Os democratas estão a desenvolver o processo de destituição de Donald Trump, reforçando o foco na Federação Russa e nas ligações ao Presidente da Rússia, Vladimir Putin, quando começam a esboçar o texto acusatório do …

Marcha pelo Clima juntou milhares em Madrid. Greta saiu por recomendação da polícia

Milhares de pessoas participaram, esta sexta-feira, em Madrid, na Marcha pelo Clima, encabeçada pela jovem ativista ambiental sueca, que teve de abandonar a manifestação por recomendação da polícia. A Marcha pelo Clima começou às 18h00 locais, …

City vs United. Em Manchester, há uma guerra anónima a ser travada entre oriente e ocidente

Este sábado, Manchester City e Manchester United defrontam-se dentro de campo. Mas fora das quatro linhas decorre uma batalha oculta pelo domínio ideológico de gestão. O dérbi de Manchester é sempre um confronto importante no calendário …

Múmias milenares tinham tatuagens escondidas (e já podemos vê-las)

As tatuagens escondidas em antigas múmias egípcias estão agora a ser reveladas pelos cientistas, usando uma nova tecnologia de infravermelho, permitindo vislumbrar como os membros da sociedade há três mil anos viviam e trabalhavam. Tatuagens semelhantes …