Maduro acusa comerciantes de desviarem alimentos para Portugal

chavezcandanga / Flickr

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

O Presidente da Venezuela acusou no sábado os distribuidores privados de alimentos de estarem a fazer uma “guerra económica” contra os venezuelanos e denunciou que os produtos importados para abastecer o mercado local vão parar a outros países, como Portugal.

“Se investimos em dólares e em bolívares para importar, para produzir, porque é que, pelas redes privadas, os produtos acabam em Cúcuta, em Bucaramanga, em Bogotá, em Cali (todas elas localidades na Colômbia), em Aruba, em Miami (EUA) e até em Portugal?”, questionou Nicolás Maduro.

Nicolás Maduro falava no palácio presidencial de Miraflores, em Caracas, num discurso transmitido pelas televisões venezuelanas, depois de regressar de um périplo pela Rússia, China, Irão, Arábia Saudita, Catar e Argélia, que incluiu, na sexta-feira, uma paragem técnica em Portugal, onde se reuniu com o vice-primeiro-ministro, Paulo Portas.

“A distribuição de todos estes produtos escassos no mercado nacional está nas mãos de empresas privadas, parasitárias quase todas e ‘maioristas’ (retalhistas). A nossa rede estatal de distribuição e comercialização às vezes pode ter algum problema, aqui ou acolá, mas o povo é atendido sempre e aí encontra o que necessita para a sua família”, explicou.

Segundo Nicolás Maduro, em apenas quatro dias os distribuidores impuseram uma guerra psicológica que levou 18 milhões de pessoas a irem fazer compras aos serviços comerciais públicos e privados, “três vezes mais do que em qualquer outra circunstância”.

“Há que mudar o modelo de distribuição e comercialização que foi posto ao serviço da guerra económica contra o povo. Há que mudar tudo e mudar já. Ou mudamos esse modelo ou eles vão fazer graves danos à paz da República”, vincou.

O Presidente da Venezuela explicou que o seu Governo já teve bastante paciência, que muitas vezes chamou os empresários ao palácio presidencial para conversar e que ordenou à sua equipa convocar novamente “todos os distribuidores e retalhistas, um a um”.

“Façamos que assinem um ultimato de respeito pelo povo e as leis da Venezuela ou atuarei com todo o peso da Lei e da Constituição. Já basta de emboscadas e de guerra económica contra o povo”, disse, vincando que o “grande repto histórico do ano 2015” é derrotar essas “mafias”.

Segundo o canal de estatal Venezuelana de Televisão, a ANSA – Associação Nacionais de Supermercados e Afins, presidida por portugueses, tem 71.000 estabelecimentos comerciais na Venezuela, representando quase 80% da distribuição nacional de produtos.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Infelizmente paga o justo pelo pecador, mas o povo tem o que merece é preciso que
    abram os olhos para se virarem contra esse tirano o maduro então vão ter de sentir na pele a miséria do país pela qual elegeram um tirano para os governar .

RESPONDER

O RRS David Attenborough, navio virgem dos reinos polares, já saiu do estaleiro

O navio RRS Sir David Attenborough saiu finalmente do seu estaleiro. O já lendário navio vai agora ser sujeito a alguns testes antes de ser oficialmente entregue ao serviço, em novembro deste ano. A construção do …

Vulcões ativos produzem 30 a 50% da atmosfera de Io

Novas imagens rádio obtidas pelo ALMA (Atacama Large Millimeter/submillimeter Array) mostram, pela primeira vez, o efeito direto da atividade vulcânica na atmosfera da lua de Júpiter, Io. Io é a lua mais vulcanicamente ativa do nosso …

Descobertas pegadas fossilizadas com mais de 10 mil anos. São a trilha pré-histórica de uma mãe com um bebé ao colo

Uma equipa de investigadores internacional descobriu o trilho pré-histórico mais comprido do mundo no Novo México, nos Estados Unidos. O novo estudo conta a historia de uma mulher que carregou um bebé nos braços durante …

Pure Skies. Empresa desenha cabines dos aviões do pós-pandemia

Desde o início da pandemia, os especialistas têm testado diferentes maneiras de alcançar o distanciamento social em aviões, embora com pouco sucesso. Agora, há uma empresa que está a levar esta ideia até ao próximo …

OE2021. Bloco de Esquerda vota contra na generalidade

O Bloco de Esquerda vai votar contra a proposta do Orçamento do Estado para 2021 na generalidade, anunciou a coordenadora do partido, Catarina Martins. Em declarações aos jornalistas, a bloquista confirmou este domingo que o …

PS ganha eleições nos Açores sem garantia de maioria absoluta

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo entre 37% e 41%, o que não garante a maioria absoluta, segundo a projeção à boca das urnas realizada este domingo pela Universidade Católica …

Extinção da fauna em Madagáscar pode dever-se à presença humana (e a mudanças climáticas)

Grande parte da fauna de Madagáscar e das ilhas Mascarenhas foi eliminada durante o último milénio. Neste sentido, uma equipa de cientistas analisou um registo do clima nos últimos 8000 anos nas ilhas. O resultado …

PAN vai abster-se na generalidade. OE mais próximo da aprovação

O partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) vai abster-se na votação na generalidade da proposta de Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) na próxima quarta-feira, anunciou a líder parlamentar do partido, Inês Sousa Real. Com a abstenção dos três …

O passado tóxico fica para trás. Asbestos, a cidade "amianto", mudou de nome

A cidade canadiana Asbestos (que significa amianto) ganhou um novo nome, quase 11 meses após o anúncio da votação. Wuase metade dos cerca de 6 mil residentes da cidade canadiana marcaram presença numa votação organizada num …

Menino de 12 anos encontra fóssil de dinossauro com 69 milhões de anos

Nathan Hrushkin, aspirante a paleontólogo de 12 anos, encontrou o fóssil de um dinossauro enquanto passeava com o pai em Alberta, no Canadá. Depois de enviarem uma fotografia ao Museu Royal Tyrrell, ficaram a saber …