Maduro acusa comerciantes de desviarem alimentos para Portugal

chavezcandanga / Flickr

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

O Presidente da Venezuela acusou no sábado os distribuidores privados de alimentos de estarem a fazer uma “guerra económica” contra os venezuelanos e denunciou que os produtos importados para abastecer o mercado local vão parar a outros países, como Portugal.

“Se investimos em dólares e em bolívares para importar, para produzir, porque é que, pelas redes privadas, os produtos acabam em Cúcuta, em Bucaramanga, em Bogotá, em Cali (todas elas localidades na Colômbia), em Aruba, em Miami (EUA) e até em Portugal?”, questionou Nicolás Maduro.

Nicolás Maduro falava no palácio presidencial de Miraflores, em Caracas, num discurso transmitido pelas televisões venezuelanas, depois de regressar de um périplo pela Rússia, China, Irão, Arábia Saudita, Catar e Argélia, que incluiu, na sexta-feira, uma paragem técnica em Portugal, onde se reuniu com o vice-primeiro-ministro, Paulo Portas.

“A distribuição de todos estes produtos escassos no mercado nacional está nas mãos de empresas privadas, parasitárias quase todas e ‘maioristas’ (retalhistas). A nossa rede estatal de distribuição e comercialização às vezes pode ter algum problema, aqui ou acolá, mas o povo é atendido sempre e aí encontra o que necessita para a sua família”, explicou.

Segundo Nicolás Maduro, em apenas quatro dias os distribuidores impuseram uma guerra psicológica que levou 18 milhões de pessoas a irem fazer compras aos serviços comerciais públicos e privados, “três vezes mais do que em qualquer outra circunstância”.

“Há que mudar o modelo de distribuição e comercialização que foi posto ao serviço da guerra económica contra o povo. Há que mudar tudo e mudar já. Ou mudamos esse modelo ou eles vão fazer graves danos à paz da República”, vincou.

O Presidente da Venezuela explicou que o seu Governo já teve bastante paciência, que muitas vezes chamou os empresários ao palácio presidencial para conversar e que ordenou à sua equipa convocar novamente “todos os distribuidores e retalhistas, um a um”.

“Façamos que assinem um ultimato de respeito pelo povo e as leis da Venezuela ou atuarei com todo o peso da Lei e da Constituição. Já basta de emboscadas e de guerra económica contra o povo”, disse, vincando que o “grande repto histórico do ano 2015” é derrotar essas “mafias”.

Segundo o canal de estatal Venezuelana de Televisão, a ANSA – Associação Nacionais de Supermercados e Afins, presidida por portugueses, tem 71.000 estabelecimentos comerciais na Venezuela, representando quase 80% da distribuição nacional de produtos.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Infelizmente paga o justo pelo pecador, mas o povo tem o que merece é preciso que
    abram os olhos para se virarem contra esse tirano o maduro então vão ter de sentir na pele a miséria do país pela qual elegeram um tirano para os governar .

RESPONDER

Nona Sinfonia de Beethoven revela novos detalhes sobre o cérebro humano

A Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven, 250 anos após a sua criação, ajudou a demonstrar a existência de células conceituais no cérebro. Quase 200 anos depois da morte de Beethoven, a maior obra do músico …

Governo vai suspender devolução dos manuais escolares

O ministro da Educação informou hoje que o Governo vai suspender a devolução de manuais escolares, em curso desde 26 de junho, cumprindo a decisão do parlamento, que aprovou uma proposta nesse sentido. O plenário da …

Cuba prestes a abrir portas ao turismo (exceto aos cubano-americanos)

Depois de fechar as suas fronteiras para os turistas no final de março por causa da pandemia da covid-19, Cuba prepara-se agora para reabrir várias das suas baías ao turismo - mas há algumas exceções. …

Cidade do México enterrou os rios para prevenir doenças, mas a covid-19 resiste e prospera

Na tentativa de evitar a disseminação de doenças como a malária e a cólera, a Cidade do México enterrou os seus rios. Agora, como consequência, criou inadvertidamente as condições necessárias para a covid-19 prosperar. A Cidade …

Descoberto sistema de túneis da I Guerra onde estarão enterrados dezenas de soldados

A Agência do Património da Bélgica anunciou esta semana a descoberta de um sistema de túneis alemão da I Guerra Mundial, onde estarão, muito provavelmente, dezenas de soldados enterrados. Em comunicado, citado pela Russia Today, …

Cinco funcionários da Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia

Cinco funcionários da produtora automóvel Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia, avança o The Washington Post. De acordo com o jornal norte-americano, foram cinco os colaboradores dispensados da …

"Qual o lugar mais seguro?". Costa compara infetados no Reino Unido e Algarve

O primeiro-ministro apresentou hoje uma tabela que mostra o Reino Unido muito acima do Algarve em número de infetados com covid-19 por cem mil habitantes e pergunta qual o lugar mais seguro para umas férias …

Azul anuncia venda de 6% da TAP ao Estado por 10 milhões de euros

A companhia aérea brasileira Azul, de David Neeleman, anunciou hoje a venda de 6% da TAP, no âmbito do acordo anunciado esta quinta-feira entre o Estado e os acionistas privados, que “garante a continuação” da …

NASA cria dispositivo que o avisa para não tocar no rosto (e pode ser reproduzido em casa)

A pensar na pandemia, a NASA desenvolveu o PULSE, um colar vibratório que nos alerta se formos tocar no rosto com as nossas mãos. A pandemia de covid-19 alastrou pelo mundo e, enquanto não chega um …

Há mais 11 mortes e 374 novos casos de infecção (300 são na Grande Lisboa)

Portugal regista hoje mais 11 mortos devido à doença covid-19 do que na quinta-feira e mais 374 infectados, dos quais 300 na Região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo o boletim da Direcção-Geral da …