Governo da Madeira considera “escandalosa” divulgação sobre Zona Franca antes de notificação da decisão

ppdpsd / Flickr

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque

O presidente do Governo da Madeira classificou de “escandaloso” o facto do relatório da comissão Europeia sobre a Zona Franca ter sido divulgado antes dos governos nacional e regional terem sido oficialmente notificados da decisão.

“Acho escandaloso que esta informação saia da União Europeia sem termos sido notificados”, vincou Miguel Albuquerque, à margem da visita ao núcleo museológico Universo de Memórias do antigo secretário do Turismo da Madeira João Carlos Abreu.

O chefe do executivo madeirense assegurou que os argumentos usados pela União Europeia (UE) “vão ser totalmente rebatidos” após a notificação oficial.

Na sexta-feira foi divulgada a decisão da UE sobre a Zona Franca da Madeira relacionada com o III regime, que vigorou até 31 de dezembro de 2014, concluindo que foram desrespeitadas as regras de ajudas estatais, pois abrangeu empresas que não contribuíram para o desenvolvimento da região.

Por essa razão, Portugal deve recuperar agora todos as “ajudas indevidas, mais juros”, e Miguel Albuquerque considerou “escandaloso” que a notícia tenha surgido antes dos governos central e regional terem sido notificados.

A investigação apurou que “a implementação do Regime III da Zona Franca da Madeira em Portugal não está em linha com as decisões de ajudas de Estado da Comissão”, sublinhando que “as reduções fiscais foram aplicadas a empresas que não representaram qualquer valor acrescentado para o desenvolvimento da região”.

Miguel Albuquerque reafirmou que o atual IV regime “nada tem a ver com o III regime” visado nesse relatório da União Europeia.

“A maioria das premissas e conclusões desse relatório nós discordamos e é fácil perceber porque discordamos”, argumentou Albuquerque, complementando que o documento “diz que as empresas sedeadas na Zona Franca têm que ter os trabalhadores a trabalhar na região e não há nada mais absurdo do que isto”.

O presidente do governo madeirense de coligação PSD/CDS-PP deu como exemplo o caso de uma empresa petrolífera, com sede no Centro Internacional de Negócios da Madeira, que tem os trabalhadores em funções nas plataformas espalhadas pelo mundo.

O mesmo acontece com uma empresa na área da informática, adiantou, opinando que o argumento da União Europeia é, por isso, “perfeitamente ridículo e não tem nenhum sentido”.

Miguel Albuquerque sublinhou que se fosse para “confinar os trabalhadores e atividades das empresas ao mercado regional, que é exímio”, nem “valia a pena existir o CINM (Centro Internacional de Negócios da Madeira)”, visto que o seu objetivo não era “trabalhar para o mundo global ou a economia internacional, mas para o mercado interno”.

O político insistiu que existem neste processo “jogadas para as empresas irem para outras praças”.

Porém, o governante madeirense destacou que o IV regime dos benefícios fiscais do CINM “está em vigor” e “autorizado e em vigor até 2023”, sendo “fundamental que o Governo português faça a notificação dessa autorização à União Europeia”.

Instado a comentar as críticas da candidata presidencial Ana Gomes à Zona Franca da Madeira, que está em campanha durante este fim de semana na região, respondeu: “Nem sei quem é a Ana Gomes, nem sei quem seja”.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Zona Franca da madeira ‘e igual a tantas outras na Europa…. se calhar se Portugal e a Madeira apoiassem os jovens e empresas a criarem seu propio negocio nessa Parque Industrial seria e deveria ser a solucao mais viavel… em vez disso substituiram por um sistema de dinheiro facil… mas o mal nao ‘e so na zona Franca ‘e de tantos Parques industriais que nao passam de lavagem de dinheiros de ricos e das multinacionais e bancos e governos e go politicos e empresarios e etc….ou seja ‘e vergonha do mundo…..falam falam mas resolver o problema ou atacar problema pela raiz…. nao senhor a favores a cumprir….continua este serio problema a passar e enriquecer muita gente….Este assunto deveria ser tratado nas instituicoes proprias…. eu como emigrante sofro no pelo essas injusticas e por mim formaria empresa….mas quem quer ter concorrrencia??? poem-se restricoes a partida e resolvem problema da concorrencia…lata nao falta e muita gente…. justica so depois de morrerem se ‘e que existe???? maior dadiva ‘e que todos nascem iguias e morrem tambem sem excepcao…. quanto falam em injusticas, o silencio dos poderosos impera e tempo acaba por esquecer ou apagar a memorias….

RESPONDER

Anúncios de TV promovem mais os brindes do que o próprio fast food (e violam diretrizes do setor)

Para uma criança, a melhor parte de uma refeição de fast food não é a comida, mas o brinde que vem juntamente com a refeição. Os anúncios televisivos de fast food são regidos por diretrizes que …

“Se querem sucesso, têm de depender do sistema“. Empresário chinês é preso após disputa com o Estado

Sun Dawu, um dos empresários mais bem sucedidos da China, corre o risco de ser condenado a 25 anos de prisão, caso seja provado que cometeu os crimes dos quais está a ser acusado. O empresário …

Cientistas criam verniz para superfícies que mata bactérias em poucos minutos

Uma equipa multidisciplinar de cientistas desenvolveu um verniz para superfícies que mata bactérias, mesmo as mais resistentes, em apenas 15 minutos, anunciou a Universidade de Coimbra (UC). Trata-se de “uma solução segura e eficaz para prevenir …

Num país marcado pelo racismo, Jane Bolin fez história tornando-se a primeira juíza negra dos EUA

A 22 de julho de 1939, Jane Bolin fez história ao prestar juramento como juíza na cidade de Nova Iorque. A jovem ocupou o cargo durante 40 anos e só saiu de cena quando atingiu …

A petrolífera Exxon está a culpá-lo pelas alterações climáticas

Nos últimos anos, as empresas petrolíferas têm-se afastado do discurso de negação das alterações climáticas. Gigantes globais de energia como a Total, a Exxon, a Shell e a BP reconhecem abertamente que a mudança climática …

"Muita fraternidade”. Portugal enviou vacinas para Cabo Verde

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta segunda-feira que os indicadores da pandemia de covid-19 em Portugal permanecem "muito estáveis" e que a última grande abertura no plano de desconfinamento não teve …

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre bullying na escola, diz relatório

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre 'bullying' na escola, alertou esta segunda-feira a UNESCO, por ocasião do Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. A Organização Internacional de Jovens e Estudantes LGBTQI (IGLYO) e …

Telescópio vai "caçar" a luz de 30 milhões de galáxias para mapear Universo e "revelar" energia escura

Um instrumento de um telescópio nos Estados Unidos vai capturar nos próximos cinco anos a luz de quase 30 milhões de galáxias e outros objetos cósmicos, permitindo aos cientistas mapearem o Universo e desvendarem os …

Portugal ficou acima da média europeia quanto ao teletrabalho

Dados do Eurostat sobre o teletrabalho durante a pandemia revelaram que Portugal registou uma média ligeiramente superior (13,9%) à da União Europeia (12,3%) entre as pessoas com idade dos 15 e os 64 anos. Em anos …

"Idiotas". Bolsonaro critica pessoas que mantêm isolamento social na pandemia

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, criticou os brasileiros que seguem as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e mantêm isolamento social na pandemia, a quem chamou de 'idiotas', em conversa com os seus …