Madeira sob aviso vermelho devido à chuva. Continente a amarelo por causa do frio

Pedro Sarmento Costa / Lusa

A costa sul e as regiões montanhosas da Madeira estão esta segunda-feira sob aviso vermelho por causa da chuva, segundo o IPMA, que colocou também quase todos os distritos do continente a amarelo por causa do tempo frio.

Nos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Bragança, Guarda, Viseu, Coimbra, Castelo Branco, Aveiro, Santarém, Lisboa, Portalegre, Évora e Beja o aviso amarelo por causa da persistência de valores baixos da temperatura mínima vai estar em vigor até às 9 horas de quarta-feira.

No distrito de Faro o aviso amarelo por causa do tempo frio vai prolongar-se até às 9 horas desta segunda-feira e, na terça-feira, o aviso amarelo por causa do frio vai estender-se aos distritos de Leiria e Setúbal (até às 9 horas de quarta-feira).

O IPMA emitiu para hoje um aviso vermelho, o mais grave, para a costa sul e as regiões montanhosas da Madeira devido à previsão de períodos de chuva ou aguaceiros fortes.

Na costa sul, o aviso vermelho estende-se entre as 12 e as 15 horas e nas regiões montanhosas entre as 11 e as 17 horas. Antes, desde as 9 horas, estas duas regiões estarão sob aviso laranja, o segundo mais grave, igualmente devido à chuva.

Também a costa norte da Madeira e a ilha do Porto Santo ficarão sob aviso laranja, (o segundo mais grave) entre as 9 as 15 horas de hoje devido à chuva.

Com exceção da costa norte, todo o resto do arquipélago está hoje sob aviso amarelo por causa do vento forte que pode chegar aos 90 quilómetros por hora nas regiões montanhosas e aos 70 quilómetros por hora nas restantes.

O aviso vermelho do IPMA corresponde a uma “situação meteorológica de risco extremo” e é pedido às pessoas que se mantenham “regularmente ao corrente da evolução das condições meteorológicas e seguir as orientações da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC)”.

O IPMA colocou ainda o grupo oriental dos Açores (São Miguel e Santa Maria) sob aviso laranja até as 9 horas locais (10 horas em Lisboa) devido à precipitação forte, podendo ser acompanhada de trovoada, passando depois a amarelo até às 12 horas locais.

O grupo oriental está também sob aviso amarelo até às 12 horas de hoje (13 horas em Lisboa) devido ao vento forte.

Os avisos do IPMA variam entre o vermelho, o mais grave, o laranja e o amarelo, sendo que este último, o menos grave, significa que se está perante uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica e que a população deve acompanhar a evolução das condições meteorológicas.

Neve corta estradas na Serra da Estrela

As estradas de acesso ao maciço central da Serra da Estrela estão esta segunda-feira de manhã encerradas devido à queda de neve e às condições climatéricas adversas, disse à agência Lusa fonte da Proteção Civil.

De acordo com fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Castelo Branco, os principais troços da montanha fecharam às 6 horas da manhã.

Às 09h30, a circulação estava proibida nos troços Piornos/Cruzamento da Torre, Cruzamento da Torre/Torre e Torre/Lagoa Comprida e Lagoa Comprida/Cruzamento do Sabugueiro, não havendo previsões quanto à reabertura.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para hoje “aguaceiros, em geral fracos, mais frequentes no litoral oeste, que poderão ser ocasionalmente de granizo, e que serão de neve acima de 700/900 metros de altitude“.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.