Macron vence segunda volta e garante maioria absoluta

Christophe Petit Tesson / EPA

O presidente francês, Emmanuel Macron

O presidente francês, Emmanuel Macron

O partido do Presidente francês, Emmanuel Macron, venceu a segunda volta das eleiçlões francesas e terá obtido uma confortável maioria absoluta, de 350 dos 577 deputados da Assembleia Nacional. A abstenção atinge mais de 56%, um recorde para uma segunda volta das legislativas.

Depois da vitória arrasadora na primeira volta, há oito dias, A República em Marcha! reuniu este domingo 41% dos votos, na segunda volta das legislativas francesas, seguido de Os Republicanos, com 23%.

Enquanto se aguarda por números definitivos, que o Ministério do Interior dará a conhecer esta segunda-feira, antes da meia-noite, A República em Marcha! obteve 308 deputados na segunda volta das legislativas, a que se somam os 42 do MoDem.

O primeiro-ministro francês, Edouard Philippe, considerou que a ampla vitória obtida hoje pelo seu partido, na segunda volta das legislativas em França, significa um apoio às reformas anunciadas pelo Presidente, Emmanuel Macron.

“Os franceses deram uma maioria franca ao Presidente, que recebemos como uma missão, agir pela França. Com o seu voto, os franceses preferiram a esperança ao ódio, o otimismo ao pessimismo”, considerou o chefe do Governo francês, de origem conservadora.

Philippe, que, como estabelece a tradição, esta segunda-feira apresentará a sua demissão para voltar a ser nomeado, afirmou que, graças ao impulso de Macron, a Assembleia Nacional francesa terá uma renovação inédita.

A aliança entre o partido conservador Os Republicanos e o centrista União Democrata Independente (UDI) obteve 137 deputados, que a coloca como a primeira força da oposição na Câmara Baixa do Parlamento.

O Partido Socialista obteve 44 deputados, uma derrota histórica por comparação com os 295 que conquistou nas legislativas de 2012. A Frente Nacional, de extrema direita, garantiu a eleição de 8 deputados e a esquerda radical, coligação da França Insubmissa com o Partido Comunista, um total de 27 assentos.

A líder da extrema-direita francesa, Marine Le Pen, será eleita deputada, pela primeira vez. Le Pen foi eleita pelo seu círculo, Hénin-Beaumont, no norte de França.

Líder do Partido Socialista demite-se

O líder do Partido Socialista francês, Jean-Christophe Cambadélis, anunciou hoje a sua demissão, minutos depois de as primeiras projeções mostrarem uma derrota histórica do seu partido na segunda volta das eleições legislativas.

“Há que construir uma nova oferta política das esquerdas para contrariar o neoliberalismo e o nacionalismo”, disse Cambadélis, que referiu que uma direção coletiva ficará agora responsável pelo partido.

De acordo com as projeções difundidas ao início da noite pela imprensa francesa, o Partido Socialista francês, que até agora tinha a maioria na Assembleia Nacional, conseguirá eleger entre 27 e 49 num total de 577 deputados.

A esquerda tem de mudar, quer a forma quer o fundo, quer as suas ideias quer as suas organizações. Ela deve abrir um novo ciclo”, declarou o líder socialista, para quem é necessário “repensar as raízes do progressismo, que são o estado de bem-estar e a extensão constante dos direitos”.

Tomo esta decisão sem amargura ou raiva, consciente do meu dever e do momento crucial que a esquerda atravessa “, disse.

“Os franceses optaram por dar uma oportunidade ao Presidente e não deixaram opções aos seus adversários. Tem todo o poder. Mas o seu triunfo esconde um lado artificial porque a sua imponente maioria não reflete a realidade social do país”, afirmou.

ZAP // Lusa / EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Texto final do acordo da Cimeira do Clima aprovado pelos 195 países participantes

Os líderes mundiais presentes comemoraram este sábado a aprovação do texto final da COP21 - Conferência Mundial do Clima, sobre a redução de emissões de gases de efeito estufa. Após 13 dias de debates, os representantes …

Texto final do acordo da Cimeira do Clima aprovado pelos 195 países participantes

Os líderes mundiais presentes comemoraram este sábado a aprovação do texto final da COP21 - Conferência Mundial do Clima, sobre a redução de emissões de gases de efeito estufa. Após 13 dias de debates, os representantes …

COP25: uma traição ao Acordo de Paris "e às pessoas em todo o mundo"

Organizações não governamentais ambientalistas consideraram que os projetos de resolução que a cimeira do clima da ONU tem para aprovar são "uma traição" do Acordo de Paris e dos milhões de pessoas que sofrem com …

Governo admite novo aumento extra das pensões (com a simpatia das Finanças e de olho na geringonça)

O Governo está a equacionar um novo aumento extraordinário das pensões no âmbito da preparação da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020). A medida agrada a PCP e Bloco de Esquerda e terá …

Na última noite no Porto, Óliver foi sozinho à Ponte D. Luís (e vieram-lhe as lágrimas aos olhos)

O médio espanhol Óliver Torres confessa que a sua saída do Porto foi "emotiva" e que se despediu do clube e da cidade na Ponte D. Luís, de noite e sozinho, com "as lágrimas nos …

Costa e Centeno discutiram no Conselho Europeu (e foi Centeno quem ganhou)

António Costa e Mário Centeno envolveram-se numa "discussão directa" em pleno Conselho Europeu que deixou os restantes membros do Eurogrupo perplexos. Em causa esteve o primeiro orçamento da Zona Euro, com o primeiro-ministro de Portugal …

Sondagem: Livre caiu para metade, Montenegro lidera corrida ao PSD

O PS lidera as intenções de voto com 37,1% e um avanço de 10,2 pontos percentuais sobre o PSD numa sondagem em que o Livre surge com metade da votação alcançada nas legislativas em outubro. Num …

ONU chama a atenção para consumo de tramadol (erradamente considerado menos letal que fentanil)

A crise derivada do consumo excessivo de opóides e as mortes daí decorrentes já levaram empresas norte-americanas que os produzem a receber milhares de ações judiciais. Contudo, a Organização das Nações Unidas (ONU) chama a …

Mais de 50 jornalistas subscrevem abaixo-assinado em defesa de Maria Flor Pedroso

Mais de 50 jornalistas, entre os quais Adelino Gomes, Henrique Monteiro, Anabela Neves e Francisco Sena Santos, subscreveram esta sexta-feira um abaixo-assinado em defesa da jornalista Maria Flor Pedroso, diretora de informação da RTP. "Confrontados com …

O maior sítio arqueológico submerso do mundo mora no México (e está a surpreender os especialistas)

Uma equipa de especialistas está a explorar há cerca de quatro anos o Grande Aquífero Maia, localizado no México, e tem feito descobertas surpreendentes que vão desde numerosos sítios arqueológicos a vestígios de homens primitivos.  Durante …