Mãe que se atirou com o filho ao rio internada com pulseira electrónica

Hugo Delgado / Lusa

A mãe de Barcelos que se atirou ao rio com o filho de seis anos, provocando-lhe a morte, fica internada numa unidade de psiquiatria com pulseira electrónica, decretou o juiz após interrogatório judicial.

O juiz de instrução criminal do Tribunal de Guimarães decretou o internamento em unidade de psiquiatria, com vigilância electrónica, da mulher que em Junho lançou o filho ao rio Cávado, em Barcelos, provocando-lhe a morte, informou fonte policial.

Segundo a fonte, o interrogatório judicial só terminou de madrugada, tendo o juiz decidido que a mulher, de 37 anos, regressa à Casa de Saúde do Bom Jesus, em Braga, onde esteve internada desde a data dos factos.

Além do internamento, ficará ainda, vigiada por pulseira electrónica.

A mulher atirou-se com o filho de seis anos da ponte de Rio Covo Santa Eugénia, em Barcelos, a 17 de Junho passado. Pouco depois, foi resgatada da água por um popular que utilizou o seu barco para o efeito.

No entanto, o filho acabou por morrer, tendo o seu corpo sido resgatado da água no dia seguinte.

Desde então, a mulher esteve internada em psiquiatria, mas na quinta-feira foi detida pela PJ de Braga, em cumprimento de mandado judicial. Está indiciada por homicídio qualificado.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Rio acusa Governo de "partidarização" ao escolher Galamba para secretário de Estado

O presidente do PSD, Rio Rio, acusou esta segunda-feira o Governo de estar a “partidarizar a pasta da Energia”, reagindo a notícias que dão conta de que o deputado do PS João Galamba é o …

Encontrado vestígio de vida animal mais antigo de sempre

Investigadores da Universidade da Califórnia afirmam ter descoberto o vestígio mais antigo de vida animal conhecido, de formas de vida que existiram há mais de 635 milhões de anos. O estudo publicado esta segunda-feira na revista …

Inundações no sul de França fazem 12 mortos

O número de mortos nas inundações na zona de Carcassonne, na região de Aude, no sudoeste de França, subiu para 12, anunciaram nesta segunda-feira as autoridades, referindo que há uma pessoa desaparecida. O primeiro-ministro francês, Édouard …

Ursos polares famintos estão a comer baleias (e isso ajuda-os a sobreviver ao aquecimento)

Há mais de um ano, ursos polares reuniram-se num ilha ao largo da costa norte da Sibéria para devorar uma baleia morta. Um estudo recente defende que, no passado geológico, os ursos polares podem ter …

Morreu Paul Allen, cofundador da Microsoft

Paul Allen, cofundador da Microsoft, morreu com 65 anos durante a tarde desta segunda-feira, anunciou a sua empresa, a Vulcan Inc, em nome da família.  Paul Allen tinha retomado recentemente tratamentos contra um linfoma não-Hodgkin, diagnosticado …

Todas as missões da NASA deveriam procurar vida extraterrestre

A procura por sinais de vida alienígena deve fazer parte de todas as missões futuras da NASA. A organização deve expandir o seu leque sobre possíveis sinais extraterrestres, de forma a conseguir identificá-los, aponta um …

Cientistas alcançam a primeira aceleração de eletrões em ondas de plasma

Físicos demonstraram uma nova técnica para acelerar eletrões a energias muito altas em distâncias muito curtas, uma técnica que permitirá alcançar novos avanços na física de partículas a preços mais modestos. O Large Hadron Collider (LHC) …

Casais de ratos do mesmo sexo tiveram crias

Cientistas da Academia Chinesa fizeram nascer crias de ratos de casais do mesmo sexo através de uma nova técnica que utiliza células estaminais modificadas. A nova técnica desenvolvida pelos cientistas chineses mistura células estaminais modificadas que …

Cientistas revertem casos de Diabetes tipo 2

Num novo estudo, cientistas bloquearam a proteína VDAC1 nas células que produzem insulina e conseguiram reverter casos de Diabetes tipo 2. Os investigadores também conseguiram mostrar que é possível prevenir o surgimento da doença. O estudo, …

Brexit. May diz que acordo “ainda é possível”, mas divergência que resta é “frustrante”

A primeira-ministra britânica, Theresa May, admitiu esta segunda-feira que "ainda é possível" um acordo que permita uma saída ordeira do Reino Unido da União Europeia, mas a divergência que resta com Bruxelas é "frustrante. Numa declaração …